Abrir menu principal

Desciclopédia β

Cena

Cena, do latim cera, pois os atores todos já estavam com cara de vela derretida, se passa enquanto você coça o saco, arranca pentelhos e come pipoca melecada. Quando surgiu, o diretor(que nem existia), não sabia se aquilo estava bom pra convencer quem veria a cena, então cada quadro da cena passou a se chamar encenação, e o conjunto de várias delas cena.

Cenas comunsEditar

 
Inside de uma bela cena de confraternizaçãp.

Mesmo as cenas do cotidiano não sendo comuns, são chamadas em geral de cenas atrozes, cenas dantescas, cenas de espanto... nem me refiro a darmos de cara acidentalmente, um se assustando com o outro, mas são cenas daquelas de sempre, em que talvez apareça alguma alma penada pois no além onde estará quem pereceu na cena, só mesmo uma boa alma penada pra resolver.

Não se sabe porque chamar cena comum quando alguém se fode na realidade e não na ficção, e quando alguém se fode na ficção, todos se lamentam e até choram. Programas policiais vivem de explorar essas cenas comuns, pois quem quer ver atrocidades reais pra variar dos filmes, seriados, séries, animes, livros ou o que seja, acaba gostando de ver isso, mas nem semrpe apenas porque no dos outros é refresco, mas para falar que deve-se saber o que ocorre pra se precaver, mas já sabendo que ver isso não adiantará porra nenhuma, a não ser pra garantir a audiência e os salários a urubuzada que apresenta isso.

Isso nada mais é do que apenas pra falar que cena pode ser uma cena real, nada mais do que ações involuntárias(ou quase), de qualquer ocorrência. Na ficção usaram o nome cena pra convencer logo pelo nome, que aquilo é real ou dar a impressão de ser real pra quem visse. Oras, quem se dispõe a ver qualquer obra de ficção já está disposto a acreditar até em sereia voadoras com chifres de unicórnio que cantam ópera tocando viola. Nem precisa tanto esforço de diretores, cenaristas, atores, etc.

Cena incomumEditar

Já que cena comum é da realidade e só de escutar esse termo já é pra saber que não é boa coisa de se ver, a não ser que for legista ou algo do gênero, então as cenas de ficção deveriam ser chamadas de incomuns, e são mesmo, ao menos as reações provocadas são incomuns: punheta,

 
Clichês de animes por mais que sejam clichês, sempre são estranhos.

coceira no céu da boca, cuspidas em estilo chuveiro, socos no ar, gritinhos histéricos e coisas assim... sim, você lembra de cenas reais de arquibancada de jogos esportivos, principalmente futebol, mas pode ocorrer com filmes, novelas(zzzz...), animes, séries... elas precisam apenas de sucessões de cenas malfeitas ou bem feitas, tanto faz, pois sempre haverá um público que aprecie, pra que essas reações se manifestem.

 
Cena de amadurecimento.

Pra não repetir sempre os mesmos tipos de cenas, alguns diretores, autores e atores se desdobram... e fazem estórias sobre dobras temporais e coisas assim, mas não perdem o costume de colocar coisas de sempre, salvo algumas exceções, não tanto porque todos queiram colocar esses clichês, mas porque os telespectadores podem estar esperando isso, e como é confirmado que uns 70% querem se virar do avesso em emoções, então porque se arriscariam, cineastas por exemplo a perder grana, e não arrumar espaço em suas obras pra essas cenas? Mas perceba que poderiam mesmo aparecer na obra coisas do tipo pessoas se divertindo no chuveiro, beicinhos se enroscando, nada demais, pessoas acreditando num herói ou representante... mas eles não podem colocar como cenas secundárias, a maior parte do público quer isso como ápice por isso o estrago, mas e daí? Não vamos deixar de gostar por isso, mas que algumas vezes isso mata outras cenas que poderiam ser melhor aproveitadas e a cena nem é de assassinato.

Ver a cena tambémEditar