Abrir menu principal

Desciclopédia β

Castanhal Esporte Clube


Castanhal Esporte Clube
Castanhalesporteclube.JPG
Brasão
Hino Você pode ter o desprazer de ouví-lo ao final desse artigo
Nome Oficial Castanhal Esporte Clube
Origem Castanhal
Apelidos Japiim, Japiim da Estrada
Torcedores Analfabetos
Torcidas um bando de analfabetos
Fatos Inúteis
Mascote Japiim
Torcedor Ilustre ahmmm...gasp...
Estádio Estádio Maximino Porpino
Capacidade 10.000 analfabetos pessoas
Sede ah, sei lá
Presidente José Wanderley Melo
Coisas do Time
Treinador Coalhada
Pior Jogador da história Nuvola apps core.png os titulares
Melhor Jogador da história Crystal Clear action bookmark.svg.png o gandula
Patrocinador alguém que não tem a noção do perigo
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Paraense
Divisão Necas de catibiribas
Títulos Campeonato Paraense Série B
Ranking Nacional º
Uniformes



ApresentaçãoEditar

 
Vista aérea de um treino do Castanhal em seu moderno Centro de Treinamento.

O Castanhal Esporte Clube conhecido simplesmente por Castanhal é um clube da referida cidade localizada a alguns quilômetros da capital Santa Maria de Belém do Grão Pará. É um clube que pode ser considerado um pouco "antiguinho" porém não tradicional, sua fundação data do ano de 1924 no mesmo ano que nasceu o também clube paraense fodido, de uma cidade próxima, o Izabelense. Como todos os escretes interioranos do Estado, o Castanhal não tem nenhuma campanha ou título que possa se orgulhar. Chegou a conquistar com um time medíocre e fuleiro um campeonato estadual da segunda divisão, passaporte este que o possibilitou de disputar a primeira divisão não saindo de lá até hoje. Até há alguns poucos anos atrás ficava entre os quatro primeiros do campeonato da primeira divisão, chegava até a dar um trabalhinho para os dois grandes do Estado, Remo e Paysandu (não se engane, mesmo assim esses dois últimos são muito ruins mesmo!), fato este que fez seus alienados e pobres torcedores o considerar o "Melhor Time do Interior" (como se isso fosse alguma merda...).

HistóriaEditar

 
Antiga versão do escudo do Castanhal.
 
Mascote Japiim muito puto ao ver seu time perder mais uma vez.

A história do Castanhal é muitíssimo insignificante. Tão insignificante a ponto de nem o nerds virgens da Wikipédia fazerem ideia de como e por que começou o referido clube. Mas é claro que aqui na Desciclopédia temos todas as informações que a cópia autorizada não tem, e desvendamos todo o processo histórico do time, atente para a leitura caro leitor mIgGuXxInHuUu. O clube começa sua trajetória de fracasso e medíocridade em 1924 (ui!) na cidade de Castanhal. Fundada por um punhado de nordestinos cabras da peste e a associação gls local, o clube tinha por objetivo a integração da então cidadela chamada Castanhal. O objetivo não deu certo, o time era (e ainda é) uma merda, brigas internas entre as bibas e os nordestinos eram frequentes, assassinatos, fotos da Dercy Gonçalves sendo usadas como arma de destruição, etc... foram motivos que fizeram ruir o sonho de se ter um time que inflasse o orgulho local Castanhalense (ou Castanhaleiro, sei lá foda-se!).

Alguns anos depois foi montado de novo o clube com uma nova roupagem. Dessa vez sem gays ou nordestinos no comando, o clube se estruturou. Conseguiu a grande proeza de vencer o time sub-13 da APAE vinte vezes consecutivas, venceu o combinado dos açougueiros cinco jogos consecutivos e muitos outros feitos que fizeram os sócios do clube cogitar a ideia de lançar o time no campeonato profissional.

Foram lançados no campeonato da segunda divisão, perderam, perderam, perderam, perderam, perderam, empataram, perderam, perderam, perderam...perderam mais uma vez, perderam de novo...empataram, perderam, tiveram um jogo cancelado porque um jogador se afogou na lama do estádio e morreu, perderam, perderam...Até que num milagroso dia!!! Venceram a segunda divisão do campeonato paraense!!! foi o maoir feito em quase oitenta anos do clube! Isso tudo foi feito graças ao plantel que vigorava no time nesse campeonato, que era composto de jogadoras reservas da seleção feminina de futebol de Cuba que estavam refugiadas do Comunismo Cubano e receberam abrigo no Castanhal. Com um pouco de maquiagem e uns volumes falsos nas calças, conseguiram enganar os juízes, os outros times e inclusive a federação! conduzindo o time ao seu título inédito. O time era muito bom, as jogadoras eram de um nível excelente de futebol. Poderiam ter sido campeões quiçá até da Libertadores se um espião cubano não jogasse veneno na cerveja que elas tomavam na comemoração do título. Foi um tremendo desespero na cidade. Foi decretado luto durante um mês. O Dream Team de Castanhal foi tragicamente morto por um espião comunista cubano, que também foi morto horas depois das jogadoras num arrastão em um bordel muito conhecido da cidade de Belém, fato este que fez a população pedir a canonização de todo o time titular que conduziu o Castanhal ao título, o processo tramita até hoje no Vaticano.

Massacote MascoteEditar

O clube tem um mascote oficial, o pássaro Japiim. Ele foi escolhido por motivos que nem eu, nem você, nem ninguém, sabemos. O Japiim é um pássaro preto com listras amarelos feio que dá dó, dizem que ele dá sorte...mas com uma aparência dessas...Sei não. A torcida numa tremenda demonstração homossexual quando o time entra em campo assovia com as bundas empinadas para trás, batendo os braços como se fossem asas numa demonstração de carinho, afeto e boilogem ao clube.