Abrir menu principal

Desciclopédia β

Deslivros:Como tratar os operadores de telemarketing

Deslivros4.png
Nuvola apps bookcase.png
Este artigo é parte do Deslivros, a sua biblioteca livre de conteúdo.

Este artigo é parte dos desmanuais, seu acervo de instruções livres de conteúdo. Nuclear-explosion.jpg



Quer saber como se livrar dos chatos do Telemarketing que incomodam sua santa tranquilidade fingindo ser seu amigo, mas querem pegar sua bufunfa com supostas promoções extraordinárias bem mais baratas do que realmente custam? Seus problemas acabaram, caro descíclope! Aqui está um guia para você irritar a pessoa e fazê-la desligar por conta própria. Você não merece interromper sua punheta ou seu jogo online para ficar caindo na gandaia desses crápulas.

Início do DesmanualEditar

Olá, caro descíclope. Se você chegou até aqui, então provavelmente está cansado de receber as tão famosas ligações de telemarketing. Atendentes que tentam enfiar produtos que não existem ou com preços abaixo do real (que depois aumentam sem você saber) goela abaixo, ou que ligam todos os dias para lhe cobrar de algo que já foi pago. Não muito raro, também existem as ligações de escritórios de advocacia que inventam contas de 1900 e guaraná com rolha que você está devendo, que são golpes. Neste deslivro, você aprenderá algumas técnicas para se livrar desses seres malditos chamados teleoperadores.


Observações RápidasEditar

  • Se um(a) atendente perde muito tempo com um cliente, é tido(a) como improdutivo e corre o risco de perder o emprego. Use isso a seu favor;
  • Se um(a) atendente não lhe vender nenhum pacote, é tido(a) como um babaca sem lábia e corre o risco de perder o emprego. Use isso a seu favor;
  • Se um(a) atendente tiver que cancelar um produto, é tido(a) como alguém que quer livrar as outras pessoas do mal e isso pode lhe custar o emprego. Use isso a seu favor (e ao dele(a) também);
  • Se um(a) atendente estiver interessado(a) em você, cuidado: se for homem, é um viadão; se for mulher, provavelmente é feia e pesa 200kg ou mais;
  • Lembre-se: na hora do nervosismo, mande tomar no cu e desligue na cara!

Lidas as observações, podemos começar. Feche as abas pornô de seu navegador (sim, estou vendo daqui) e dedique-se às lições desse desmanual; afinal seu sucesso dependerá do quão bom foi seu aprendizado aqui.

Esperamos que faça um bom proveito, descíclope.

TécnicasEditar

Imite alguém famosoEditar

Uma das primeiras perguntas dos serviços de telemarketing é: “Com quem estou falando?”. Responda na hora: “Silvio Santos, rarái!”. Ou imite alguém famoso de sua preferência e tente levar a conversa normalmente. Ele vai ficar confuso e desligar. Funciona sempre.

Finja-se de gagoEditar

Se um atendente perde muito tempo com um cliente, é tido como improdutivo e corre o risco de perder o emprego. Use isso a seu favor. Logo na primeira resposta, dê início a uma gagueira insuportável, daquelas em que se leva mais de um minuto para terminar um simples “obrigado”. Em dois tempos o atendente desliga.

Jogue com as armas dele/delaEditar

Assim que o atendente se apresentar, emende: “Desculpe interrompê-lo, mas não posso falar agora. Por que você não me deixa o telefone da sua casa que eu ligo mais tarde, depois das 10 da noite?”. O operador fatalmente dirá que não pode fazer isso e nessa hora você inicia um discurso sobre as inconveniências de ser importunado no sossego do lar. Tenha certeza de que ele/ela desligará antes de você.

Chá de cadeiraEditar

Diga na primeira oportunidade: “Espere um minutinho, sim?”. Deixe o telefone de lado e aproveite para fazer um chá ou então lavar louça. De minuto em minuto, convém voltar ao gancho e dizer: “Só mais um minutinho, tudo bem?”.

Finja-se de surdoEditar

Qualquer coisa que lhe for dita ao telefone responda com um sonoro: “O quê?!”, ou “Como?!”, ou “Não escutei...”. Nunca responda outra coisa. Um dos mais eficazes métodos.

Responda tudo na língua do pêEditar

Nenhum manual de telemarketing diz o que fazer quando o cliente só se comunica na língua do pê. Nossos interlocutores desistem já na segunda frase do diálogo. Obviamente, essa estratégia exige prática e fluência por parte de você.

Conte a história da sua vidaEditar

Dê uma de carente. Qualquer pergunta que o atendente fizer deve ser respondida com desabafos, casos longos e monótonos de sua vida e confissões de carência. “Que bom que você me ligou... há tempos conversava com o espelho... é que eu sempre tenho a sensação de conversar com alguém quando faço isto...”. Pergunte se o atendente não quer ser seu melhor amigo. Peça para ele dar sua palavra que a partir de hoje ele te ligará todos os dias. Nunca mais ele liga.

Peça socorroEditar

Interrompa o atendente e diga que você está sendo seqüestrado, que sua casa está em chamas e que seu filho está tentando o suicídio. Peça desesperadamente, no tom mais estou-tirando-com-a-sua-cara que conseguir, para o atendente chamar a Polícia e os bombeiros, e desligue em seguida dando risada.

Aja como em um troteEditar

Duvide de que se trata de um telefonema real. Diga coisas como: “Ah, Meio-Quilo, para de brincadeira! Eu sei que é trote!”, enaquanto dá risada debochadamente porque assim o atendente ficará na dúvida se você está falando sério ou não. Insista fanaticamente nessa ideia até que o atendente desista de você.

Peça os dados deleEditar

Quando um operador telefonar e pedir a confirmação de seus dados para atualizar o cadastro, responda que só poderá fornecer seus dados se ele lhe disser o nome completo e o número de matrícula (porque eles nunca tem sobrenome e o número de matrícula é pessoal e pode ser fornecido por você em uma reclamação).

Tenha também um procedimentoEditar

Ao receber um telefonema chato oferecendo a compra de produtos, diga que "irá estar verificando" se o valor da compra não "irá estar atrapalhando" o progresso financeiro da família. Peça-o para aguardar um minuto e faça a simulação de uma reunião familiar.

Faça consultasEditar

Pra tudo o que ele disser, consulte seu marido, pai, mãe, esposa, irmão, avô, tios, cachorro, papagaio...

Tenha acessosEditar

Quando ele estiver no meio da identificação comece a espirrar. Quando ele recomeçar, espirre e comece a tossir. Na terceira tentativa, se houver uma, além de espirrar e tossir, diga pra ele esperar e vá ver TV.

Transfira a ligaçãoEditar

Se tiver uma extensão, diga: "Favor aguardar que estaremos te transferindo para setor de compras".


Confirme todos os dados do atendente novamenteEditar

Diga: "Por favor, esteja confirmando seus dados".

Imponha horários para contatoEditar

Desculpe, devido ao fato de estar no horário comercial, o nosso sistema de compras está inoperante no momento. Lamento por fazê-lo esperar.

Ofereça o seu produtoEditar

Estamos lançando um produto super, hiper, mega, único: o revolucionário Super-Calaboqueitor-Tabajara. É um produto perfeito para quem trabalha horas a fio num ambiente com ar condicionado, preservando as suas cordas vocais.

Como a sra. foi a primeira a ligar, ainda vai levar de brinde, sem nenhum acréscimo, o revolucionário Super-Orelha-Proteitor-Tabajara. Um super protetor de orelha para ser usado por baixo do headphone. Você vai ficar imune às encheções de saco da sua chefia.

Assuste-oEditar

Peça para falar com seu supervisor, com certeza ele estará fazendo o possível para fazer você mudar de ideia, oferecendo serviços não existentes, creditos extras falsos, etc. Aí você repete o nome do atendente e fala que vai reclamar dele outro dia.

ConvideEditar

Convide seu querido atendente para sair.

Seja queridoEditar

Seja querido com o atendente, a fim de fazer uma amizade para a vida toda. Seja como aquele amigo do coração(porque você só falta infartar de raiva) que não para de falar sobre coisas completamente inúteis, que não têm absolutamente nada a ver com... nada e que fala como se o mundo estivesse prestes a acabar no próximo segundo

Discuta sobre futebolEditar

Pergunte para que time ele torce, fale sobre o Campeonato Goiano de Futebol ou alguma coisa deste tipo, assim você estará livre dessa dor de cabeça.

Secretaria eletrônicaEditar

Finja ser uma secretária eletrônica, do pior jeito que você conseguir para ele perceber que está falando com um louco.

Dê outro número de contatoEditar

Diga "por favor, liga para o número 'tal, tal, tal' e fale com o Sr. Leão" e dê o telefone do Jardim Zoológico. É tiro e queda!

Corrija o telemarquetêsEditar

Frases de efeito como "O português é uma língua tão bonita quando falada corretamente" ou "Não estou conseguindo estar entendendo, você poderia estar falando português?". Obviamente você deve ter um bom domínio da língua portuguesa.

Pregue para o atendenteEditar

Pior que um atendente de telemarketing só mesmo um sectário da Universal(ou qualquer outro tipo de protestante mas eles são os mais conhecidos e estão na lista dos completamente loucos e que só não são mais chatos por falta de espaço - em seguida vêm os da Deus é Amor)! Comece a dizer: "Saaaaaaaaaiiiiiiiii demôôôôniiiiooooooooo!!!"

PoliglotaEditar

Comece a estar falando em diferentes línguas, fale em inglês, chinês, alemão, japonês, russo. Eles vão estar desligando na hora, se isso não for estar acontecendo, você poderá estar mandando-os para a casa da puta que pariu e desligando na cara deles.

Foi para outro paísEditar

Faça de conta que você é a empregada ou o mordomo, e ao dizer o ser humano com quem quer irritar falar, diga: Ele está em uma ONG pela paz mundial localizada na Noruega, e não há prazo para voltar. É tiro e queda.

Susto BandidoEditar

Logo após atender o telefone interrompa o atendente e finja estar passando uma mensagem gravada: "Você, que está tentando ligar para o "José", deverá ligar daqui a exatos 5 anos pelo fato de ele estar preso pelo crime de roubar, sequestrar, torturar, estuprar operadores de telemarketing, dentre outros crimes..." ""tu tu tu tu tu""

Finja-se de burroEditar

Faça perguntas obvias, algo do tipo, se a impressora com cabo USB, deve ser conectada à entrada USB, e quando o atendente falar que sim, finja que esta assustado.

Desababe seus palavrõesEditar

Se nada disso acima der certo, recite seu repertório de palavrões de maneira a ser escutado em todo o Estado, tudo isso feito com muita educação, afinal de contas você é uma pessoa fina.


Como tratar os operadores de telemarketing é cortesia da DescicloBooks e sua leitura gratuita é garantida pela Desciclopédia.
2012-2016.
Todos os direitos reservados.