Abrir menu principal

Desciclopédia β

Circuit de Spa-Francorchamps

Cquote1.png Você quis dizer: Circuito da Morte Cquote2.png
Google sobre Circuit de Spa-Francorchamps
Cquote1.png Você quis dizer: Lar do Capeta Cquote2.png
Google sobre Circuit de Spa-Francorchamps
Cquote1.png Você quis dizer: Mônaco Cquote2.png
Google sobre Circuit de Spa-Francorchamps
Cquote1.png SE FODEU Cquote2.png
Visão de alguém que bateu em Spa nos anos 60
Cquote1.png Tem esse nome por causa do lago vermelho que tem perto daqui Cquote2.png
Galvão Bueno sobre Radillion Eau Rouge
Cquote1.png Como esses feladaputas sobreviveram? Cquote2.png
Frank Williams sobre acidente de Jacques Villeneuve e Luciano Burti em 1999
Cquote1.png Sorte que me livrei dessa poha! Cquote2.png
Ayrton Senna, Jim Clark e outros pilotos da F1 que ja morreram sobre Circuit de Spa-Francorchamps

O mapinha dessa desgraça

Circuit de Spa-Francorchamps (Circuito do Spa dos Franceses Campeões) é um circuito de corrida localizado no meio do mato lá na Bélgica, perto do Spa e do Rio de Sangue. Por causa do seu prerigo, o circuito ja saiu do calendário da Formula Bernie 1 diversas vezes, e só voltou por que os fãs queriam ver os pilotos se dando mal.

Índice

HistóriaEditar

Pré-guerraEditar

Em algum lugar na Bélgica, em 1933, o conde Scweiz Von Schucrutt Percebeu que as corridas de carros estavam começando a viram modinha na época, então ele pediu que seus escravos funcionarios construissem um circuito de rua que seus vizinhos considerassem-o o mais FAST do mundo, pra concorrer com o Le Mans dos seus vizinhos franceses. Em homenagem as aldeias do lugar onde estava a pista, ele batizou o nome do circuito de: Circuit de Malmedy-Stavelot-Spa-Masta-Francorchamps (Poha, tudo isso?) E comecou a fazer um monte de corridas nesse seu circuitinho novo.

Corridas na Fórmula 1Editar

 
Se não bastava o nome, o traçado...

Depois da guerra que Adolfinho provocou na Zuropa, comecaram a voltar as corridas, e não demorou muito para alguem fazer um campeonato disso. E então foi criada a F1! Que era uma porcaria pior que a atual, com pistas com formato totalmente desregular (Monaco com 3km e Nurburgring com 22km) e pilotos que ninguém nunca ouviu falar. Uma dessas corridas acontecia em Spa, em uma corrida totalmente maluca, chegando a ter dois pilotos morrendo em questão de segundos.

Formula 1 ModernaEditar

Ja na F1 moderna, Spa não é mais a mesma. O layout foi totalmente redesenhado pelo merda do Hermann Tilke e a corrida só tem 44 voltas. A única coisa boa da pista (que falarei mais embaixo) ainda é a mesma (milagre).

Partes Famosas da pistaEditar

La SourceEditar

 
"I believe i can fly!..."

Acredite se quiser, mas essa curva sempre foi assim. Ela não é invenção do Bostann Tilke, ela ja foi criada no traçado original mesmo. Ela é simplesmente um hairpin no meio da reta de alta-velocidade (Uma coisa comum nos traçados do Tilke) e é um bom ponto pros pilotos sairem da corrida na primeira volta.

Radillion Eau RougeEditar

 
Pode parecer inofensiva, mas é um perigo mortal!

Curva que, segundo Galvão Bueno, tem esse nome por causa do rio de barro vermelho que corre ao lado da pista. Mas na verdade ela tem esse nome por causa das inúmeras mortes que teve nessa curva. É a mais conhecida e mortal, certeza que se você encontrar algum ex-piloto, e perguntar a ele: "Você correria na Eau Rouge de novo?", 99% diria "NÃO! Você é louco???" E 1% sofreria um AVC.

BlanchimontEditar

 
Otário que errou o caminho

Outra curva difícil e rápida, Blanchimont é a 2ā em questão de mortes, onde o piloto pode chegar a 350km/h. Era uma curva paunuku pois logo depois vinha a La Source, mas Tilke, de alguma maneira piorou isso, colocando uma chincane antes da reta.

Ver tambémEditar

v d e h
 Circuitos de Fórmula 1 2018 

Circo atual: Melbourne (Austrália) • Sakhir (Bahrain) • Shanghai (China) • Baku (Azerbaijão) • Barcelona-Catalunya (Espanha) • Monte Carlo (Mônaco) • Montreal (Canadá) • Le Castellet (França) • Red Bull Ring (Áustria) • Hockemheimring (Alemanha) • Silverstone (Reino Unido) • Hungaroring (Hungria) • Spa-Francorchamps (Bélgica) • Monza (Itália) • Marina Bay (Singapura) • Sochi (Rússia) • Suzuka (Japão) • Austin (Estados Unidos) • Hermanos Rodríguez (México) • Interlagos (Brasil) • Yas Marina (Emirados Árabes Unidos)

Circuitos descartados: Adelaide (Austrália) • AVUS (Alemanha) • Buddh (Índia) • Buenos Aires (Argentina) • Estoril (Portugal) • Ímola (San Marino) • Indianapolis (Estados Unidos) • Istanbul (Turquia) • Jacarepaguá (Brasil) • Kyalami (África do Sul) • Magny-Cours (França) • Nürburgring (Alemanha) • Sepang (Malásia) • Valencia (Europa/Espanha)

Circuitos do futuro: AssenCopenhaguemNova JerseyVietnãMute City