Abrir menu principal

Desciclopédia β

Cquote1.png Você quis dizer: Dia do Vagabundo Cquote2.png
Google sobre Dia do Trabalho
Cquote1.png VAGABUNDO, VAGABUNDO, VAGABUNDO...(100x) Cquote2.png
Gilberto Kassab sobre Dia do Trabalho
Cquote1.png Trabalho trabalho trabalho que nem um filho da puta, pra mim uma migalha e um filé pra quem nunca foi pra luta Cquote2.png
Danilo Gentili sobre Dia do Trabalho
Cquote1.png O Trabalho não acaba comigo: EU acabo com ele Cquote2.png
Chuck Norris sobre Dia do Trabalho
Cquote1.png E o pior é que é o dia do trabalho e ninguém dá o exemplo!!! Cquote2.png
Comunista sobre Dia do Trabalho

Abr Maio Jun
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31
Ano: 2019
Década: 2010
Século: XXI
Milênio: III
Todos os dias

O dia do caralho trabalho é apenas mais um dia para os mais preguiçosos e vadios ficarem descansando e ficando nos bares até o anoitecer.

Origens do dia do trabalhoEditar

 
Um Grande trabalhador

Baixos salários e jornadas de trabalho que se estendiam até 13134 horas diárias incluindo os domingos e feriados, era um trabalho escrava para botequeiros indústrias do Brasil, da Europa e dos Estados Unidos no final do século II da era Dercy. Para se protegerem em momentos difíceis, os trabalhadores inventavam vários tipos de organização como micros bares onde eles podiam preparar greves e depredação quando enchiam a cara. Com as primeiras organizações, surgiram também as campanhas e mobilizações reivindicando maiores salários e redução da jornada de trabalho. Liderados pelo Jeremias e o Lindomar, explodiam por todo o mundo industrializado. São Paulo e Acre um dos principais pólos industriais latino-americano, também era um dos grandes centros sindicais. Duas importantes organizações lideravam os trabalhadores e dirigiam as manifestações em todo o país: Uma era o SAIA DAQUI pelo grande João Gordo que expulsavam de porradas os que trairam o movimento grevista veio, e o outro era Movimento Sede Zero movido pelo Siderúrgico Lula, atualmente presidente do Brasil. Em 1886, Chicago foi palco de uma intensa greve operária. Dia 1º de Maio, os trabalhadores realizam uma grande manifestação – foi a última do período em que não houve violenta repressão do Bope. Nos dias seguintes, toda ação dos operários foi duramente reprimida pela polícia, com mortos, feridos e muitos presos em que o Capitão Nascimento liderava essas execussões. As consequências chocaram o mundo: O Capitão Nascimento saiu das Tropa de Elite neste dia por não aguentar a pressão, João Gordo foi fazer programa no MTV enquanto o Lula foi eleito presidente anos depois dando o dia 1º de maio como o dia do trabalho pelas lutas pelo seus direito trabalhistas e direitos de um descansos nos melhores bares do Brasil e no Mundo.

 
Dois cidadãos honestos em mais um dia de trabalho duro.


Ver tambémEditar