Abrir menu principal

Desciclopédia β

Crespi d'Adda

Mafiapre.jpg PORCA DESCICLOPÉDIA!!

Questo articolo è 100% made in Italia ed è sotto il controllo di Cosa Nostra! Perciò sta' bene attento a dove metti le tue manacce zozze o i nostri amici verranno a casa tua per spezzarti le gambine!


Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Cquote1.png Você quis dizer: Crepe da Dadá Cquote2.png
Google sobre Crespi d'Adda
Cquote1.png Experimente também: Capriate San Gervasio Cquote2.png
Sugestão do Google para Crespi d'Adda
Cquote1.png É nóis! Cquote2.png
Habitante sobre Crespi d'Adda.
Cquote1.png Uma vila de trabalhadores, dá até nojo pensar! Cquote2.png
Dondoca de Milão sobre Crespi d'Adda.
Cquote1.png Rolaria um sambinha na laje? Cquote2.png
Brasileiro imaginando-se num bairro operário italiano.

Crespi d'Adda é um bairrinho da cidade italiana de Capriate San Gervasio na Lombardia, uma das regiões perdidas na bota e onde a Bruna Lombardi deve ter nascido ou feito qualquer outra coisa aleatória por lá. Crespi d'Adda é um bairro operário da região que se uma forma bem estranha acabou ficando superbonito e virou um patrimônio da humanidade.

LocalEditar

 
Crespi d'Adda em cores, mas não ao vivo.

Crespi d'Adda como foi dito fica na Lombardia, na cidade de Capriate San Gervasio uma cidade a qual ninguém nunca ouviu falar sequer os próprios italianos sabiam da existência, ou não, da mesma. A cidade mal tem um artigo decente, por mais que seja mentiroso na mal-afamada Wikipédia, um veículo de informação totalmente parcial e aprovado pela Rede Globo.

Ali formou-se um bairro operário, para suprir as necessidades de mão-de-obra burra e barata para as fábricas do período em que a Itália, por ter se unificado tardiamente, teve de começar seu imperialismo, mas antes ela devia torrar todos os recursos locais e para isso serviu o pessoal de Crespi d'Adda que logo ajudou a transformar toda a matéria-prima italiana em fuligem.

O que éEditar

 
Trabalhadores voltando para sua casa em Crespi d'Adda.

Crespi d'Adda é um bairro que os trabalhadores pobres, suados e fedorentos das fábricas fizeram para poder morar, descansar e ter um lugar para assistir televisão enquanto bebe uma cerveja sem camisa e se coçando, são casas dos empregados, esse local durante anos serviu para abrigar quem vinha do campo para a cidade grande, mas o negócio foi tão bem feito e conservado que tornou-se um local super-original para os viajantes, que são todos ricos e veem uma beleza exótica na pobreza.

Todo o local permaneceu inalterado, a arquitetura e se bobear até as pessoas que moraram lá na inauguração no quarto final do século XIX ainda estão por lá sorridentemente mumificadas ou submersas em formol, tudo para preservar a carga histórica do bairro que acabou virando patrimônio da humanidade por motivos que fogem à nossa compreensão.

Ver tambémEditar