Abrir menu principal

Desciclopédia β

Bordel Desgraçado

Êta Mundo BomBoogie OogieJoia RaraFlor do CaribeLado a LadoA Vida da GenteCordel EncantadoCama de GatoParaísoNegócio da ChinaO ProfetaAlma GêmeaCaboclaChocolate com PimentaCoração de EstudanteA PadroeiraEstrela-guiaO Cravo e a RosaMulheres de AreiaFelicidadeFera RadicalBambolêA Gata ComeuAmor com Amor se PagaParaísoMarinaCaboclaDona XepaEscrava IsauraVejo a Lua no CéuA MoreninhaHelena

NovoWikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Cordel Encantado.
Essi artigo é cabra macho!

Aqui si fala com sutaque nordestino, si toma cachaça, si come rapadura e se podi ti furar com pexêra si tu pensá em futucá ele, visse?

Note: não se avexe em por mais coisa nessa muléstia.

Nordeste do Brasil1.png

Cquote1.png Mas o quê? Uma novela sobre o Nordeste sem negros? Que porra é essa? Cquote2.png
Negros sobre Cordel Encantado
Cquote1.png E Tibungo, Damião e Maria Cesária não são negros, não! Cquote2.png
Fã de Cordel Encantado sobre a frase acima
Cquote1.png DESGRAÇADO! Cquote2.png
Timóteo sobre você
Cquote1.png Povo Brogodoiupindamoiangabanesense... Cquote2.png
Prefeito Patácio
Cquote1.png É Brogodonense! Cquote2.png
Ternurinha sobre a frase acima
Cquote1.png Então... povo Brogodonense... Cquote2.png
Prefeito pateta Patácio sobre frase acima
Cquote1.png O Farid tá tentando me copiar! Cquote2.png
Berillo sobre Farid
Cquote1.png Pelo menos Farid pega mais mulherzinha que Berilla! Cquote2.png
Farid sobre frase acima
Cquote1.png O rei vai colher a flor e vai salvar o sertão do filho das trevas... Cquote2.png
Profeta a novela inteira
Cquote1.png Bom, muito bom. Cquote2.png
Timóteo sobre qualquer coisa (que seja boa)
Cquote1.png Petrus... Petrus... Petrus... Petrus... Cquote2.png
Florinda a novela inteira
Cquote1.png Fique quietinho, fique. Cquote2.png
Timóteo para Faustão

Cordel Encantado é uma novela da Rede Globo da Manipulação, por isso todos a assistiram. Passava às seis horas da tarde.

Índice

HistóriaEditar

 
Cordel Encantado show de efeitos especias, tem até tiro sem sangue e sem buraco

Era uma vez Seráfia, um reino europeu cheio de gente branca com sotaque de nordestino. Num belo dia, Teobaldo de Seráfia do Sul e seus soldados travaram uma guerra contra o Rei Augusto de Seráfia do Norte e os soldados dele. Foi a maior pancadaria e Teobaldo acabou morrendo. Enquanto isso, nasceu um bebê, uma menininha, filha de Augusto e sua mulher, Cristina. Ela ia se chamar Aurora Alguma Merda de Seráfia. Após a morte de Teobaldo, os reinos de Seráfia do Sul e do Norte se unificaram formando apenas um reino: Seráfia. Com uma condição: que Aurora (de Seráfia do Norte) se casasse com Felipe (de Seráfia do Sul) quando os dois crescessem. A duquesa ficou puta, pois queria que a sua filha Carlota se casasse com o Felipe para se tornar rainha. Depois, eles resolveram partir para o Brasil para que pudessem encontrar um tesouro perdido. Toda a corte foi. A duquesa junto com o seu mordomo (e amante) e o General Baldini trancaram Petrus (o marido da duquesa) numa masmorra e colocaram uma máscara de ferro nele, pois a duquesa iria matar a rainha e a princesa na ida ao Brasil para que a Carlota se tornasse princesa e Petrus poderia estragar o plano, revelando-o ao rei. Chegando ao Brasil, a duquesa conseguiu matar a rainha com êxito, mas a princesa foi salva e entregue a Virtuosa, uma roceira qualquer daquela cidade mixuruca Brogodó. Depois, o rei pensou que as duas estivessem mortas e voltou para Seráfia puto da vida. Mas recebeu uma mensagem após 20 anos (porra, naquela época não existia e-mail?) quando Carlota estava se casando com Felipe que Aurora estava viva e vivendo no Brasil. Enquanto isso, Aurora mudou de nome para Açucena (a linda - ou não - flor do sertão) e estava namorando Jesuíno, um roceiro muito pobre, que é filho de um cangaceiro mas não sabe. Só que Timóteo quer ficar com Açucena e Dora Alice quer ficar com Jesuíno e farão de tudo para conseguirem o que querem.

Quando a corte chega ao Brasil todos ficam malucos e a primeira dama, Dona Torneirinha Tesourinha Ternurinha e o prefeito Patácio, acolheram a corte e lá, o rei se apaixona por uma cozinheira, Maria Cesária, a "fada dos temperos". Mais tarde, a primeira dama se apaixona por um cangaceiro, Zoio Furado, e a duquesa se apaixona por outro cangaceiro, Capitão Herculano. Do outro lado da história está Farid que tem três mulheres, mas que as deixa loucas, porque não pode comer as três no mesmo dia. A primeira é Neuzinha, uma velha coroca (pra ela, ele se chama Farid); a outra é Bartira, puta paga que tem um milhão de filhos que fala que são do Farid, mas na verdade são de outros homens (pra ela, ele se chama Tufique); e a Penélope, jornalista gostosa (pra ela, ele se chama Said) que não aguentou esperar por ele e acabou dando para um cangaceiro chamado Belarmino.

FIM: Antônia fica com Inácio, Farid com Bartira, e eles abrem um prostíbulo salão de beleza, Felipe vira prefeito (ah, tá, um príncipe prefeito?), casa com Doralice, que vira delegada Duralice, porque adora uma certa coisa dura do seu marido..., Timóteo morre numa explosão, desmoronamento, enfim, ele vai pro inferno e te espera lá... a duquesa Úrsula também morreu salvando seu amado, e... ah, tô com preguiça... tudo era mentira, só Açucena e Jesuíno existem e tudo aquilo era só um conto de fada arretado, nosso cordel encantado... que até hoje não entendi!

PersonagensEditar

 
Romantismo de Jesuíno e Açucena

A corteEditar

  • Rei Augusto: Rei, pai de Aurora/Açucena quer a todo custo, levar a sua filha para Seráfia, porque se não levar as guerras vão continuar em seu reino e ele será consagrado pior rei que alguma cidade já teve. Sua vida se resume em bajular amar a roceira: Cesária.
  • Rei Teobaldo: Inimigo de Augusto. Morreu e o resto foda-se. Ele te espera no inferno. Conhecido por se revirar no túmulo devido a palhaçada que fazem com o Reino de Seráfia.
  • Rainha mãe: Velha coroca mãe de Augusto que desmaia o tempo todo.
  • Duquesa Úrsula: A cunhada de Augusto que planeja matar a sua filha, vive dando a periquita para todos na novela, principalmente para o CAGAceiro, Herculano.
  • Lady Cecília: Menina sobrinha ou não da duquesa. é boba demais.
  • Mordomo Nicolau: Comparsa e amante de Úrsula, faz tudo o que ela manda.
  • Marquês corno Zenóbio: De Seráfia, mas prefere morar em Brogodó e é amante de Petrus.
  • Duque Petrus: Revela todas as suas "intimidades" para o marquês e quer vingança da duquesa, além de dar uns pegas na esposa do amigo.
  • Rainha de Seráfia do Sul: Mãe de dois príncipes, Inácio o mais novo, e Felipe, o mais velho. Deu uns pegas no peru-quente Batoré.
  • Príncipe Inácio: Queria se casar com Antônia, mas o profeta botou caraminholas na sua cabeça e ele quis virar profeta, mendigo ou o que for.
  • Príncipe Felipe: Quer se casar com Aurora/Açucena britadeira, mas ela nem tchum pra ele. É chamado de impertinente, Príncipe Almofadinhas e irritante por sua amiga-peguete Doralice no País das Maravilhas, com quem tem um caso secreto revelado em flashbacks. Além de ter sonhos eróticos com ela em igrejas.
  • General Baldini: Fiel ou não amigo soldadinho de chumbo do rei.
  • Princesa ou não Aurora: Quer se casar com Jesuíno, é chiliquenta. Seus chiliques são responsáveis por terremotos em Brogodó. E quer acabar com o príncipe almofadinha. Seu maior feito é querer dar a periquita seu amor para Jesuíno.
  • Carlota: Filha da duquesa, burra e de vozinha chata.
  • Rei Jesuíno: Uma megarreviravolta incoerência revelou Jesuíno, o Rei de Seráfia. Porém é muito burro, bruto e pau-mandado e não tem cacife para ser Rei. Faz tudo que os outros lhe mandam. Mas mesmo assim leva crédito de herói sempre. Também é conhecido como Robin Wood do Sertão.

Os cangaceirosEditar

  • Capitão Herculano: Não É Lamp, é Lamp, é Lamp, é Lampião. O chefe do bando. Mandão e, se alguém não o obedece, leva tiro no saco literalmente e se sobreviver, vai pra forca.
  • Zoio Furado: Feio pra caralho mas é apaixonado pela Dona Ternurinha (a primeira dama). Na verdade ele quer se casar com ela, para tomar o lugar de Patácio na prefeitura.
  • Belarmino: É apaixonado por uma jornalista gostosa. Mas na verdade está atrás da sua fama e grana.
  • Outros cangaceiros: Eles são personagens terciários, por isso não te interessam.
  • Dona Cândida: A mãe de Herculano, é brava e furiosa que nem uma leoa no cio e solta fogo pelas ventas se alguém a provocar.

BrogodóEditar

  • Açucena/Aurora/Britadeira: Tem um sotaque irritante e só fala gritando, é também muito conhecida por causar 99% dos tremores de terra no Nordeste por causa dos seus chiliques. Vive dando pra Jesuíno mas também tava afim de dar pro príncipe, mas o príncipe queria comer Doralice.
  • Timóteo: Vilão que quer ficar com Açucena e matar Jesuíno. Fugiu do Manicômio da novela das 9 deixando sua namorada, a Natasha da Vagabanda.
  • Doralice: Mulher chata e metidinha; só porque é da capital quer roubar Jesuíno só pra deixar a Açucena nervosa. Vai se apaixonar pelo Príncipe almofadinha Felipe depois de dar milhares de foras nele. Mantém uma amizade com benefícios com o Príncipe. Passou 90% do tempo da novela beijando Jesuíno e sendo beijada por Felipe.
  • Dona Florinda: Não é a dona Florinda do Chaves, seu burro! Ela é dona de uma casa de forró. Chata que só ela, faz com que as pessoas mudem de canal quando sua cena está no ar. Fala sussurrando e bota chifre no marido.
  • Setembrino: Amiguinho de Jesuíno.
  • Quiquiqui: Gago idiota, que TAMBÉM é amiguinho de Jesuíno.
  • Galego: Outro amiguinho de Jesuíno.
  • Bartira: Uma das mulheres de Farid/Tufique/Said.
  • Neuzinha: Uma das mulheres de Farid/Tufique/Said. Agora dá em cima do General e também quer cavalgar no mastro do Quiquiqui para apagar esse seu fogo na xereca.
  • Penélope: SUPOSTAMENTE uma das mulheres de Farid/Tufique/Said.
  • Virtuosa: SUPOSTA mãe de Açucena.
  • Euzébio: SUPOSTO pai de Açucena.
  • Dona Benvinda: Mãe de Jesuíno.
  • Antônia: Quer se casar com Inácio, mas ele preferiu ser pobretão a se casar com ela.
  • Delegado Batoré: Usa uma peruca ridícula e nenhuma moça quer se casar com ele, exceto Antônia que está se casando com ele por pirraça. Depois de largar as drogas, e o emprego de advogado do Leônidas Ferraz, decide virar delegado com a garruncha enferrujada.
  • Filó: Empregada fofoqueira.
  • Rosa: Pombo-correio.
  • Cícero: Amante de Antônia. Aquele que ressuscitou sem nunca ter morrido.
  • Pai de Antônia: Morreu! Ele TAMBÉM te espera no inferno!
  • Jesuíno: O mocinho da história, metido a salvador e sempre vai matar o Timóteo, mas na hora fica com peninha dele.
  • Amália: Mãe da Maria Cesária, deu pro profeta e teve um filho bastardo. Ela também é bastarda, é enteada do Max Martinez, da novela Araguaia.
  • Maria Cesária: Sertaneja gostosa que dá pro rei, e cozinha muito bem. Ela nasceu de cesariana, por isso tem esse nome.
  • Lilica Ripilica: Empregada gostosa do Timóteo, é uma puta paga que dá pra todo mundo.
  • Tibungo: Ex-comparsa do Timóteo, quer comer a Lilica.
  • Damião: Antigo mordomo da prima rica, velho, chato e gordo que tá ficando cego.
  • Prefeito Pateta Patácio: É um prefeito otário que cria discursos que duram dois dias, mas ninguém dá atenção para ele. Ele suborna os pobres para votarem nele.
  • Dona Ternurinha: Primeira-dama caipira e atrapalhada, dá pro Zoio-Furado e se aproveita que ele não tem um olho para não ver como ela é feia!!!
  • Teinha: Só namora o Quiquiqui porque ele faz poemas que são uma bosta de encher os olhos que na verdade nem são dele.
  • Fausto: Chato e chorão, quer comer a Carlota, mas a idiota só tem olhos para o Timóteo, que nem sabe que ela existe.
  • Padre Joaquim: Padre pedófilo que come o Nidinho e quando a Lady Cecília está por perto, ela também é comida.
  • Rufino e Paçoca: Dois soldados merda que não fazem bosta nenhuma, são praticamente figurantes porque a única coisa que fazem é dizer "sim senhor" enquanto o Delegado Batoré os chama de energúmenos.
  • Cordata: Piranha dona do puteiro disfarçado de hotel. Aparece raramente e o seu hotel parece que tem apenas UM quarto porque o ÚNICO quarto que eles mostram naquela bosta é o quarto da Penélope quando ela transa com o Belarmino.
  • Povo do Cinema: Todos são chatos e há um triângulo amoroso entre eles.
  • Vicentina: É uma atriz de cinema mudo gostosa e com o nariz trancado uma voz horrível. Fica apaixonada por Farid.
  • Silvério Duarte: Ator de cinema de olhos esbugalhados muita fama, todas as mulheres brodogosenses brogodenenses morrem por ele. Tentou comer a coitada da Filomena e, por causa disso, acabou levando porrada do Conde Petrus por tentar deflorar a pobre moça.
  • Tomás: Diretor de cinema horroroso com um cabelo mais horroroso ainda e que só serve para encher linguiça.

Personagens InfantisEditar

  • Nidinho/Eronildes: É o capeta em forma de menino (apelidado também de Satanás Junior), apronta todas, um malandrinho, cheio de papo e é molestado pelo padre. Depois descobre que é filho do Prefeito Palhaço, daí conclui-se por que o moleque é tão malandro.
  • Lady Cecília: É uma guriazinha boba e bestinha.
  • Salim: Filho do Farid/Tufique/Said outro capetinha também, que deve herdar toda malandragem do pai e será mulherengo igual a ele.
  • Juca: É outro pestinha, irmão de Maria Cesária, protege a irmã e não deixa ninguém comê-la, só o rei.
  • Zig: Acho que é filho de Zenóbio. Quer ser um cientista maluco igual o pai.
  • E tem mais outra ruma de criança, como de costume no interior do nordeste.

SUPOSTOS personagensEditar

  • Fubá: É Doralice no País das Maravilhas se fingindo de homem. Fez isso para entrar no bando de Jesuíno e fazer com que ele se apaixonasse por ela. Sempre beija o Príncipe Frufru vestida assim.
  • Faísca: É o Príncipe Felipe se fingindo de pessoa que não gosta muito de falar.
  • Cocada branca e queimada: Ela é docinha, ela é gostosa, ela é de Preciosa A Açucena descobriu que o Jesuíno era gay. Então se vestiu de homem para conquistá-lo antes que ele dê para o angu Fubá.

Casais (ou o quarteto NADA fantástico)Editar

  É isso aí, galerinha! O quarteto que deu o que falar e alavancou a novela, deixando os demais personagens chatos interessantes de lado.  
Narradora/Repórter afetada sobre os casais de Cordel Encantado.

  • Jesuíno e Açucena: Casal principal. O cangaceiro que se descobre Rei de um país europeu e a Princesinha perdida. Vivem terminando e voltando, pois o Jesuíno põe chifre na princesinha com a Doralouca. Geralmente ele põe escondido, mas ela já viu umas três vezes, e eles voltaram logo em seguida pois ela não consegue passar muito tempo sem dar a periquita.
  • Felipe e Dora: Brigam, se beijam, brigam, transam. Ela foge dele, ele vai atrás. Ela dá coice nele, ele baba. Ele vive dizendo amar Aurora, porém não perde a oportunidade de dar uns vem cá em Dora. E ela vive correndo atrás de Jesuíno mas não sabe viver sem esfregar a periquita em Felipe. Ele comeu ela mesmo antes de namorarem, e os dois inventaram o termo "ficar".
  • Felipe e Açucena: Príncipe e a Princesa que iriam cumprir o acordo para selar a paz e... Jesuíno virou rei. Acabou o acordo, acabou o casal. Ele ficava declamando poesias e fazendo elogios sem sentidos para ela na tentativa de conquistá-la. E ela vivia pedindo um tempo para ele, porém dava chiliques ao vê-lo com Dora. Afinal, não queria perder outro homem para a rival.
  • Jesuíno e Dora: Dora se apaixonou por ele desde a primeira vez que o viu. Se vestiu de homem para ficar perto dele. Lutou até consegui-lo separar da britadeira. Afinal, Dora e Açucena viviam em competição constante. Depois de correr atrás de Jesuíno e levar 1247349390393 de foras, ela finalmente conseguiu amor próprio e se mandou do cangaço.

Trilha Sonora de Bordel Desgraçado Cordel EncantadoEditar

1. Minha Princesa Cordel - Gilberto Gil e Roberta Sá (abertura)
2. Bela Flor - Maria Gadu (Jesuíno e Açucena)
3. Quando Assim - Núria Malenna (quem?)
4. Candeeiro Encantado - Lenine (Herculano e seus cangaceiros)
5. Maracatu Atômico - Chico Science & Nação Zumbi
6. Chão de Giz - Zé Ramalho   Desço dessa solidão...  
7. Saga - Filipe Catto (Úrsula)
9. Tum Tum Tum - Karina Buhr
10. Coração - Monique Kessous
11. Na Primeira Manhã - Alceu Valença
12. Melodia Sentimental - Djavan
13. Estrela Miúda Que Alumeia o Mar - Maria Bethânia
14. Carcará (Pega, Mata e Come!)- Otto
15. Rei José - Silvério Pessoa
16. Xamego - Luiz Gonzaga

Letra de aberturaEditar

Minha princesa
Quanta beleza coube a ti
Minha princesa
Quanta tristeza coube a mim

Na profundeza
O amor cavou
O amor furou tudo no chão
No coração do meu sertão
No meu torrão natal
Meu berço natural
Meu ponto cardeal
Meu açúcar, meu sal

Nossos destinos
Desde meninos dão-se as mãos
Nossos destinos
De pequeninos eram irmãos

E os desatinos
Também tivemos que vivê-los bem juntinhos
E os caminhos nos trouxeram
Para esse lugar
Aqui vamos ficar
Amar, viver, lutar
Até tudo acabar…