Abrir menu principal

Desciclopédia β

Chup-Chup

Cquote1.png Experimente também: Pirulito Cquote2.png
Google sobre Chup-Chup
Cquote1.png Chupem enquanto está duro Cquote2.png
Vendedor sobre Chup-Chup
Cquote1.png Eu faço chup-chup Cquote2.png
Fabricante sobre Chup-Chup ou algo mais

Elemento semi-fálico requintado da culinária brasileira, que traz o frescor de gelo com algum sabor de sucos artificiais, tudo dentro de um saquinho.

Chup-Chup em versão cinematográfica
Versão para quem gosta de ficar de fogo

Índice

HistóriaEditar

Surgiu no Polo Norte como camisinha de esquimó e foi importado por terras tropicais, aquecendo, ou melhor esfriando a economia interna e aquecendo a economia do mulequinho "do isopor".

Já em terras quentes, ganhou sabores diversos, que invariavelmente são feitos de sucos artificiais em pó de R$ 0,10. Os sabores mais comuns são:

  • Vermelho
  • Amarelo
  • Roxo
  • Branco esquisitogozo
  • Azul

IntroduçãoEditar

Maravilhoso elemento da culinária baseada em restrições orçamentárias, que pode ser usado como educador sexual prático, principalmente nos sabores roxo e vermelho.

Uma questão intrigante é o porque do nome Chup-Chup, pois o consumidor não chupa, mas sim come uma vez que é necessário morder o gelo. Chupar um Chup-Chup é inútil inicialmente, a não ser que a pessoa fique esperando-o virar líquido novamente para chupá-lo.

Nomes alternativosEditar

Dependendo de onde você esteja esta delícia gelada terá nomes como:

Veja tambémEditar