Chevrolet Onix

Típico sonho de consumo da classe média. Este artigo é sobre um carro.

Puta que pariu, pisa no freio, Zé...

Ele queima óleo, suja sua garagem, solta fumaça e sempre lhe deixa na mão no meio da estrada!
Só de olhar a traseira já dá pra ver que é uma cópia fiel do Gol.

Cquote1.svg Você quis dizer: Fusão de um Corsa com um Gol Cquote2.svg
Google sobre Chevrolet Onix
Cquote1.png Experimente também: O seu antecessor que é uma merda do tamanho do mundo Cquote2.png
Sugestão do Google para Chevrolet Onix
Cquote1.svg Ai que burro, dá zero pra ele! Cquote2.svg
LatinNCAP sobre Onix
Cquote1.svg Essa porra é pior do que o Corsa! Cquote2.svg
Proprietário de Onix sobre Onix
Cquote1.svg Ainda bem que não troquei meu Corsa! Cquote2.svg
Proprietário de Corsa sobre Onix
Cquote1.svg Prefiro o Celta! Cquote2.svg
Pobre sobre Onix
Cquote1.svg Prefiro o Palio! Cquote2.svg
Idiota sobre Onix
Cquote1.svg Fui eu que desenhei esse carro Cquote2.svg
Latino sobre Onix

Chevrolet Onix é nada mais nada menos que uma fusão de um Corsa com um Gol.

O começoEditar

 
Assim como clubes de futebol de várzea, o Onix também não conquistou nenhuma estrela.

Tudo começou em um dia esquecido de abril de 2012, quando um Corsa bem velho que já estava prestes a ser aposentado e mandado para a puta que pariu pela Merdolet cruzou com um Gol G6 novinho em folha, e acabou fazendo esta merda o Chevrolet Onix, que já começou cagando e pisando na bola com suas primeiras unidades vendidas. E seu motor destaca-se pela última palavra de modernidade, é o mesmo bloco lançado na Alemanha nos longíquos anos 70!

Sucesso de vendasEditar

A partir de 2015, como o Gol estava com um visual mais atrasado que Rubens Barrichello e mais pelado que atriz pornô, o Onix se aproveitou disso e emplacou o primeiro lugar nas vendas de carros no Brasil, apesar da sua cara de capivara (que também aparecia na Spin e no Cocôbalt) e do seu motor mais velho que Oscar Niemeyer e Cid Moreira juntos, mostrando que brasileiro sempre foi burro ao comprar carros.

Em 2016, assim como boa parte da linha da Chevrolet, abandonou a cara de capivara e ficou um pouco mais bonitinho pra enganar trouxas. No ano seguinte, conseguiu a proeza de ganhar 0 estrelas no teste do Latin NCAP, transformando o Onix numa legítima porta para o céu (título ostentado também por um de seus antecessores, o Celta): bateu, morreu!

Nova geração explosivaEditar

Em 2019 ganhou uma nova geração, se tornando um quase filho do Cruze, além de receber os motores explosivos que já eram utilizados pelo Fiat Marea há 25 anos. O resultado não podia ser outro: várias explosões e incêndios envolvendo o novo Onix, fazendo com que ele se torne o Marea da Chevrolet, e também o carro oficial do Estado Islâmico.

Ficha técnica (ou não)Editar

 
Moderna central multimídia 0Star do Onix.
  • Motores: 1.0 e 1.4 L - jurássicos, impotentes e beberrões
  • Peso: 24 kg
  • Preço: Muito caro pra o que vale
  • Rivais: Gol, Palio, Fiesta
  • Capacidade: 5 Pessoas
  • Porta-malas: 280 litros
  • Avaliação dos donos: -24,666%
  • Velocidade máxima: 220 km/h em queda livre
  • Comprimento: 0,24 m
  • Altura: 6,666 cm

VersõesEditar

  • LS: Lixo Satisfatório.
  • LT: Lixo Total.
  • LTZ: Lixo Total Zicado.
  • Premier: Lixo Premium

Ver tambémEditar

  Conheça também a versão oposta de Chevrolet Onix no Mundo do Contra: