Abrir menu principal

Desciclopédia β

Crisântemo

Crisântemo
Crisantemos aparentemente sem miolo, mas continuam pensando.
Crisantemos aparentemente sem miolo, mas continuam pensando.
Classificação científica
Reino: Plantinhas
Superdivisão: Plantas com esperma
Divisão: Anjo esperma
Classe: Eudissecotia
Subclasse: Esteróides
Ordem: Estrelares
Família: Asteroicae
Gênero: Cisanpântano

Crisântemo é uma flor que dependendo da espécie, parece uma erva daninha dauelas amarelinhas que você já deve ter visto... já dependendo da espécie não parece, daí parece uma margarida desnutrida. Não é por isso que precisamos nos desfazer do crisântemo, ele ao menos não recebeu nenhuma musiquinha tosca em sua homenagem, ou par homenagear alguém... falando nisso de homenagem, eu nunca vi alguém ter nome de crisântemo, portanto ele deve merecer alguma consideração.

Mister CrisântemoEditar

 
Crisantemo presenciando algo bem emo romântico

Seu Crisântemo não existe, ou pior ainda Mister Crisântemo, esse pronome inglês ridículo não deve existir também, graças aos céus. Falando em céu o crisântemo também tem uma variedade azul-clara, mas comumente é encontrado na cor amarelo gema de ovo que chega a ser gritante, o branco é até menos sem grasa do que a rosa ou o áster, ele é branco com o miolo verde e, isso dá um tom legalzinho, porém isso causou problemas aos cris^netemos sem miolo que acabavam por ter que aturar a zoeira dos que têm miolo.

O crisântemo sem miolo não é burro por causa disso, mas ele, como já mencionado, se for o mais simples, fica parecendo uma erva danadinha (não aquela) seu maconheiro sem vergonha, mas os sem miolo nem chegaram a fazer o sindicato dos sem miolo porque conseguiram provar que tinha miolo sim, mas perdido entre pétalas mais abundantes e frondosas, hoje em dia o preconceito é menor, mas ainda acontecem algumas chacotas.

Os crisântemos pro sua vez, tanto os com miolo ou sem miolo tiram muito sarro das flores de nome masculino que são usados em humanos, tipo Narciso (bléééh), isso também já rendeu a eles um processo, mas eles nunca tiveram mesmo notícia de alguém de nome Crisântemo, assim mesmo com processo, continuam fazendo zoeira com outras flores... mas as flores não sabem mesmo o que é ser zoado, pois o cara que recebe dos pais o presente de ter nome de flor, tem que contar muito com a sorte para não ser zoado, a não ser que seja uma biba bem doida para apreciar ter nome de flor... desde que não se chame cris... antemo.

CultivoEditar

 
A manipulação foi aberrante como sempre, mas ao menos esses podem dizer que têm miolo.

O crisântemo é chegado em um arzinho frio (ou fresco) em suas pétalas abundantes, então ele floresce no inverno sendo uma flor de inverno portanto! Ooooooohhh!!! Para ser cultivado no verão ele precisa de estufas frescas e inclusive também não gosta de muita claridade. As pétalas são sensíveis à luz intensa do sol de verão, de modo que precisam de uma espécie de veuzinho para proteger... simulando a luz em dia nublado... é por aí, mas com tudo isso de ar fresco, veuzinho e mimimi, os crisântemos ainda conseguem zoar uns aos outros por causa do miolo e ainda outras flores...

Se os crisântemos não quiserem sair do broto por algum motivo, deve-se cutucar ele com um espinho de rosa... não sei qual q relação dessas duas flores, mas costuma sim, dar certo, talvez porque as pétalas precisem de um incentivo para se manifestarem, tipo um amigo seu quando te dá um tapão nas costas inesquecível... deve ser por aí mais ou menos... ou éntão o espinho provoca uma espécie de coceirinha, porque é importante saber: Deve ser cutucadas leves e não furar os crisântemos adormecidos.

A terra em qyue ele nasce não necessita também, de maiores cuidados, basta ser algo que você olhe e consiga classificar como terra.O crisântemo é suscetível a algumas doenças bem estranhas, mas não é bem culpa da terra, não importa, se não for bem cultivado ou tiver bichos estranhos por perto, podem ter sarna, podridão das raízes e hastes e mais algumas coisas nojentas tipo pragas (mosca minadora, tripes, ácaros, etc), mas em geral isso não pega assim tão facilmente... desde que elas sejam assopradas todos os dias, umas cinquenta vezes.