Abrir menu principal

Desciclopédia β

Conflito russo-ucraniano

O Conflito russo-ucraniano foi a mini-guerra mais tosca da idade contemporânea (Não é o conflito israelo-palestino porque o mesmo já vem desde o período Pré-Cambriano), que consistia em 2 países querendo conquistar uma península em forma de vagina losango (vulgo Crimeia) sem importância alguma para o mundo. Começou em 2013, quando o renomado presidente da Federação Russa Vladmir Putin, que não é бобо nem nada (mentira, é bobo sim) viu os movimentos separatistas crescendo na Crimeia. Entre eles estavam os pró-Ocidente, os pró-Rússia e os pró-Independência, além dos pró-fissionais du sequiçu. Putinho sentiu tesão pelos movimentos pró-Rússia, pelo fato de seu nacionalismo russo estar escorrendo pelos seus olhos como o sangue de um portador de Ebola.

Crise da Crimeia de 2014
Parte da Treta na Ucrânia
Crimeia-Ucrânia-Rússia.png
Localização da Crimeia e Ucrânia na Europa (cinza escuro)
  Crimeia (incluindo Sevastopol)
  Restante da Ucrânia
Data 23 de fevereiro de 2014 – A mídia não falou mais nada
Local Leste Zeuropeu
Desfecho Não deu em nada. Mais precisamente, a Crimeia agora é "oficialmente" russa, mesmo com a Ucrânia não aceitando isso. Ou seja, nada.
Combatentes
Russia
Pró-russos

link={{{3}}} 4Chan
link={{{3}}} Russia Today
Bandeira da Rússia.png Russos da Ucrânia

link={{{3}}} Mãe Rússia

Ucrânia
Pró-ucranianos

link={{{3}}} Ucrânia
link={{{3}}} Tártaros da Crimeia
link={{{3}}} McDonald's
Principais líderes
link={{{3}}} Natalia Poklonskaya
link={{{3}}} Zangief
Ancapflag.png Ron Paul
link={{{3}}} Borat

link={{{3}}} Vladimir Putin
link={{{3}}} Renato Russo
link={{{3}}} Ursinhos Carinhosos

Flag of Ukraine.png Oleksandr Turchynov
link={{{3}}} Ronald McDonald
Ancapflag.png Rand Paul
link={{{3}}} Barack Obama
link={{{3}}} Sarah Palin
Escovafulera.jpg Coelho da Colgate

Com isso, ele mandou suas tropas para lá ao propósito de estuprar a população e fazê-los pagarem por aborto reivindicarem a Crimeia, que tem mais russo que ucraniano (assim como a Seleção Ucraniana de Futebol). Os militares não eram lá os mais amigáveis e foram conhecidos por arrumarem intrigas com moradores com direito a pancadaria, tiroteio, estupro, cárcere privado, tortura e morte, o que chamou a atenção do mundo para o conflito, onde as coisas começaram a esquentar. Pra falar a verdade, este conflito pouco nos importaria se não houvessem ameaças nucleares implícitas entre a RSFS da Rússia e a RSS da Ucrânia para ver quem se anexa ao pequeno e sem importância estratégica territóriozinho de merda da Crimeia, considerando que os Estados Unidos dizem que a Eurozona é de sua propriedade. O fato é que, com exceção destes dois países (e sabe lá o motivo dos dois), ninguém se importa com a Crimeia.

Índice

MotivosEditar

Um dos maiores motivos da intriga de novela das 8 mais real que ocorreu no planeta foi histórico. Nas terras vermelhas de menstruação comunismo soviético, existia algo que futuramente seria a Ucrânia. Com a feliz queda do Império Soviético da União Soviética, a Ucrânia estava livre para legalizar casamento gay, drogas e coisas do tipo, mas com ela estava um câncer, o câncer chamado Crimeia, que tinha russos e cazaques perdidos vagando pelas geladas pradarias. 20 anos depois, a merda estava feita e essa merda foi colocada no Gulag e virou geladinho de merda. Enfim, como todo bom ditador Putin teve seu momento de loucura e relembrou que suas ações do banco imobiliário grande parte da população russa estava concentrada no Crime da meia idade, não pensou duas vezes... pensou 3 vezes relembrando os momentos que passava em bordéis ucranianos com os deputados da região então ele já estava ali e resolveu invadir toda Ucrânia, mas lembrou dos Estados Unidos e colocou então o dedão no cu e só sacaneou a Crimeia mesmo, que só serve pra guarda estoque de lego defeituoso da Dinamarca. No meio disso, protestos na Ucrânia explodiam alguns patrimônios históricos do país, patrimônios como a torre de panquecas e a cachoeira de whisky sem-gelo. E algumas teorias surgiram, explicando: pra que fazer isso? Todo mundo já sabe que o ser humano gosta de um barraco.

Protestos na UcrâniaEditar

 
A população ucraniana roubou todos os pneus de carro, para tentar falir a industria automobilistica. Mas lembraram que isso não tem nada a ver e deixaram os pneus no meio da rua, o que aumentou a taxa de dengue, o que fez o presidente ucraniano pegar dengue e morrer com um cancer no pênis.

Os protestos ucranianos contra o presidente corrupto doidão ajudaram muito a começar o conflito com a Rússia. Tudo começou no inicio quando os ditadores deputados ucranianos rejeitaram a proposta da Ucrânia fazer esquemas ilegais europeus parte da União Europeia, com isso a população que preferia não perder os 20 centavos em viagens para a Crimeia e a população então ficou Putin da vida e começou assim a tomar as ruas e gritar não é só pelos 20 centavos, conseguiram tomar a praça da independência e foram travadas verdadeiras batalhas de RPG só que com gases lacrimogéneos e coquetéis molotovs. Com situação ficando afro-descendente, o presidente deu uma de merda e vazou, e a população ucraniana finalmente conseguiu se impôr... mas não por muito tempo pois Vladimir Putin não gostou nada de terem tirado um aliado dele do poder e tentarem se aproximar da UE.

No meio dos protestos, rolou de tudo: político jogado na lixeira, queima de russos com cigarros falsificados, queima de ucranianos com cigarros não-falsificados (os ucranianos são mais soft), prostituição de parlamentares e explosões em praça pública. Novamente, nada disso passou do padrão de dia-a-dia do Leste Europeu, então somente o resto do mundo ficou chocado. Barack Obama já ficou esperto e mandou seus escravos funcionários levantarem a bunda da cadeira e irem espiar os protestos ucranianos para saber do que se trata, porque ninguém conseguiria entender as palavras cheias de símbolos e fonéticas quebradiças além de agentes super treinados da CIA e os Illuminati. Estudiosos acreditam que na verdade os EUA mandaram um cara com uma peruca mal-feita que roubou todas as informações da falida Ucrânia, mas são boatos mal-contados, pessoas mais crédulas dizem que os russos mandaram um espião escocês investigar a Ucrânia, mas erraram o caminho e estão em Madagascar comendo lêmures fritos.

Depois de terem voltado com as informações, os agentes contataram os chefes da OTAN para refletirem como eles procederão para essa situação, e estão assim até o momento em que você estiver lendo esse artigo (se você estiver lendo em 3040, talvez eles já tenham terminado). No meio de tudo isso, as cidades ucranianas pegavam fogo e a mídia gravava pra colocar em programas matutinos de notícias que seu pai assiste tomando café velho antes de ir pro trabalho. Quando o protesto parcialmente cessou, a Rússia entrou na parada e Putin resolveu mandar suas tropas logo e estuprar a Crimeia bem gostoso (onde futuramente será lançado um filme baseado no acontecimento: Russos grandes, gelados e separatistas), aí sim a treta começou de verdade.

A Teoria da AppleEditar

Teoristas da conspiração dizem que um dos causadores do conflito foi o ditador Steve Jobs, pois ele queria a toda a Crimeia só para ele, já que ele queria reviver o Império da APPlândia, Império que foi tomado pelo Ditador Bill Gates da República da Microsoftlândia, então ele decidiu recomeçar o Império pela Crimeia, onde ele iria instalar a sua nova sede da Apple e dominar o mundo inteiro, mas para isso ele teve de subornar os russos com criancinhas apetitosas (o sangue comunista ainda não foi perdido) para que eles pudessem destruir as forças ucranianas. Mas ele não contava que James Bond já sabia de tudo e invadiu a sede da Apple na Rússia, onde o Steve Jobs (Que era um general russo em segredo e ninguém nunca soube) planejou os ataques á Crimeia, mas o Bond foi capturado pelo Jobs, mas Bond pegou escondido um IPhone e informou isso para a Crimeia, assim as forças de segurança mundiais estavam atrás do Steve Jobs. O que levou ao Jobs destruir um avião que carregava agentes do FBI e da CIA, e assim ele foi caçado e morto. Você aí pensando que ele morreu de "duença nu korasao", seu alienado manipulado!

Mas isto não importou muito pois Bill Gates e o Império da Microsoftlândia já estão preparando seus ataques para a Crimeia e vão colocar a Tela Azul da Morte nos computadores dos generais Russos, e depois invadir a Crimeia, deppois disso o tio Bill vai atacar o resto da Ucrânia e depois vai invadir a Russia e conquistar a Russia inteira, mas até este dia chegar o Putin já pode descansar em paz na Crimeia. 99,9% da população acha essa teoria uma falácia de tão confusa, 0,1% ainda não a conhecem.

A tretaEditar

 
A arma secreta de Putin

A treta começa. A Rússia arma as suas armas, e a Ucrânia arma seus gravetos, depois ambos lembram que nenhum tem tanta tecnologia assim. Então, começam uma guerra de bola de neve, e essa treta dura durante 2 noites e 3 dias (punição por dirigir a 120 km/h) e isso acabou enchendo tanto de neve que ficou parecendo área russa (ou seja inabitável para seres humanos), então com isso virou uma área quase russa e fechou os Mc Donalds ucranianos, e o vermelho começou a tomar conta. Não passou muito tempo e se iniciou uma possível Guerra Fria e ai a guerra começou a ficar quente e derreteu a neve e ficou habitável para ambas as especies (russos não podem mais serem considerados Homo sapiens, assim como bielorrussos e acrianos) e então (agora sim) iniciou a treta de verdade (na verdade, a treta de verdade já tinha começado de verdade antes dela começar de verdade como o texto de verdade cita, não se espante pela gigante quantidade de verdades e parênteses nessa seção).

Quando os militares russomanos anexaram toda a Crimeia, os ucranianos foram derrotados e ficaram extremamente putos. A União Européia, a OTAN, a ONU, o BRICS (agora BICS, já que o Brasil não gostou da ação russa, e é o Brasil que manda nessa porra, morô?) e o resto das panelinhas do mundo tiraram a atenção dos protestos e meteram o olho (ui!) na invasão russa.

Com a Crimeia anexada militarmente (mas ela ainda era da Ucrânia, Putin só esperava pra dar o bote político e ter aquela terra só pra ele guardar suas armas nucleares estragadas), os militares ficaram no controle da área e os moradores ucranianos ficaram putos e blá blá blá que dá em toda anexação de alguma localidade em questão. Putinho já não precisava mais fazer nada e voltou as bebedeiras no bar da esquina, já que nenhum ucraniano pensou em um contra-ataque em soldados mal-abastecidos, já que nem era tão óbvio.

O aviãoEditar

Quando um avião Boeing da Malásia estava trazendo o suprimento de vodka para a Russia (além de alguns cientistas com propostas insignificantes, como cura da Aids e do câncer), a Ucrânia se sentiu amedrontada, pois eles sabiam que a Russia se torna invencível quando esta bêbada (pfffft, russos sempre estão bêbados) e sai matando todo mundo que vê pela frente com a AK-47 (pffffffft, russos só matam com AK-47). Porém, a Ucrânia sabia que a Russia não pode sobreviver muito tempo sem a sua vodka e morreria, assim começou o plano da Operação Malasya Airlines. O plano começou quando os ucranianos raptaram o avião e o fizeram desaparecer, pensaram eles assim que a vodka da Rússia acabaria, esquecendo o pequeno detalhe que existem fábricas da bebida a cada metro quadrado russo. Pensaram eles que Vladmir iria ficar Putin e, desesperado, lançaria o primeiro homem para Marte, com o objetivo de roubar a vodka dos marcianos. Porem, nada disso aconteceu, os ucranianos levaram um avião fingindo ter vodka para a Rússia, mas na verdade tinha uma bomba feita com material radioativo de Chernobyl para explodir o Kremlin. Os russos não entenderam nada de que se tratava e explodiram o avião, mas a mídia não mostrou isso porque o cinegrafista morreu no processo, e a mídia não mostrou isso também porque o cinegrafista que filmava o cinegrafista morto também morreu.

Independência e anexação russaEditar

O governo da Crimeia, logo após receber ovos de pedras preciosas em pastas da Rússia como compensação por seus esforços para se juntar à Federação Russa, realizou a Independência da Crimeia para conformar-se a toda-poderosa República da Crimeia reconhecida sobretudo pela Rússia, e por mais ninguém, que durou ainda menos que a democracia em seu país e dois dias depois essa nova República (com todo o seu petróleo, sim, isso explica a vontade dos Estados Unidos de se meter na treta) já havia combinado formar parte da Rússia, que está em processo de adoção. Enquanto isso Kiev e EUA ainda não reconhecem a separação e dizem que estão dispostos a acabar com a península da Crimeia e com todo ser vivo que nela se encontre. Isso tudo aconteceu por de baixo dos panos e a Globo, Veja e a revista Recreio disseram que estavam ocorrendo "acordos". No meio dessa nova "República Autônoma da Crimeia", Natalia Poklonskaya, a gostosona manda-chuva da parada tomou controle. Como a República não foi reconhecida por ninguém alem da Rossyia, uma independência di faktu não pode ser alegada, mas depois, o golpe foi feito: depois de anexar socialmente, economicamente e militarmente a Crimeia, o Poderoso Pintão Putin finalmente anexou politicamente a península, que agora era realmente russa, depois de muitas enganações por parte da mídia dizendo que a Europa inteira já estava em mãos russas.

Depois de um tempo, os EUA e o resto do mundo decidiram reconhecer isso, porque briga de criança (Ucrânia) e adulto bobão (Rússia) não se pode contrariar. Agora a expressão "tirar doce de criança" virou "tirar Crimeia da Ucrânia".

Atenção InternacionalEditar

Vários países se chocaram com o conflito na Crimeia, dentre eles os principais foram:

  Estados Unidos

Como já citada, a Terra da Liberdade Muricana não podia ficar fora da festa. Com algumas ligações e cartinhas de amor, Obama e Putin dialogaram calmamente a respeito da invasão "com motivos definidos". Os EUA também ficaram tentados pela Crimeia, planejando anexarem ela e depois "devolver" aos ucranianos, se é que você me entende.

   
Putin invadindo a Casa Branca.
Russos em Nova York.

  Uganda

A Uganda, sendo o país mais rico do mundo, decidiu tomar uma opinião formada sobre a Crimeia e colocar nos jornais locais, assim o governo teria mais seguidores para fazer uma ditadura anti-homossexuais. Alguns governantes ugandeses também eram interessados na Crimeia, para terem mais acesso à regiões eslavas, que consequentemente tem muita bebida e armas nucleares, o que ajudaria eles a destruírem a Suazilândia.

  São Tomé e Príncipe

As Ilhas de São Tomé e Príncipe, principal centro de pesquisa científica do mundo, descobriu em pesquisas na Área 54 que a Crimeia é a sede da organização dos Illuminatis e eles planejavam dominar a Russia inteira e, depois, anexar a Europa, Ásia, Africa e Oceania, assim formando o Reino Illuminati!!! (Eles não anexaram a América pois os Estados Unidos já é parte do Reino Illuminati e controla a América toda) Então, São Tomé e Príncipe decidiu que, para isso, eles deveriam destruir total e completamente a Crimeia. Assim eles lançaram 500 mísseis nucleares de 90 Ogivas na Crimeia e destruíram a Europa inteira, assim nenhum Illuminati poderia pegar a Europa. E esse foi o enredo dos quadrinhos do Capitão São Tomé, que é muito famoso na ilha.

Sealand

Sim, Sealand. O bunker/principado/micro-nação/caralhaquatro também se espantou com a invasão da Crimeia e postou em seu site oficial que é feio invadir a casa do coleguinha, sendo que Sealand já invadiu umas outras 56 micro-nações na Guerra dos Palitos de Dente. Depois disso, observadores ingleses perceberam que o bunker tinha agora muitos guardas armados com snipers de papelão, preocupados com uma possível ofensiva russa para toda a Europa.

  China

Quando os Chineses viram que os Estados Unidos estava interessado na Crimeia (com a desculpa de intervir nas ações "desumanas" da Rússia), os chineses decidiram pegar a Ucrânia INTEIRA para eles (fazem isto porque podem) então os eles planejaram expulsar o tio Bill de lá (os teoristas da teoria da Apple eram todos chineses, por isso essa fé toda no negócio). Alguns soldadinhos de chumbo chineses chegaram no local, não tinha nenhum Bill Gates e foram embora com algumas lembrancinhas da Ucrânia pra colocarem em cima do armário.

  Brasil

A mídia sensacionalista brasileira chocou seus habitantes com os russos malvadões matando e crucificando cidadães ucranianos de bem. O Brasil em si não ligou muito, já que refresco no cu dos outros é pime...não pera... Como ia dizendo, conflito na Zoropa não dá em nada em países subdesenvolvidos emergentes da América do Sul.

União Europeia

  •   Reino Unido: A única coisa em comum entre Inglaterra, Escócia, Gales e Irlanda do Norte (além de estarem em um reino unido) é que eles estão pouco se fodendo para esse conflito.
  •   França: Os descendentes de Napoleão não gostaram nada do ocorrido na Crimeia, já que os lembrava de russos, e russos lembravam a derrota francesa em Moscou. Anexação também lembra Alemanha Nazi e já sabemos até onde isso vai, né?
  •   Itália: A Itália estava muito interessada nisso, pois a mafia Italiana, que governa o país, achou a Crimeia um ótimo lugar para uma filial da máfia, onde eles torturariam franceses e políticos não-corruptos do parlamento italiano.
  •   Espanha: Alguns parlamentares e ministros espanhóis, enquanto corriam de touros e cobradores da União Europeia, disseram a imprensa que ainda não sabiam que o conflito estava ocorrendo, já que a Espanha está com pouco dinheiro para pagar meios de comunicação no país.
  •   Portugal: O exército de Portugal decidiu que queria a Crimeia, assim eles poderiam mandar toda a população de Portugal para lá. Depois eles poderiam tacar fogo em Portugal, já que a Espanha estava ameaçando tomar Portugal a força. Depois disso o governo português viu seus soldados levando pessoas em ônibus para a Crimeia e resolveram intervir, já que nada disso estava realmente acontecendo e os soldados achavam que estavam na Segunda Guerra Mundial. Portugal em si não ligou muito pra invasão russa, eles estão mais preocupados em pagar dívidas com o resto da Europa.
  •   Países Baixos: Os Países Baixos (ou Rolanda), que estavam afundando, ouviram falar sobre os acontecimentos da Crimeia. Mas eles não conseguiram fazer nada pois os mesmos estavam se afogando.
  •   Bélgica: A Bélgica estava tacando o foda-se para essa guerrinha de otários, até que sofreram a ameaça de perder a área de chocolate e waffles das áreas ilegais ucranianas.
  •   Luxemburgo: Luxemburgo mais conhecido com LUX, de luxúria, pois na área tinha muita bandida para um delegado só, usou das mesmas táticas iniciais da Bélgica, mas como eles são um país minúsculo ficaram com medo da OTAN oprimir eles por não terem opinião nenhuma sobre nada.
  •   Irlanda: A Irlanda, que estava planejando destruir a Grã Bretanha, viu oque estava acontecendo e decidiu apoiar a causa para parecer melhor que seu maior inimigo, o Reino Unido. Para isso eles deram 500 potes de ouro para a Russia e 500 sabonetes para a Ucrânia. Parece justo né?
  •   Alemanha: Os nazistas ajudando facistas... clássico nazi-facismo apoiado pelos alemãos com a Rússia, quem diria a Russia apoiando a Alemanha, o que falta? O José Serra ganhar uma eleição.
  •   Dinamarca: Eles deram apoio a Ucrânia, enviando armamento feito de peças lego e o os parabéns por aguentar Putin.
  •   Áustria: Áustria, ou baixista autista, não faz ideia do que está acontecendo só sabe que tem alguma coisa acontecendo. (igual os escritores desse artigo)
  •   Polônia: A queridinha que não vai ao espaço e já foi invadida trilhões de vezes ficou com medo da Rússia virar seus olhos conquistadores para as terras polonesas, o que causaria finalmente a 3° Guerra Mundial (uma guerra mundial sem invasão da Polônia não é uma guerra mundial). Soldados poloneses se amontoaram na fronteira com Kaliningrado para evitar uma invasão, o que causou algumas mortes por pisoteio abafadas pelo governo polaco.
  •   Eslovênia: Essa faz nojinho com sua cultura bizarra enviando por exemplo uma carta a Rússia feita de pele de sapo, fazendo então a Rússia enviar uma mensagem em uma garrafa (de vodka claro) Tcheca! Eslovenia. Mal sabem os russos que a República Tcheca e a Eslovênia se separaram faz tempo.
  •   Croácia: Faz parte da associação dos Países Inúteis da Europa e como a Ucrânia fazia parte dessa associação foi ajudada com envios de paraquedas feitos de pano de piquenique.
  •   Hungria: Foi mandado um comunicado para todos os habitantes da Hungria dizendo, essa é a vantagem de não ter saida para o mar, mesmo nós quase falindo.
  •   Romênia: Mesmo falindo por causa da Rússia, depois de tentar apoiar o tão "bom" e falido comunismo, ela então enviou carros iguais aos que o James Bond usava em 1987 quando lutou com um gigante em piramides na Amazônia.
  •   Grécia: A Grécia, como esta totalmente quebrada e não tem mais dinheiro, decidiu chamar alguns de seus ministros como Kratos e Papadopoulos Shandobskcu para opinarem sobre o assunto em uma reunião. Eles disseram uma frase sobre o conflito e já linkaram pra um pedido de dinheiro para a Alemanha. A reunião foi fechada logo após isso.
  •   Suécia: Do mesmo jeito que faz com tudo, a Rainha da Suécia ajudou a Russia, dando(ui!!) para os Russos um filme do campeonato mundial de bronzeamento. Ela apenas se esqueceu que pegar sol na Rússia é humanamente impossível.
  •   Malta: Local onde todos já deram a bunda, nada mais a dizer.

Ucrânia do Norte

A secreta Ucrânia do Norte, reconhecida apenas por ela mesma e pelo Zimbábue, manda armas para os russos e para os sul-ucranianos, já que odeia ambos e quer ver eles queimarem no inferno, dando um ótimo sentimento de compaixão e alegria para o mundo.

  Zimbabwe

O Zimbábue, com sua inflação de dar inveja em qualquer um, pouco se fode para os conflitos russo-ucranianos, já que os mesmos nem ligam para os próprios problemas (é por isso que eles tem notas de 100.000.000.000.000 dólares zimbabueanos, que não vale nem do reau).

  Australia

A Austrália, grande participante do clube do Bolinha Commonwealth britânico, liga muito menos que o Reino Unido para o assunto, mas como o representante da Oceania mundialmente, alguns jornalistas australianos disseram que a Rússia é malvada em alguns jornais de Camberra e Sydney, só pra não deixar feio.

  São Paulo

O Estado de São Paulo, não estava nem ai para a Crimeia e Russia até a água acabar e eles verem que o lugar fica do lado de um lago imenso. Então eles mandaram suas tropas militares para tomar, pelo menos, o litoral da Crimeia, mas a maior parte dos soldados era baianos e estão esperando eles até hoje. Também não deu certo pois São Paulo não conseguiu a independência que queria (pra depois conquistar o Brasil e a América do Sul inteiros, HUE HUE SP SP).

  Coreia do Sul

A Coreia do Sul viu que uma peninsula foi capturada e logo todos os Sul-Coreanos pegaram deus robos e sairam do país com medo do Kim Jong fazer o mesmo. Mas o Kim Jong Un na verdade estava mesmo é querendo a Peninsula da Itália.

  Groenlândia

Os groenlandeses que estavam em um dia normal trancados em casa com o aquecedor no máximo e 28 casacos, viram que os ucranianos estavam em guerra (pensavam eles que era uma guerra, sendo que 1 pessoa saiu com um arranhão), então eles mandaram uma carta em uma garrafa de vidro congelada e mandaram no Oceano até chegar na Dinamarca, onde estava escrito a seguinte carta:

  Tá frio pra Kawaka!!!! Manda esses Ucranianos toma no c****, eles não estão frios como aqui. Manda esses Russos pararem de beber vodka e começar a nos dar comida. Mata todos esses Russos e nos traz toda a vodka, acabou os suprimentos. Estamos morrendo, trás logo a comida e parem de colocar lego defeituoso na Ucrânia, tira tudo de lá e manda eles trazerem aquecedores. Eu preciso de umas AK-47, pega alguma com a Russia? Querem invadir o ministério de relações exteriores e me devorar. Anda logo. Peguem essa Crimeia para vocês logo e nôs leve para lá. Se o governo da Dinamarca não anexar ambas Rússia e Ucrânia, o Império Groenlandês será formado, com soldados focas e ursos polares!  
O homem que escreveu isso, que consequentemente morreu congelado

  Israel

Os israelitas que estavam descansando como sempre fazem, atirando em palestinos, viram que tinha um briguinha boba entre a Rússia e uma país pobre qualquer por um pedaço de Terra inútil. Até eles verem que estava todo mundo estava parando de falar disso, o que faria o mundo ignorar a Crimeia e voltar a falar das ações desumanas de Israel. Então, para impedir que isso aconteça, o Rei Salomão deu um dinheirão para a Russia em troca que eles usassem a viôlençia na Ucrânia de novo, ai as pessoas voltariam a lembrar da Crimeia e esquecer Israel.

  Antártica

A Antártica, que estava trocando mensagens no Watchs App com a Grôelândia, viu que tinha uma garrafa congelada do Canadá que falava de guerra na Crmeia, então eles decidiram mandar as suas melhores tropas para ajudar a Ucrânia, mas os Penguins e Focas decidiram ir para o Havvai para fugir do frio.

  Vaticano

O Vaticano, vendo que os tártaros da Crimeia eram muçulmanos e o Vatricano estava em guerra com os Islãs, então o Papa deu 1.000.000.000 Bilhões de Reais para a Russia em troca que os tártaros fossem exterminados. Até que eles viram que o Hamas estava do lado da Ucrânia(Só para irritar Israel), eles decidiram pedir para matar eles também. Agora, o Papa está nesse momento rezando para o Satanas matar o tártaros da Crimeia.

  Acre

Está categoria não existe, ou talvez sim, olhe dentro de seu coração por favor. Obrigado.

União Soviética

Sim, a terra do Stalin tambem estava envolvida. Quando a União Soviética viu que a Russia e a Ucrânia estavam brigando por um pedaço de terra, se aproveitou para enganar os Estados Unidos dizendo para eles que lá na Crimeia tinha Petróleo. Assim, os Estados Unidos não resistiu ao Petróleo e foi lá "parar a Guerra" e "levar umas lembrancinhas com eles". Assim, os Militares foram todos a Crimeia, deixando os Estados Unidos desprotegidos para um ataque Soviético.

  Mas a União Soviética nem existe mais, e a Crimeia fazia parte dela.  
Você sobre Texto acima.

Marte

Quando Marte ficou sabendo da existência de Brancóleo (eles não são só vermelhos.) na Crimeia, então eles decidiram mandar Plutonianos para trazer a Crimeia para Marte, mas eles eram muito preguiçosos e decidiram ficar na Terra com o Plutonio. Então o Rei de Marte, Ares, teve a brilhante ideia de mandar o seu correspondente na Terra, Kratos, pegar a Crimeia para eles, mas ele queria muito dinheiro para isso então Ares desistiu. Então, Ares decidiu que para pegar a Crimeia, ele deveria se aliar aos Russia, então o Ares (que é o melhor vendedor de armas do Mundo.) decidiu ajudar a Russia a derrotar os EUA , em troca que eles tomassem a Crimeia para eles.

O Império Galáctico

Alguns estudiosos fãs de Star Wars deduziram o que aconteceria no futuro, caso o plano de Putin desse certo: O Império Galáctico, sabendo que a Rússia é a maior reserva de bebidas destiladas fogo-na-guela-e-no-cu do mundo, queria roubá-la, pois a Estrela da Morte era movida a vodka e eles não tinham isso em Coruscan. Para isso, eles planejaram dominar toda a Rússia, eles mandaram a sua maior infiltrada na Europa, a Chanceler Angela Merkel para investigar a Rússia e percebeu que a Crimeia tinha sido anexada pela Rússia, então ela comandou alguns manifestantes nazistas ucranianos pra tirar Putin do poder, além de colocar Petro Poroshenko II, um infiltrado do Império, para governar a Ucrânia e, assim, facilitando Crimeia a se tornar um grande oblast russo, sendo que a Crimeia possui vários infiltrados lords Siths com sabres de luz que se tornariam cidadãos russos renomados e, assim, poderiam entrar para o exército, se tornarem generais, levarem os soldados para o Lado Negro da Força e clonar os políticos. Assim, eles poderiam fazer vários recrutas para o lado negro e tirar o Putin do poder, tornando o Viktor Yanukovich (Que na verdade é o Darth Vader sem máscara e sem viadagem) o presidente da Rússia, levando pelos foguetes Russos toda a vodka para a Estrela da morte a fazendo funcionar.

ResultadoEditar

 
Mensagem subliminar? Aonde? Como?

O ocidente pensava em enforcar economicamente a Rússia, de tal forma que Putin teria que ceder, não? De uma forma ou de outra, Crimeia seria anexada á Rússia, mas Barack Obama esperava que isto ia levar uns vinte ou trinta anos, mas Putin pensou até lá não vai existir mais humanidade. A região teria dois possíveis destinos para escolher: primeiro, um referendo para eleger gente comedora de criancinhas a separação do país cossaco e regressar á Ucrânia como se nada tivesse acontecido, para que depois de vinte ou trinta anos acontecesse tudo de novo. Novamente Putin pensou até lá não vai existir humanidade, porra. Sendo a segunda opção mais credível, graças á obra de ficção que chamam de aquecimento global o Mar Negro se evaporaria deixando a Crimeia não como uma península, mas um grande vale, dando território suficiente para mandar para a puta que pariu qualquer nação que quisera ali entrar e criar um império que duraria mil anos mais ou menos, dependendo da vontade do glorioso Putin.

O processo está em andamento, a Crimeia agora é russa, mesmo com ninguém aceitando isso, deixaram levar pra ver o que acontece. A cidade crimeana de Sevastopol agora é uma cidade federal russa, sendo que vai sempre ter alguém de olho por ali, esperando para atirar em algum manifestante nacionalista russofóbico. O conflito está praticamente morto, e pelo cúmulo do cu que parece, ele ainda não acabou.

Ver tambémEditar

  Este artigo foi tomado por fascistas!
Na Itália e na Alemanha, os Camisas Negras e Pardas amam o fascismo e exterminam você, seu comunista!
v d e h
Conflito russo-ucraniano quer dizer GUERRA!!!
Batalha de Waterballoon | Grande Guerra Israel-Japão | , , , 3ª + 0,5, , , , , e Guerras Mundiais | Guerras Black-Folk Metal | N-ésima Guerra Mundial | Guerra Civil | Guerra Fria | Guerra Quente | Guerra da Cisplatina | Guerra Bolivo-Brazuca | Guerra de Canudos | Guerra de Canutos | Guerra da Wikipédia | Guerra do Facebook | Guerra do Futebol | Guerra da Cereja | Guerra dos Cem Anos | Guerra Mineiro-Fluminense | Guerra do Norte Paranaense | Guerra do Pão-de-Queijo | Guerras Clônicas | Guerras Genpei | Guerra de Travesseiros | Guerra Japão - Irã | Guerra das Malvinas | Guerra dos Seis Dias | Guerra de Troia | e Guerras Cartoonísticas | , e Guerras Gamísticas | Grande Guerra Suwa | Guerra do Pacífico | Guerra Tucano-Petista | Guerra do Balde | Guerra dos Inscritos | Guerra dos Farrapos | Guerra do Paraguai | Guerra dos Imundos | Primeira Guerra Mesozóica | Guerra nas Estrelas | Guerra dos Emboabas | Guerra dos Mascates | Guerra de Bolas de Neve | Guerra de Póing | Guerra do Golfo | Guerra do Ópio | Guerra do Infinito | Guerra dos Trinta Anos | Guerra de Hogwarts | O Grande Crash dos Videogames | Segunda Guerra da Cereja | Guerra de Secessão | Guerra Civil Romana | Guerra do Vietnã | Guerra de comida | Guerra dos Cogumelos | Quarta Grande Guerra Ninja (Naruto) | Guerra Oz-País das Maravilhas | Guerra do Iraque | Guerra Civil Inglesa | Guerra Civil Iugoslava | Guerra Civil Russa | Guerra Civil Espanhola | Guerra da Crimeia | Guerra Mundial Z | Segunda Guerra Civil dos Estados Unidos | Guerra Coxinhas-Mortadelas