Abrir menu principal

Desciclopédia β

Degredo no Brasil

PortugalDJoãoscary.jpg Manuel, vê-me dois cäcətinhos, o pá!

Æstə ärtigo é purtugäish, gajo. Élə comə cacətinho cum bəcalhau, tuma um vinho ishtränho, adora cumpetir cum a Ishpänha e tem um bigodão.

Se vəndalizarish, um bäenfiquista vai atrás də tua mãe

kjjjjojjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj Cquote1.png Você quis dizer: Lixeira de Portugal Cquote2.png
Google sobre Degredo no Brasil

Cquote1.png Mataste a mulher, quatro anos de degredo no Brasil, o pá! Cquote2.png
Juiz português sobre degredo no Brasil

Cquote1.png Xingaste a mãe de sua majestade o rei, cinco anos de degredo, o pá! Cquote2.png
Esse mesmo juiz no processo seguinte

O Degredo no Brasil foi um método muito usado por Portugal para se livrar de seus ladrões, assassinos, macumbeiros, judeus e outros tipos de gente que não interessavam aos portugas. Qualquer coisa ruim era só jogar no Brasil e pronto.

Como funcionavaEditar

 
Mais um carregamento de degredados chegando.

Se você fosse português à época da colonização do Brasil, eram muito fortes as chances de se ir morar no Brasil por degredo. Portugal vivia cheio de bandidos até o dia em que Cabral avistou um monte em sua viagem no mar e descobriu o Brasil. Era necessária uma lixeira para tudo aquilo de criminosos, ora pois. E o Brasil caiu como uma luva para o excesso de bandidos lusitanos.

Os processos judiciais eram bem eficazes em degredar essa gente. Aproximadamente 90% dos criminosos comuns e dos hereges eram despachados para o Brasil. E no Brasil, 99% da população era formada por degredados, o que explica a imensa quantidade de bandidos no país. Não é de hoje que somos obrigados a conviver com ladrões na política.DAVAM MTO O CUU

Crimes passíveis de degredoEditar

Logo após acharem o Brasil, os portugueses logo criaram um monte de leis para jogar toda a corja de ladrões em sua querida colônia. Estes são alguns exemplos de crimes que podiam ser punidos com o degredo, isso quando não mandavam para a fogueira de uma vez, o pá.

  • Matar a mulher, picar e fazer estrogonofe - 4 anos de degredo no Brasil.
  • Roubar uma carteira - 2 anos de degredo.
  • Roubar uma carteira do juiz responsável ou de algum Moderador Malvado do Reino - 10 anos de degredo, e acompanhado de um negão de 2 metros de altura durante esse tempo.
  • Xingar algum administrador público português - 5 anos.
  • Respirar um pouco mais alto em um evento público - 1 ano.
  • Chegar perto de um juiz se ele brigou com a mulher naquele dia - 8 anos de degredo.
  • E se a sogra do juiz morrer nesse dia - Pode cometer crimes à vontade que ninguém será degredado.
  • Comer a mulher do juiz - Degredo perpétuo no Brasil, preferencialmente no Acre, mais uma carga de Lico de Cair Pinto no sujeito.

Mas... será que era um castigo?Editar

O degredo era considerado um artigo horrível - mas nenhum degregado, findo o prazo da punição, queria mais voltar para Portugal, preferindo permanecer no Brasil.

Veja abaixo o motivo.

 
Imagem típica de uma portuguesa, Século XV - Século XXI
 
Imagem típica de uma brasileira nativa. Século XV - Século XX