Abrir menu principal

Desciclopédia β

Casa Rosada

(Redirecionado de Casa Rosa)
Argentina.jpg ¡¡NO DJORES POR MI, DESCICLOPÉDIA!!

La hinchada del Boca Xuniors há assegurado que esto artículo és un lerrítimo arrentino porteño, y por eso, és lo más merrór de la Desciclopédia, así como Maradona és merrór que Pelé.

Cquote1.png Eu queria ela só para mim . Cquote2.png
Clodovil Hernández sobre Casa Rosa
Cquote1.png Uhhhéééééé. Cquote2.png
Emo sobre Casa Rosa.
Cquote1.png It's Fun to be in YMCA. Cquote2.png
Village People sobre Casa Rosa, durante show antológico.
Cquote1.png Mi Casa es su Casa. Cquote2.png
Argentino sobre Casa Rosa e soltando um chaveco para o emo.

A Casa Rosada se situa em Buenos Aires, capital do Brasil para estrangeiros, e é a sede do governo argentino. Lugar onde turistas tiram fotos, a população local faz protestos, e a presidente Cristina Kirchner dorme seus sonhos de beleza.

Índice

HistóriaEditar

Diferentemente do Palácio Do Pau-Alto, sede do governo argentino, construída pelo renomado arquiteto Oscar Niemeyer, irmão mais velho de Padre Quevedo, a Casa Rosada foi construída por "el grand pedreiro" Jamón González, primo distante de Jeremias e o desafeto da família, por suas tendências emos.

Especialistas dizem que a Casa ficou pronta por volta de 1850, sem especificar exatamente o ano, pois Román Gutierrez, esposa de Jámon, a quem este chamava simplesmente de Roma ou Gutiti, queimou todos os documentos, pois para este era mais chique que não soubessem a idade.

Segundo relatos, no momento em que Román queimava os documentos, um membro do diretório de documentação tentou salvar alguns deles, Ramón ergueu sua arma e gritou "Por los poderes del Greyscón, Olla la Faca", dando origem a duas frases que posteriormente seriam copiadas por programas televisivos.

O Século XXEditar

 
A sede do governo argentino: nenhuma é tão fashion!

Nada de muito importante aconteceu desde então, pois orgias e reuniões emos não são importantes, até o aparecimento de Eva Perón, mulher do Pesidente Perón, a primeira mulher a entrar na Casa Rosada, sob olhares de víboras dos emos, incluindo Ramón Jomán Júnior, fundador do Boca Juniors, cujo nome vem de Júnior, seu sobrenome, e Boca por causa de seu Hobby de meter a boca em lugares inapropriados.

A partir de Evita passaram a acontecer pela primeira vez na história orgias heterossexuais na Casa Rosada, apesar de que seu marido se interessava mais pelos Homens, do que pelas mulheres que participavam.

Na metade do século os emos argentinos, descontentes com as novas diretrizes sociais adotadas pelo governo, deram o primeiro golpe emolitar da história.

A inexperiência, porém,custou caro, já que ao invés de invadirem a Casa Rosada, o alvo foi o Palácio de la Mierda, sede do governo chileno em Santiago. O causo ocasionou a morte do presidente chileno Salvador Allende, que foi derretido por ácido emolitíco, liberado após a explosão de uma das bombas emocleares utilizadas na ocasião. O acontecimento causou uma grave crise diplomática que só seria resolvida meses mais tarde.

Mais experientes, os emolitares finalmente assumiram o poder após um golpe de sucesso, meses depois do acidente de percurso. Assim o governo instaurou a ditadura argentina. Na mesma época convidaram Augusto Pinochet, presidente do Chile, para uma visita à Casa Rosada.

Após sua estadia Pinochet, com uma almofada no bumbum e um largo sorriso, disse "Nostros Povos són hermanos e debemos ficar juntos para siempre, e cobrirmos uns las cuestas delos otros".

Depois da saída da ditadura, os emos procuravam novas experiências e apareceram com o Plano Cavallo, um pouco estranho no início mas que logo fez o povo esquecer a ditadura.

Da Casa Rosada, segundo transeuntes, eram ouvidos altos relincho e gemidos estranhos. Depois disso nada mais aconteceu, mas aparentemente a Casa Rosada sofre de altas infiltrações, situação agravada principalmente após a crise econômica.

A Guerra dos RosasEditar

Dentro do PEMO, Partido EMO, tem ocorrido confrontos de diversas alas, quanto à denominação de rosa que deveria ser dada à Casa Rosa.

As cores e as alas do partidoEditar

  • Rosa-Baby - Sensível
  • Rosa-Choque - Ativos
  • Rosa-Bege - Passívos
  • Rosa-Porco - Caracamemos
  • Rosa-Pink - Emos Ianques