Abrir menu principal

Desciclopédia β

Desentrevistas:Papa Francisco


Desentrevistas.gif

Este artigo é parte do Desentrevistas, a sua coleção de fofocas informações sobre as pessoas famosas.

Cardeais corruptos permitiram que repórteres especiais da Desciclopédia entrevistassem a Vossa Santidade Papa Francisco. Apesar de ser uma autoridade religiosa internacional o Chico (como gosta de ser chamado) foi bem jovial, mostrando de vez que "o Papa é pop".

Como vai Vossa Santidade? Como tem passado?Editar

Olá, pecador! Já fez sua confissão hoje? Eu tenho viajado pelo mundo em apoio à ajuda humanitária, proteção de Direitos Humanos, bênção à ditadores e pondo fundos na ACM. Uma vida muito chata que eu levo.

Quer dizer que Vossa Santidade não queria ser Papa?Editar

Claro que eu queria! Quem não quer ser o líder de um império secular que tem grande influência na sociedade e política? Desde os meus quinze anos eu devotei minha vida á Jesus e estou esperando ele retornar o dinheiro que eu apostei nele.

O senhor é argentino, certo? Como era sua vida antes do Vaticano?Editar

Eu já era um sacerdote católico quando vivia na minha amada pátria, primeiro fui coroinha depois sardinha (um novo posto no clero). Ás vezes eu fugia das missas para poder assistir as partidas do Corinthians San Lorenzo, meu timaço que amo muito, e sempre levava bronca do vigário. Eu vivi assim até ser indicado para ser Papa.

E como o senhor notou que tinha vocação religiosa?Editar

Fiz um teste no Google.

Ah sim... essas ferramentas modernas nos ajudam muito. Seus pais são vivos?Editar

Claro que são. Na memória de Cristo todos estão vivos.

Meus pêsames... foi difícil a adaptação no Vaticano?Editar

Acredita que não? Os cardeais até soltaram umas fumaças, uns confeites, soltaram fogos e fizeram tantas outras coisas quando eu cheguei; sem contar que muitos italianos vaticanenses estavam ajoelhados para mim, me senti envergonhado por ter tomado o lugar de Deus.

Onde o senhor fica na maior parte do tempo?Editar

No meu trono. É feito de marfim de elefante.

O senhor veio no Brasil em 2013. Conte sobre a visita ao Rio de Janeiro.Editar

Eu só me lembro quando fiz o discurso naquela favela... qual é o nome mesmo? Ah, lembrei! Varginha. Aqueles pobres diabos precisavam mesmo de algumas palavras de consolo, senão eles podem acabar se tornando traficantes.

Quais são seus planos para o futuro?Editar

Erradicar a fome e as guerras civis na África.

HAHAHAHAHAHA! O senhor é hilário!Editar

Mas não foi piada...

Sei... bem, obrigado pelo seu tempo, Papa FranciscoEditar

Fiz isso para a glória de Deus e todos os santos que ajudei a beatificar.

Me dá uma bênção?Editar

Muito obrigado santísimo Papa, pelas suas benças e pela sua desentrevista.Editar

Sem problemas meu caro pecador, agora se me der licença que eu tenho que ver como está a grande construção da Santíssima Lua Purificadora. Que Deus o acompanha... HUAhuahuAHahuAHUa...

...

E assim terminamos mais uma grande desentrevista, apesar desse desreporter aqui ser um ateu e pouco se fudendo com essas benças desse velho gagá.