Abrir menu principal

Desciclopédia β

Asclepius.png A Desciclopédia não é um consultório de medicuzinho.
Por isso, tome vergonha e vá procurar um para fazer seu check-up.
Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Diarreia.

OLA SOU DEITOR CAMELO DAS DOENÇAS DAS CAGANEIRAS VIM DIZER : que se tomamos cha de coco ficamos mais cagados e mais cagados ( dei uma bufa opps ) o que fasso tomo comprimidos da caganeira ( mais godi ) fiquei com vontade de cagar conclusao meeeeeeeeeeeeeeeerrrrrrrrrrrrrddddddddddddddddddaaaaaaaaaaaaaaaaaa

A diarreia é uma doença que deixa a pessoa toda cagada. É causada pelos bichinhos que entram na sua barriga, que são feitos pela indústria de papel higiênico para aumentar seu consumo, e não por causa de não lavar as mãos, como a tua mãe e sua escola falaram.

 É a realização maior da existência humana, é o ápice da criação. Sentir o cheirinho da podridão que você acabou de expelir é algo que não tem preço, melhor que uma gozada. 
Enfim, é a melhor coisa do mundo.

Olá eu sou a jornalista da merda e fasso caganeira todos os dias, porque faz muito bem à saúde :D. A caganeira é uma arte que cheira a bosta de humanóide que pode de servir de perfume para mendigos, pois cheiram a caganeira de viado, porque os viados são gays e tão sempre se cagando:D A caganeira também é muito gostosa como sopa de diarreia com cagalhões gostosos. #melhorsopadesempre.Fim:D!

Índice

HistóriaEditar

 
Cagão que não conseguiu chegar ao banheiro

  Caganeira não é bosta, são lagrimas de um apaixonado.   Consta que logo após provar da maçã proibida, oferecida pela cobra, Adão e Eva provaram, também, as primeiras caganeiras da história. Como castigo pela catinga e pela imundície, Deus os expulsou do Paraíso. Milênios após isso, as indústrias de papel higiênico estavam indo para a falência, pois as vendas de seu produto estavam muito baixas, a moda era limpar o traseiro com jornal cortado em tirinhas. Até que eles decidiram que para vender mais as pessoas tinham que cagar mais, assim elas teriam que limpar a bunda mais vezes, porém de uma maneira em que usassem mais papel higiênico. Então fizeram um laboratório e com várias pesquisas desenvolveram um exército de bichinhos que na barriga de alguém faria tanta merda que o cocô do azarado não aguentaria mais ficar quietinho lá e sairia, para não ser incomodado pelas festas que os bichinhos faziam, com tanta agressividade pela porta que o deixa frouxo e dolorido, assim nada além de papel higiênico é confortável o suficiente. Agora só faltava espalhar os bichinhos por todos os lugares. Hoje em dia as indúsrias de papel higiênico dâo (não é isso não) comida grátis em alguns lugares como: tienda del Chavo, loja de putas da tua mãe (um sucesso) e a casa do caralho. Mas, cuidado essa comida contém altas doses de laxante, suficiente para dar uma daquelas.

Sintomas:Editar

Se você leu o início, deve saber que a pessoa fica toda cagada. Isso ocorre porque o cocô fica dormindo o dia inteiro dentro de você, as vezes indo fazer uma visita ao mundo exterior. Mas quando os bichinhos chegam na sua barriga, eles costumam fazer festas muito agitadas no local, e como isso irrita muito os cocôs (os bichinhos carregam no DNA uma mistura de voz do Narrador da Sessão da Tarde com o saco que é os jovens mais festivos e barulhentos), eles preferem deixar de uma vez só a sua barriga, que não consegue suportar a saída de todos de uma única vez. O resultado é muita, mas muita cagada.

Causas:Editar

 
Ursinho cagão preparando-se para tapar o furo com a vassoura

Inúmeras causas já foram detectadas, as principais são:

É importante destacar que não importa muito o que causa a caganeira, e sim o que a caganeira causa:

Relato:Editar

 
Cagona se exibindo no Orkut (repare no que há dentro da privada).

A seguir, temos um caso real de caganeira com final trágico, relatado pelo próprio cagão.
Jackson Rêgo, 36 ânus anos, vítima de caganeira desde os 14.

  Nunca fui muito de me abrir para os outros, nunca gostei dessa ideia de outras pessoas poderem ver minhas entranhas e introduzir em mim tudo aquilo que elas querem. Mas aos 14 anos minha vida mudou, depois de conhecer um rapaz que gostava muito de criancinhas, resolvi me abrir com ele. No início era só amizade pura e desinteressada, mas depois ele me convenceu a experimentar algo novo, que nos tornaria amigos para sempre. Não sabia o que era, mas deixei ele ir em frente, ele introduziu algo cilíndrico na minha região íntima, doeu um pouco, mas estava bom. Isso se repetiu por 30 vezes durante duas semanas. Depois disso, meu amigo disse que eu não servia mais para ele, pois eu estava muito frouxo. Não entendi nada no momento, mas depois me toquei, ele havia destruído todas as minhas pregas e por isso eu não servia mais para ele. O pior começa agora, incapaz de me segurar, me cagava em todo lugar e toda hora, um simples peido virava um festival de bosta por todos os lados, comecei a andar de saia e sem cueca, pois assim a merda poderia simplesmente vazar pelo meu rabo. Comecei a experimentar coisas para tapar meu buraco, como vibradores, rolhas, cimento, mas nada serviu exceto o extintor do meu carro, que hoje em dia é meu melhor amigo. Hoje a caganeira faz parte da minha vida, já me acostumei a acordar todo cagado ou almoçar com cheiro de merda nas mãos, mas fazer o quê? Eu já me acostumei com a caganeira, infelizmente minha vida atualmente é uma grande bosta por causa dela, mas eu já me acostumei.  

Tipos:Editar

Existem basicamente três tipos de caganeira:

Telefone celular:Editar

Tem esse nome devido a semelhança com seu cu, nunca funciona quando você quer, mas sempre apita nas horas mais incovenientes. É responsável por aquela cagada que você fez nas calças semana passada, durante a reunião com seu chefe. Um modo bastante comum de evitar é enfiar o próprio celular no cu.

Peixe-boi:Editar

Tem esse nome devido a enorme dúvida, depois de dar a cagada: será que foi o peixe que você comeu ou foi o boi? Não dá pra saber, visto que você teve que cagar no próprio sapato para evitar ter que cagar no chão do Centro. Um modo bastante difundido de evitar é comer só peixe, ou só boi.

Ai meu Deus, vou me afogar:Editar

O nome é autoexplicativo. Você caga tanto, mas tanto, que a merda transborda do vaso, escorrendo pelas suas pernas. O fluxo de bosta é costante, provocando enorme pavor no cagão, que acha que vai cagar o suficiente para se afogar na própria merda. É necessário muita concentração para que a merda não suba até o seu rego e queira entrar novamente no seu toba.

Como evitar:Editar

 
Resultado de uma caganeira leve...

Autoridades no assunto de fazer grandes cagadas afirmam que é virtualmente impossível escapar de uma grande caganeira quando a maldita bate com força, mas a Desciclopédia oferece aos seus leitores algumas dicas de como evitar e como curar este mal:

Evitar:

  • Não dê o seu toba;
  • Se você gosta de queimar a rosca, tampe seu cu com uma rolha depois de dar;
  • Não coma feijoada antes de dar ré no quibe;
  • Costure seu rabo com linha de nylon;
  • Introduza um canudo no seu buraco e leve-o à sua boca quando der vontade de cagar.

Curar:

  • Enfie um cabo de vassoura no seu cu;
  • Troque seu cu por outro pinto, assim você vai mijar por trás também;
  • Coma a própria merda, assim você morre logo;
  • Passe a comer pelo cu, assim você vai vomitar;
  • Cague o quanto você puder.

Tratamento:Editar

Você pode pedir para os bichinhos saírem de sua barriga educadamente. Se não conseguir, reze ou compre muito papel higiênico. Isso adianta pois assim a indústria que fabrica o papel higiênico te manda toma no cu ou te dará o antídoto por você ser um excelente consumidor. Ou seja, o remédio que cura a diarreia e sua fórmula estão com os donos das fábricas do papel higiênico, porém eles não os darão para ninguém, para que anos de pesquisa árdua por parte deles não vão para a privada. Você também pode ficar na casa de um amigo seu enquanto está doente, assim sua privada não ficará entupida.

  Conheça também a versão oposta de Diarreia no Mundo do Contra:

 

Ver tambémEditar