Abrir menu principal

Desciclopédia β

Candango

Candango não é o gentílico (ou seja, o nome dado a pessoa natural daquele lugar) das pessoas de Brasília. Ou seja, quem nasce em Brasília pode ser chamado de Candango ou também de brasiliense, um termo obscuro e desconhecido pelos candangos, pois estes são a grande maioria na cidade.

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Os candangos foram os responsáveis pela Construção de Brasília? E que o dicionário Aurélio diz que candango é pessoa ruim, ordinária e de mau gosto, e que atualmente é sinônimo de identidade do brasiliense? E que isto é fato, é verdade, não é piada? Se duvida, consulte o google cabeção!

Índice

EtniaEditar

A origem étnica dos candangos é composta por 200% de sertanejos goianos, cansados de viver em fazendas e em busca de cidade grande, 180% de cariocas que cansaram de viver em morros, 150% de caipiras mineiros, atraídos pelo pão de queijo brasiliense, 101% de paraíbas, que cansaram de forró e querem música sertaneja, 21% de cearenses e 33% de primos de baianos, apesar de jurarem que suas famílias são provenientes das mais altas castas da elite carioca.

Candango é também o nome do Jipinho produzido no Brasil pela DKW-Vemag nos anos 50/60. O nome original dele na Alemanha (Munga), era muito feio, então resolveram trocar para "Jipe DKW". Só que a Willys chiou, pois "Jeep" era uma marca registrada. Então, para homenagear os trabalhadores de Brasília, batizaram o utilitário de Candango, um nome mais feio ainda.

Se tu queres agradar uma pessoa que nasceu em Brasília, é razoavelmente simples. Basta apenas pronunciar palavras como "Bom dia, Sr. Fodão" ou Oi seu feio :x e tu serás bem recebido em qualquer casa. Se quiseres ser íntimo chame de "véio".

Identificando CandangosEditar

Existe uma certo conjunto de regras para que se possa identificar um típico candango:

  • Mentalidade mandona, egoísta e frívola, caracterizada pelo arquétipo "Você por algum acaso sabe com quem esta falando, seu merda?", "Quem manda nesse país aqui somos nós", "Vocês do Rio e São Paulo se acham demais, quem manda no país é Brasília", e que se expressa em constantes comparações como "EU sou superior", "Tenho mais do que você" (como, por sinal, um típico exemplar da subespécie fez questão de demonstrar com alterações nas linhas abaixo)
  • Não usa camiseta(gosta de mostrar os músculos que você não tem).
  • Cara de goiâno; carioca; paulista; mineiro; nordestino; gaúcho; etc. Dá de tudo.
  • Jeito de se vestir e falar de carioca: sim, eles acham que Brasília é o Rio de Janeiro (usam os bermudões, pit bull, lutam jiu jitsu e são os melhores porque tem um carro (quase sempre tunado que você não tem);
  • Terem que ir para seu quarto para verem mulher bonita(se você morar lá,você tem sorte pois tem sempre mulher bonita no seu quarto);
  • Moram numa metrópole;
  • Achar que não fazem parte do Estado de Utah;
  • Lotar um Gol 1.0 cheio de parafernálias (tuning, para algumas antas se pronuncia TÃNIN) com 6 mulé gostoza e irem para Uma dimensão muito doida para brigarem em show de axé e fazerem orgia;
  • Sair pelas ruas com seus carros tunados ouvindo num sei o quê com os braços cheios de varizes de bomba para fora da janela e achando que são os donos da rua;
  • Basta identificar algum carro que esteja tocando num sei o quê e com uma luz de "neon" no teto do carro que arrancaram do teto de casa, afinal, 90% dos candangos acham que um monte de traficantes gritando pornografia ou baianos cantando "rebola neguinha" podem ser chamados de música;
  • Os candangos da faixa etária de 13 a 20 anos (às vezes essa faixa se estende até os 30), acham bonito tirar fotos com cara de mau, fazerem pose de "vida loka" e falar gírias do tipo: fi, koé, e caguetar, acham que falar que nem bandido é ser alguém na vida. Basta procurar em supermercados e lojas de quinta categoria que você irá encontrar tais seres em seus futuros empregos de empacotador, faxineiro, lixeiro e etc (só criança mongol que quer se ver como cidadão após muito esforço);
  • Vão para a micareta e beijam mais bocas e adquirem mais bactérias do que uma pessoa normal adquire na vida toda, e acham que são mais homens do que aqueles que não são adeptos dessa prática anti-higiênica,mas como são machos,não morrem e sabem beijar(e aproveitar a vida)melhor que você.
  • Quando não são bombados e andam em bandos ouvindo num sei o quê, são playbas metidos a maloqueiros que saem por ai com o tradicional bigodinho estilo Racionais e bermudas até o meio da canela fumando um "bagu-io" (ou seria bagulho?), curtindo rap e assaltando no centro de Taguatinga com uma arma de plástico;
  • Conseguem a incrível façanha de falar 7 vezes a palavra "véi" somente pra dizer que vão a "padoca" (ou seria padaria?) comprar "uns pão";
 
como dizer um "oi" para mulheres candangas

Lazer dos CandangosEditar

Pessoas criativas sempre inventam algo para fazer em Brasília, mas a maioria dos candangos acha que não há nada para se fazer na cidade, resultado: os jovens promissores da capital saem às ruas para comprar DVD pirata, entram nos carros, colocam não sei o quê no volume máximo e saem quebrando a cidade toda e depois acham bonito colocar fotos no orkut e dizer que são os Fodões.

Se você for a um show nesta cidade, vai sempre notar que tais seres andam em gangues(pra matar emos,poxa,eles são tão bonzinhos com a vida que fazem esse favor mundial[pega no meu...]),, você vai notar também que sempre esses tipos estão envolvidos em brigas, nas boates de Brasília é assim, e em todo lugar onde haja muita gente se enroscando.

Humor CandangoEditar

Esses seres esquisitos são conhecidos por sua incrível falta de amabilidade e boa-educação para com os outros. Herdaram o mal-humor da maravilhosa atmosfera de Brasília, um lugar maravilhoso de se viver para pessoas egoístas e mal-encaradas.

Ver tambémEditar