Abrir menu principal

Desciclopédia β

Ceilândia

Hei véio! Respête ezy artigu brow, burquê eli tah inscritu in Gíria de acordu cas norma coloquiau di inscrita de periferia. Morô trutá?-R.O-

Cquote1.png Bem vindo a Ceilândia, sua probabilidade de morte aumentou em 150 % Cquote2.png
Placa de boas vindas sobre Ceilandia
Cquote1.png Devolve minhas botas, ladrãaaao!!! Cquote2.png
Judas sobre morador de Ceilândia
Cquote1.png Até a Faixa de Gaza é mais segura. Cquote2.png
Osama Bin Laden sobre Ceilândia
Cquote1.png Tio, me dá mas uma pedra aí Cquote2.png
algum morador de Ceilândia
Cquote1.png Muito difícil sobreviver aqui Cquote2.png
Bear Grylls sobre Ceilândia
Cquote1.png Adoro morar aqui! Cquote2.png
Você na Feira da Ceilândia
Cquote1.png Eu queria que o mundo acabasse em chamas, para eu fumar meu último baseado Cquote2.png
Típico morador de Ceilândia

Ceilândia ou Ceilondres é uma "cidade" (aka favela plana) de Brasília, uma Cracolândia similar ao Complexo do Alemão que fica depois de onde o Judas Perdeu a Meia (na verdade Judas foi assaltado por ali, e levaram as suas meias e botas), próximo da divisa do Inferno com o Distrito Federal só que mais um pouco pra lá ainda. A cidade é o maior núcleo de gentalha do Distrito Federal. Recentemente fez uma aliança com Taguatinga e Samambaia com o objetivo de conquistar o DF.

A cidade é muito famosa e conhecida como reduto de marginais e bandidos de todo Distrito Federal, tanto que se houvesse mar, a cidade seria um porto de piratas.

Índice

HistóriaEditar

 
Ceilandenses fazendo compras (é a única coisa que esse povo sabe fazer).

Fundada em 1971 através de um programa do governo (CEI) "Campanha de Erradicação de Indigentes Invasões" (exterminação de pobres, na gíria da época). Removeu todos mendigos que infestavam as áreas nobres de Brasília na época, e deram barracos e feiras para eles viverem longe da capital, e assim o índice de criminalidade diminuir no Plano Piloto.

Inicialmente conhecida como "Sei-lá-Onde", que com o passar dos anos virou "Cei-lá-Ondia" (devido ao altíssimo grau de analfabetismo na cidade), e por fim ganhou o nome de "Ceilândia", nome atual. É atualmente a maior cidade nordestina do Centro-Oeste, com o som das ruas dando impressão aos visitantes de estarem em pleno sertão.

O restante da história da cidade é denominada pelos especialistas como "desigualdade social", onde os pobres do Brasil inteiro iludidos vão a Brasília tentar ganhar a vida, mas terminam em algum cortiço da Ceilândia , geralmente no P. Sul ou P. Norte , ou na rua mesmo . No cortiço o pobre só vai ter como vizinho gente boa: traficante, prostituta, estuprador, assaltante e criança catarrenta. Vai ouvir funk 24 horas por dia e não vai poder estudar( eles já não estudam mesmo).

Os moradores do local,dizem que até a faixa de Gaza é mais segura que a "Cei-lá-Ondia" pois lá o tráfico é 25 horas por dia . Lá se encontram os traficantes mais vagabundos e pés-de-chinelo por m² do mundo . É comum a luz do dia tiroteios, sequestros, assaltos, homens-bombas, tiros de Ak-47, tanques de guerra e mulheres feias. A "Cei-lá-Ondia" tem a maior concentração de pessoas feias e fracassadas do DF, perdendo apenas para o Entorno, especificamente Águas Lindas.

EconomiaEditar

A Ceilândia tem um importante papel na economia do Distrito Federal, além de servir de dormitório para os pobres que vão trabalhar em serviços sub-humanos no Plano Piloto, também é o principal distribuidor de maconha do DF e de comércio varejista de 3oitão.

A economia da cidade movimenta em torno de quase 5 reais por mês (sem contar tráfico de drogas, pirataria, assalto, furto e outras coisas ilegais que não são registradas nas estatísticas).

A economia da cidade é baseada basicamente em:

  • Assaltos,
  • Tráfico de drogas,
  • Sequestros,
  • Venda das muambas na feira,
  • LanHouses
  • Botecos/prostíbulos
  • Igrejas evangélicas
  • Salões de "beleza"( aka feiúra)

Também não podemos de deixar de destacar a loja de materiais de construção do Demacol, que, tendo como público os machos virgens de todo o país, movimenta mais a economia local do que todos os comércios anteriores juntos.

PopulaçãoEditar

 
O impressionante ponto turístico da cidade. A caixa d'água arquitetada por Oscar Niemeyer e projetada por Lucio Costa.
       
Número de pessoas mortas desde o momento em que você vê esta página (estimativa)

A cidade é quase um deserto, não passa de 989.085.667 pessoas, dentre elas 199% são formados por diferentes espécies de ricos , frustrados e bem-educados. De acordo com o IBGE, a Ceilândia concentra o maior número de mal-educados por metro quadrado, todavia, a cidade ainda consegue ser melhor que Belém nesse quesito.

DemografiaEditar

  • 100,1% São Traficantes
  • 100,1% São desempregados
  • 0,0000000001% possuem carro zero
  • 0,5% da população tomam banho (pelo menos uma vez por ano)
  • 100,1% da população feminina são garotas da night (de programa)
  • 2 escola pra 100.000 favelados.
  • 99,87% da população possui carro roubado

CulturaEditar

Veja Artigo Principal - Cultura do Interior Nordestino

Ceilândia como uma cidade nova, é muito carente de cultura. A única coisa que o povo sabe fazer é pedir esmola (estudar e trabalhar não é o forte do típico ceilandense) e também nas horas vagas escutar música ruim, e usar roupas e calçados falsificadas da Nike.

Na cidade ocorre anualmente o Encontro Nacional dos Cantadores Repentistas, um dos eventos mais enojadores que se possa imaginar.

É também na Ceilândia que fica o Ceilambódromo (também conhecido por Ceilandrógamo), uma espécie de Sapucaí 1 trilhão de vezes piorada, onde os pobres se reúnem no carnaval para beber cerveja, escutar música ruim e se reproduzir. Os abadás utilizados pelos foliões (normalmente Policiais Militares) suportam tiros de alto calibre, e são sempre pretos.

EsportesEditar

A Ceilândia é representada por dois tradicionais[1] times de futebol, o Ceilândia Esporte Clube e o Sociedade Esportiva Ceilandense, muito conhecidos no Distrito Federal por suas derrotas humilhantes. Os jogadores formados por desempregados e ex-atletas de grandes clubes em atividade (leia-se : Túlio Maravilha) garantem o entretenimento no Abadião, estádio da cidade caindo aos pedaços que só não desabou ainda porque ele nunca ultrapassa mais de 8 torcedores em sua arquibancada . Os clubes de Ceilândia , bastante tradicionais no futebol sul-americano , disputam um dos campeonatos mais disputados e emocionantes da atualidade : o Campeonato Brasileiro de Futebol da Série.....................D , e também disputam o Campeonato Brasiliense de Bizarrices , que dá vaga aos finalistas para a CIFBA - Campeonato Internacional de Futebol de Botão do Acre.

ClimaEditar

O clima da Ceilândia é de deserto, podendo no verão chegar 45ºC. O melhor modo de se refrescar do calor é por meio de banho de mangueira.


AtraçõesEditar

 
Um feirante da Ceilândia adquirindo em seu fornecedor um novo MP3 com toca-fitas.
  • Caixa d'Água - Um típico ponto turístico para pobre ver. Uma caixa d'água com arquitetura de vanguarda. No centro da cidade, é onde você pode encontrar o submundo da Ceilândia nas madrugadas.
  • Feira do Rolo - Tradicional feira onde você pode encontrar a venda aquela sua televisão que foi furtada a 2 meses atrás, ou então encontrar por baixos preços aquele seu celular que foi roubado em Samambaia a 1 semana atrás.
  • Feira Permanente de Ceilândia - Outra feira onde você pode encontrar imais muamba, a especialidade da Ceilândia.
  • Feira do Produtor Rural e Atacadista de Ceilândia - Sim. Já deu para entender que o negócio da Ceilândia é a muamba...
  • Casa do Cantador do Brasil - Um palco para realização de diversos e variados eventos, geralmente da cultura nordestina.
  • Praça do Cidadão - Praça onde os drogados, assassinos e traficantes da cidade se reúnem para fazer trocas de favores, apesar dos prédios do governo ficarem por ali.
  • Praça dos Eucaliptos - Praça cheia de eucaliptos que podem cair a qualquer momento devido a má preservação do solo. É o ponto de encontro de todos vagabundos, desempregados, aposentados, skatistas (aka, marginais) e ciclistas (ie, trombadinhas) da cidade.


Setores de CeilândiaEditar

O clima da Ceilândia é de deserto, podendo no verão chegar 45ºC. O melhor modo de se refrescar do calor é por meio de banho de mangueira.


Setores de Ceilândia são divididos por bairros na ordem numérica impar e par, norte, sul, leste e oste, ela é praticamente uma emedada de Taguatinga ao norte!

Setor P(é) Sul(jo)Editar

Setor P Sul é o lado onde os números de suas residências são pares! Abrange da QNP 02 A 38.

Lugar nada amistoso, geralmente os moradores ficam trancado em suas casas cheias de grades grandes e grossas em volta de suas residências, enquanto os moradores vivem encarcerados dentro de suas próprias casas, os bandidos curtem de montão do lado de fora circulando pelas ruas!

É dividido em 4 setores:

P1: Neste setor, 11 em cada 10 moradores são evangélicos, e desses, pelo menos 7 são pastores de alguma igreja de esquina. E todos são donos de chácaras (invadir não significa que é seu, amiguinho!). Resumindo, só tem chácara e igreja. Cuidado pra não atropelar algum cavalo, galinha ou bêbado descendo pro P2.

P2: Onde se situa a '''''''''''elite''''''''''' (leia-se: menos pobres) da cidade. As casas até que são arrumadinhas mas o problema é o lugar onde estão mesmo. Tem uns mercado boqueta e churrasquinhos de gato espalhados a cada 100m. O grande atrativo fica por conta do skate park, lugar muito legal pra quem gosta de queimar plantinhas.

P3: Tem nada de diferente do P2, só umas casas mais feias e o cheiro da usina cada vez mais próximo.

P4: Onde os vagabundo manda, quem mora lá acorda ou com barulho de tiro ou com o cheiro de lixo incinerado. Em compensação você pode achar maconha mais facilmente do que em qualquer outro lugar da cidade. Ah, tem um terminal de ônibus multiuso! No período de seca, é terminal de ônibus, no período chuvoso é estacionamento de barcos e qualquer outra coisa que flutua na água (incluindo lixo e corpos).

P5: CHÁCARA PRA CARALHO E A USINA DE LIXO, toda semana tem uma invasão nova nessas bandas. Área conhecida de desova de corpos, possui uma pequena cachoeira embrenhada no mato, a menos que você não se importe de ter que banhar numa água que cheira a merda pode ser uma ótima opção de lazer.


Descuriosidades:


- No P. Sul localiza-se a Casa do Cantador, projetada por Oscar Niemeyer, o dublador do Muttley.

- Quase metade do lixo produzido no Distrito Federal vai pro P. Sul (acho que foi pra isso que criaram a cidade na real)

- Comi cu de curioso e ele nem sentiu.

Setor P NorteEditar

Lugar nada, nada, nada, amistoso mesmo, aqui morou João de Santo Cristo, aquele que matou Jeremias bandido safado fila da puta que sacaneou João no Faroeste Cabloco de Renato Russo, O P Norte é uma parte da estrutural fincada na Ceilandia, os moradores do P Norte tem fama de praticar tiroteio em plena luz do dia.

Também gostam de bater racha usando opalas e Landaus atropelando o primeiro que aparece na calçada de casa, geralmente os ao Pnortianos ficam zanzando durante a noite e arrumando briga durante dia, seus moradores também ficam trancados em suas casas cheias de grades grandes e grossas em volta de suas residências, enquanto os moradores vivem trancafiados dentro de suas próprias casas e os bandidos curtem de montão do lado de fora circulando pelas ruas com seu opalas envenenados!

Setor P Norte envolve os endereços de números impares vão de QNP 03 até QNP 19, apesar de ser menor que o P Sul ela ainda ganha quando faz alvoroço dentro da cidade! Judas apanhou muito por lá durante sua passagem pela cidade!

No P Norte as pessoas tem aspecto de favelados, as mulheres tem jeito de puta velha. O setor de chacaras é um local onde mora os moradores mais humildes, eles gostam de jogar lixo e entulhos nas ruas, A igreja catolica ajuda os psicopatas e tem muitas mulheres com obesidade, as pessoas lá praticam sexo livremente nas ruas e becos sujos e empoeirados.

O consumo de drogas é altissimo nessa região, A praça da Biblia é unico local onde os pnortianos respeitam, a única diversão do lugar são os bares e igrejas evangelicas existe até um templo Mormom, mongol, A igreja universal é uma formadora de gente chata e fanática que no P Norte tem muitos ex-adeptos,

Setor QNQEditar

Situada no submundo da Ceilândia, encontra-se a 70 km de Brasília e a dois passos de Águas Lindas, favela situada no Entorno do DF.

Lugar perfeito para quem deseja passar as férias de fim de ano e soltar pipa com a molecada. Mas pense bem antes de sair correndo pelas ruas da QNQ, pois as suas chances de cair num bueiro destampado e engolir água de bosta são bastantes elevadas. Um detalhe marcante da cidade são os bueiros entupidos na epóca da chuva, a cidade vira atração turísticas com as cachoeiras de bosta.

Os assaltos ocorrem em plena luz do dia, horário perfeito, pois os vagabundos sabem que os poucos moradores descentes estão ralando no Plano Piloto. Segundo os dados da Secretaria de Segurança Pública-DF, os artigos mais roubados nos interiores das moradia na QNQ são: Botijão de gás, fios de cobre, panela de pressão, liquidificadores e torneiras. Esses itens são revendidos na Feira do Rolo por um precinho camarada.

Não há como passear nas ruas da QNQ sem ficar doidão de maconha, 99% das esquinas estão ocupadas por adolescentes fumando um baseado. Mas essa porcentacem diminui algumas vezes no ano quando ocorre alguma chacina e morrem 30% desses noiado.

O bairro tem um elevado índice de gravidez na adolescência, 11 em cada 10 garotas de menos de 18 anos já é mãe. A comunidade põe a culpa no Posto de Saúde local, pois para se pegar preservativo é necessário apresentar identidade, e quem não tem nem certidão de nascimento vai ter muito menos identidade.

A população da QNQ não conta com lazer de qualidade, um dos momentos mais esperados pela comunidade é a chegada da Ação Global, momento em que os moradores aproveitam pra cortar o cabelo, tirar carteira de identidade para pegar preservativo no posto e ganhar picolé de graça.

O local é muito alegre e festivo aos finais de semana, onde ocorre churrasco nas casas dos vizinhos. Esses churrascos sempre são fartos de Schincariol e sucos gammy, bebida típica dos ceilandeses a base de suco fresh e pedra 90. E muito tiozão dançando créu.


Condomínio PrivêEditar

Aqui se escondem os fracassados que não conseguem moradia na QNQ, do P Norte e do P Sul. É onde está a verdadeira Síria da Ceilândia.

NotasEditar