Abrir menu principal

Desciclopédia β

Nota: Para outros significados ver: Castor (desambiguação)


Castor
Ele mesmo
Ele mesmo
Classificação científica
Reino: Animal
Filo: Acordados
Classe: Mamadores
Ordem: Ruimdentia
Família: Castorídeos
Gênero: Castor

Cquote1.png Le Castor: Un habile ingénieur Cquote2.png
Franceses sobre Castor
Cquote1.png Os Castores não são Castores porque fazem represas, Eles fazem represas porque são Castores Cquote2.png
Filósofo sobre Castores

Castor é um gênero de animais mamíferos, roedores, semi-aquáticos da família lenhadarea. São capazes de cortar grandes pedaços de madeira ou árvores menores com seus dentes. Tem muita habilidade em trabalhar madeira e conseguem construir casas, represas e aquedutos capazes de alagar o país vizinho. Parecidos com os construtores de Itaipu.

Por anos os castores-europeus foram excessivamente caçados por estarem desviando a água dos humanos, e mais tarde após tanto caçar castores os povos antigos descobriram a capacidade do animal de fazer perfumes. No século XVI eles desapareceram completamente nas ilhas britânicas e em boa parte do norte e centro da Europa continental, sobrando algumas populações. Recentemente os castores foram introduzidos nos Países Baixos retomando suas populações com sucesso.

Volta por cimaEditar

Devido a sua notável habilidade com o trabalho de madeira e o apoio dos naturalistas a partir dos séculos XIV e XX os castores deram a volta por cima. Assinaram vários contratos, se tornando símbolos e professores de faculdades de engenharia nos Estados Unidos da America e do Sul

No Brasil esses talentosos animais fundaram uma fábrica de colchões que são projetados pelos próprios animais.

Os castores com seu trabalho em bambu foram os responsáveis pela descoberta da fibra de bambu e de vários todos os usos desta. Existem uma briga na justiça entre os castores e as pacas para decidir quem merece ficar com a patente pela descoberta do trabalho com fibra de coco.

Participações na mitologiaEditar

 
O colchão Soft Bambu desenvolvido pelos castores com uso de fibra de bambu

No mito de Kastor e Pólux o nome Kastor que realmente significava castor foi gerado por uma falha de interpretação da história. Por isso ainda hoje alguams pessoas acreditam que o Kastor e Pólux trata-se de uma história de dois irmão gêmeos e semi-deuses. Na verdade a história era sobre os castores gemêos da família Pólux, fato que foi corrompido pela má interpretação da poesia original:

Κάστωρ και, Πολυδεύκης
Διόσκουροι, Dioskouroi
Πελο πόννησος
Ερμης ο Όλυμπος
euafopbluobga5oçr
tρισμεγιστος


Na poesia há a menção dos "Gêmeos castores, Pólux" não dos gêmeos "Kastor e Pólux" como foi colocado na seguinte transcrição. Além disso se observa como os gregos endeusavam os castores por chamarem-nos de "criaturas deusas" e não "crias de deusas" o que fez com que a partir da segunda cópia da história eles fossem considerados semi-deuses.

No Age of Mythology Castor é um herói Atlante que tem que salvar o mundo e orientar seu povo a reconstruir os templos antigos.

EspéciesEditar