Abrir menu principal

Desciclopédia β

Christiane Torloni

Bandeira do Estado de São Paulo.svg.jpg Salve, truta! Este artigo é paulista: não gosta de gaúcho nem de carioca e se acha um puta trabalhador, né, meu! E não tá completo, pois o vacilão foi tomar um chôps e dois pastel, meu!
Tereza Cristina, um clone da Christiane Torloni, mostrando sua cara feia esticada pelo botox

Cquote1.png Hoje é dia de rock, bebê! Cquote2.png
Christiane Torloni sobre ela mesma
Cquote1.png Rainha do Nilo Cquote2.png
Crô sobre Christiane Torloni
Cquote1.png Essa velha já deu o que tinha que dar. Cquote2.png
Todo mundo sobre Christiane Torloni

Christiane Maria dos Santos Torloni (São Paulo, 18 de fevereiro de 1957) é uma puta drogada atriz da Rede Globo. O fato de atuar em tal emissora é um mistério para todos, já que todas as atrizes da Globo só estão nas novelas graças ao teste do sofá. Mas ela é tão feia que se um homem ver ela pelada, vomita e morre em meio a engasgos no próprio vômito. Só em tramas dão a ela a ilusão de ser gostosa.

BiografiaEditar

É filha de dois atores desconhecidos. Decidiu seguir carreira artística mesmo sem talento algum e estreou na Globo aos 19 anos, quando era comível pra cacete. Na mesma época, posou duas vezes para a Playboy, e as duas revistas entraram para o Livro dos Recordes como as revistas em que ela ainda tinha bunda (ou parte dela).

 
MEUS OLHOS! MEUS OLHOS ESTÃO QUEIMANDO!

Casou-se com o diretor Dennis Carvalho e teve gêmeos idênticos, mas um morreu criança. Ela se isolou na terra dos bigodes com o filho que sobrou e se separou. Um tempo depois voltou embarangada. Não teve muitos relacionamentos depois disso (obviamente, havia levado uma chapa na bunda o que a fez sumir), mas se casou com um cara que nem chegou a morar junto com ela porque era um viado. Atualmente, além de fumar uma erva e assistir o Rock in Rio se concentrar no trabalho, se envolve em vários trabalhos voluntários. Porém, é óbvio que só faz isso porque quer atrair a mídia sem precisar tirar a calcinha (ja que Zé Mayer, o comedor, ordenou que ela só mostrasse a Amazônia pra ele.)

Papéis de mais destaqueEditar

  • 1985 - A Gata Comeu .... Joana "Jô" Penteado
  • 2001 - Um Anjo Caiu do Céu .... Laila de Montaltino
  • 2003 - Mulheres Apaixonadas .... Helena Moraes Ribeiro Alves
  • 2011 - Fina Estampa .... Tereza Cristina Buarque de Siqueira

Nas outras novelas que participou, seu papel era tão irrelevante que é melhor nem listarmos.

É dia de rock, bebê!Editar

Um dia, enquanto assistia o Rock in Rio e se emaconhava, Christiane deu uma entrevista e disse a frase mais falada pelos favelados ultimamente: "hoje é dia de rock, bebê!". Agora, graças a esse capeta, temos que aturar inúmeras variações desta oração e pensamos cada vez mais na possibilidade do suicídio.