Caprivi

Caprivi, o Pênis da Namíbia é uma porção em formato fálico escapando como se estivesse fugindo da Namíbia a leste do país.

HistóriaEditar

 
Caprivi enfrentando uma das piores secas da história no verão de 2006.

Localizado no coração da África Austral, Caprivi não tem nenhum registro de habitação na antiguidade, ninguém tinha a paciência de ir explorar aqueles confins. A região é motivo de muita disputada em toda a África Austral, mas por incrível que pareça nunca é derramado sangue, tudo acontece na base da compra venda e acordos, por isso Caprivi é conhecida como a Batata Quente da África.

O mais recente acordo foi o Tratado de Helgoland-Zanzibar, estabelecido por nazistas para deixarem Caprivi a cargo da Namíbia. Os objetivos ninguém sabe. Talvez ainda hoje existam estabelecimentos facistas naquela selva ainda planejando conquistar o mundo em laboratórios genéticos ilegais.

O objetivo verdadeiro da criação de Caprivi foi separar a Angola da Botswana, dois países altamente rivais. O número de mortes por tiro em relação a mortes em consequência da AIDS nas redondezas decaiu bastante (o pessoal desistiu de atirar e foi fuder).

GeografiaEditar

Caprivi é compreendida pelos Rio Cunene e Rio Zambezi o que torna o local um charco total. A vasta área de floresta tropical, faz do local um lar de mosquitos e doenças que ninguém nunca ouviu falar.