Abrir menu principal

Desciclopédia β

Caxias (Maranhão)

Cquote1.png Você quis dizer: Caixas? Cquote2.png
Google sobre Caxias (Maranhão)
Cquote1.png Você quis dizer: Caxias do Sul? Cquote2.png
Google sobre Caxias (Maranhão)
Cquote1.png Experimente também: Timon Cquote2.png
Sugestão do Google para Caxias (Maranhão)
Cquote1.png Experimente também: Teresina Cquote2.png
Sugestão do Google para Caxias (Maranhão)

Município de Caxias do Norte
"Piriguete do Sertão"
Bandeira do Municipio de Caxias Maranhao.svg
Aniversário 1 de agosto
Fundação 5 de agosto de 1836
Gentílico caxiensofrente
Lema A vida é combate
Apelidos “Terra das águas coliformicas”
Prefeito(a) Fábio Gentalha
Localização
Localização de Caxias do Norte
Estado link={{{3}}} Maranhão
Mesorregião Oeste Piauiense
Microrregião Teresinha
Municípios limítrofes Timão, São João do Sótão, Caxias das Aldeias Altas, Teresinha, Codorna, Coelhos Netos
Distância até a capital 66 km
Características geográficas
Área 5 150,666 km²
População 165 666 hab. IBGE/2019
Idioma Brasileiro
Altitude 66,6 metros
Clima Tropical AF
Indicadores
IDH 0,003 IBGE/2019
PIB per capita R$ 113,50 IBGE/2019

Caxias, mesmo com todo o seu aspecto de cidade miserável de interior, é uma das maiores cidades do estado do Maranhão, sendo uma autêntica megalópole isolada no meio do sertão e um verdadeiro milagre da natureza que esta cidade possa existir apesar de toda a sua precariedade.

Índice

HistóriaEditar

No início, viviam ali apenas índios pacíficos às margens de um límpido rio Itapecuru. Estes morreram após um surto de cólera ao beberem demais da água do rio, pois eles cagavam e jogavam lixo, algo que não mudou até hoje. Posteriormente, no século XVIII, os portugueses ali aportaram com um ambicioso projeto de construção de uma magnífica igreja. A ideia era provar a sua dominância ao construir coisas aleatórias em locais extremamente isolados. A igreja não foi lá aquelas coisas, mas serviu para tornar a região num ponto de referência para as várias famílias retirantes que ali aportaram e se estabeleceram.

 
Panorama de uma típica praça caxiense.

Em 1836, Caxias já era uma cidade, talvez a segunda cidade da história do Maranhão, embora em aspectos práticos se comportava como um bairro da capital Teresina, pois era pra lá que os miseráveis pobres caxienses emigravam ao atingirem a maioridade. O nome da cidade foi adotado em homenagem a uma rara espécie de esponja que, por ser justamente tão rara, acarretou a falta de banho do primitivo povo daquela região. Como eram analfabetos, o nome da esponja, que na realidade se escrevia "cachias", foi adotado com a grafia "caxias", e como uma mentira contada 100 vezes se torna verdade, hoje em dia a grafia "cachias" é considerada incorreta.

A cidade tornou-se conhecida durante a guerra da Balaiada, pois o foco dessa revolta dos maranhenses, já fartos dos portugueses, era ter independência e controle sobre seu próprio balaio de gato (daí o nome da revolução). Foi então convocado o Napoleão Bonaparte brasileiro, ninguém menos que Luís Alves de Lima e Silva, futuramente o famoso Duque de Caxias, que facilmente acabou com esta revolta, afinal ele só precisou lutar contra maranhenses preguiçosos, então até os revoltosos conseguirem se levantar das próprias redes, o exército imperial já havia massacrado todos e estabelecido a ordem. Em homenagem a essa vitória, Luís Alves foi condecorado no Morro do Alecrim onde recebeu o seu título de Duque de Caxias.

Traumatizados após a massacre ocorrido na Balaiada, o povo de Caxias prometeu nunca mais se revoltar com nada, e isso explica porque os governantes maranhenses e prefeitos da cidade podem fazer as falcatruas que bem quiserem justificar estratégias ousadas de governo que ninguém se importa e não sofrerem nenhum tipo de retaliação da população.

GeografiaEditar

Localizado no meio do nado, o rio Itapecuru passe pelo meio da cidade carregando as fezes e sacolas plásticas por lá produzidas. Isso apenas evidencia a falta de educação do povo maranhense, pois todos bairros da cidade de Caxias dispõem de coleta seletiva de lixo (pelo menos teoricamente) mas mesmo assim tornar a pesca no rio impraticável de tanto poluí-lo parece ser mais cultural do que necessário.

PopulaçãoEditar

Na prática é o segundo maior município do Maranhão, atrás apenas de São Luís (visto que São José de Ribamar e Timon são respectivamente apenas bairros de São Luís e Teresina, e Imperatriz é capital do Maranhão do Sul), possuindo mais de 160 mil habitantes, a maior roça de toda América Latina.

SegurançaEditar

Caxias é uma cidade tão violenta e sem lei como qualquer outra pocilga maranhense, a diferença é que por ser (teoricamente) uma cidade grande, os meios de comunicação sensacionalistas reproduzem esse fato com maior ênfase. Uma rápida pesquisa no Google pelas palavras "Caxias", "Maranhão" e "Notícias" revelará imagens chocantes de gente esquartejada, baleada, escalpelada, atropelada e tudo mais o que for de ruim.

LazerEditar

Sim, existe um suntuoso shopping nesta cidade capenga, o Caxias Shopping, o único shopping da América Latina que tem formato de posto de gasolina. Um balneário chamado Veneza, que tem um lago que a cada 30 dias, morre um bêbado ou alguém que não sabia nadar