Abrir menu principal

Desciclopédia β

Diavolo

Macarraopre.jpg PORCA MISÉRIA!!

Questo articolo è 100% made in Italia ed è sotto il controllo di Cosa Nostra! Perciò sta' bene attento a dove metti le tue manacce zozze o i nostri amici verranno a casa tua per spezzarti le gambine!

Humm... Boiola!
Diavolo vive tendo emisses!

Este é um típico artigo Yaoi, que menciona coisas gays que só gays yaoístas curtem. Se você é cabra omi e odeia Yaoi, NÃO LEIA este artigo, pois ele pode levá-lo para o lado rosa da força, mas se carapuça serve, sente, digo, sinta-se à vontade.

Coringa1.jpg Este artigo é sobre um vilão!

Isso significa que ele rouba, mata e faz outras coisas sem nenhum motivo. Se vandalizar este artigo, um super-herói irá lhe prender.

Diavolo/Vinegar Doppio

Diavolo cosplay.jpg

Especie Viado
Ficha Técnica
Stand/Encosto King Crimson
Arma Preferida Não tem, mas adora usar a dos outros
Poderes e Habilidades Super força, Apagar o Tempo e Prever o Futuro (Epitaph)
Técnica Maxima Secreta Matar os os outros na -vardia
Perfil
Nacionalidade Bandeira da Itália Itália
Profissão Chefe da Máfia, Drag Queen
Característica Marcante Dupla personalidade, medo de ser descoberto
Mania Dar pití quando esta prestes a ser descoberto
Frase Favorita "Eu, Diavolo sou o Rei! Tal fato continua imutável!"


Cquote1.png Você quis dizer: Mia Maffia Cquote2.png
Google sobre Diavolo
Cquote1.png Você quis dizer: Nany People Cquote2.png
Google sobre Diavolo
Cquote1.png I'M YOUR FATHER! Cquote2.png
Nany People revelando a verdade para Diavolo
Cquote1.png NO! NO! THIS ISN'T TRUE! THIS IS IMPOSSIBLE! Cquote2.png
Diavolo ao saber da grande verdade
Cquote1.png Seu plagiador de merda! Eu, Dio, Foi quem inventou o modo "Primeira/Terceira pessoa" de se referir a si mesmo! Cquote2.png
Dio Brando sobre Diavolo
Cquote1.png Olha lá como fala seu larazento! pois eu, Diavolo, sou quase... Um Al Capone! Cquote2.png
Diavolo sobre Citação a cima
Cquote1.png Veja pelo lado bom, pelo menos ele faz a gente parecer mais fodão em comparação Cquote2.png
Todos os vilões de JoJo's Bizarre Adventure sobre Diavolo
Cquote1.png Rurururururu... Alô! Doppio falando! Cquote2.png
Vinegar Doppio usando um sorvete como telefone
Cquote1.png Se você não deixar eu ser o chefe da máfia agora, eu vou chamar meu papai do inferno pra te pegar! Cquote2.png
Giorno Giovanna sobre Diavolo
Cquote1.png Se vira muleque! Você que arrumou essa pica, agora você é que resolve! Cquote2.png
Dio Brando sobre Citação acima
Cquote1.png TODOS NASCEM PARA SEREM ESCRAVOS DO DESTINO! EU NASCI PARA REINAR SOBRE O DESTINO! Cquote2.png
Diavolo tentando pagar de macho
Cquote1.png Sério... Nós tínhamos medo desse cara? Cquote2.png
Todos os membros da La Squadra di Esecuzione sobre Diavolo
Cquote1.png O stand dele apenas aumentou em poder... Eu ainda posso vencer... Cquote2.png
Diavolo antes de tomar no cú
Cquote1.png Bem-vindo ao clube... Cquote2.png
Kars sobre a "Morte" do Diavolo
Cquote1.png Minhas roupas podem ser parecidas com as dele, MAS EU SOU MACHO PORRAAAAA!!! Cquote2.png
Narciso Annasui para Gurias retardadas que ficam fazendo yaoi dele com o Diavolo
Cquote1.png O que é imortal... Não morre no final Cquote2.png
Música que Sandy e Junior fizeram sobre Diavolo


Diavolo é o chefe da máfia mais colorida do mundo, Passione, que enriqueceu vendendo flechas-vibradores e processando um certo canal brasileiro por usar sua marca em uma certa novela lixo (olha o pleonasmo). O objetivo de Diavolo é continuar escondido de todo mundo, e manter sua ilustre beleza para ele próprio. Enquanto que ele usa sua dupla personalidade Vinegar Doppio para dar uns rolês por aí fazendo coisas caóticas.

Índice

HistóriaEditar

InfânciaEditar

 
A verdade sobre o nascimento de Diavolo.

Diavolo desde pequeno teve uma vida complicada, primeiro sua mãe era uma detenta e o pariu dentro da prisão, uma prisão feminina aonde todos os guardas e funcionários eram mulheres e ela não teve contato com homens a anos, o pequeno Diavolo foi então mandado para ser criado por um padre que o tratou com o maior carinho do mundo, porém tudo foi água abaixo quando ele descobriu suas verdadeiras origens (se você leu até aqui já deve saber...) o traumatizando de tal forma levando ele a um ataque de fúria matando o seu pai adotivo, seu pai de sangue sua mãe e tacar fogo no vilarejo e sair ao mundo aonde ele poderia descobrir sua verdadeira natureza e adquirir uma segunda personalidade...

EnriquecendoEditar

 
Diavolo dando um rolê com a sua turminha, repare no seu novo par de silicones.
 
Diavolo promovendo sua nova coleção de lingerie masculina.

Diavolo virou um marujo e começou a viajar ao redor do mundo em busca de aventuras e emoções até que o grupo arqueológico no qual ele fazia parte encontrou um punhado de flechas estranhas, Uma noite, Diavolo se sentido sozinho, viu uma daquelas flechas dando bandeira e não resistiu, teve que usá-la para seus "fins recreativos", rapidamente descobriu que a flecha dava foderes a quem era perfurado por elas e então roubou todas e sumiu. Primeiramente ele levantou grana vendendo algumas das flechas sobressalentes por quantias absurdas para uma velha (Enya, que as usaria em Dio dando nascimento ao The World), uma das flechas ele deu para seu amante Polpo (que devido Diavolo ter rejeitado seu pedido de casamento, se tornou um obeso mórbido devido a depressão) e disse pra ele enfiar a flecha na bunda de quem fosse entrar na máfia, e assim criar um exercito de estante-users para conquistar a Itália.
Enquanto esta putaria rolava solta, Jotaro Kujo mandava Dio direto para o inferno, mas acabou descobrindo sobre as flechas, e que existiam mais delas espalhadas pelo mundo, com medo de que surgisse um outro filho da puta capaz de controlar o tempo, partiu em uma caçada para encontrar as flechas, no entanto, seu amigo Jean Pierre Polnareff sendo o único que sobreviveu fora o Joseph teve que inventar de dar uma de trouxa e se meter, investigando e encontrando Diavolo, porém, acabou levando uma surra desgraçada e sendo jogado de um penhasco, não antes de pegar uma das flechas e ficando aleijado no processo, assim ganhando anos para poder pesquisar sobre a bendita flecha.

PassioneEditar

 
  AAAI! QUE DELÍCIA DE FLECHA, CARA!  
Diavolo filosofando sobre a vida

Sem nenhum inimigo à altura Diavolo começou a tomar o mundo do crime criando sua querida Passione, porém, começou a ficar muito fresco e não queria mais ter contato com o mundo externo, e então para isso precisava de companheiros leais para poder fazer o serviço para ele, eis que surge a "Squadra di Esecuzione" um grupo de assassinos estante-users fodônicos (alguns mais que os outros), sendo estes os personagens mais machões desta parte (vale ressaltar que pro padrão de Vento Aureo, isto não é lá grandes coisas...) e o ajudaram a chegar no topo, mas aí o grupo começa a desconfiar das intenções do chefe e manda Sorbet e Gelato investigar e ambos acabam morrendo violentamente, porém isto foi apenas fachada, na realidade Diavolo tinha inveja do casamento entre Sorbet e Gelato e da forma como eles sempre estavam juntinhos se agarrando, e assim como o Yuda de Hokuto no Ken, Diavolo não permite que ninguém seja mais aviadado do que ele.

  Ô cabelo, cabelo meu, quem é mais aviadado do que eu?  
Diavalo usando seu Epitaph

O grupo puto por terem matado seus amigos, conjuram uma vendetta contra Diavolo. E por incrível que pareça, eles acabam descobrindo que Diavolo tem uma filha adolescente (WTF!!!) e decide usá-la para chegar até o Chefe, porém, Diavolo ao invés de mandar alguns assassinos para eliminá-la (Já que, surpresa! Ele quer que ela morra), manda um grupo novo e sem experiência para resgatar e levá-la até ele para que ele possa matá-la com as próprias mãos e esse mesmo grupo planeja secretamente tomar o lugar do chefe... É, e aí que entra o nosso protagonista Giorno e sua tchurma, não tem como não dar merda não?

Encontro com o PapaiEditar

 
Trish, a filha sapequinha do chefão se insinuando para Giorno, repare na cara de "quem tá gostando" do rapaz.

Giorno Giovanna o filho do Dio com uma vagaba japonesa, tem o sonho de se tornar um Gangster Star e se juntou com Buccellati (Que apesar de ser o irmão gêmeo do Kleimton do Zorra Total e claramente usar um sutiã, consegue ser um dos mais machos dessa parte) para destronar o chefão, já que a bicha louca do Diavolo era mesmo um filho da puta sem escrúpulos, vendendo dorgas nas escolas e asilos e coisas do tipo, então o grupo tomou a missão de trazer o balanço (e a masculinidade) de volta ao mundo gangster. Após ganharem o rank necessário na máfia, eles recebem a missão de proteger a filha do chefe Trish Una (Que é deveras gostosa) e levá-la até certo lugar, para isso ele os entrega uma tartaruga que possui um quarto dentro (isso mesmo) e começam sua bizarra aventura atravessando meia Itália, mas e claro, a Squadra comandada por Risotto Nero começou a mandar seus membros em duplas para caçar o grupo, apesar de serem umas mil vezes mais fortes, eles são muito convencidos para lutar em dupla e sempre acabam se fudendo e morrendo para o grupo de Giorno, assim só sobrando o líder.
Quando eles finalmente chegam no lugar de encontro, Trish já pensava que ia ganhar um set completo de My Little Pony ou Monster High do seu papai e acabou tendo a mão arrancada como presente (Sorte que Buccellati é capaz de botar no lugar com seus zíperes), Buccellati tenta lutar com o chefão mas acaba morrendo, inclusive, aqui Diavolo parece mesmo um gangster e macho (Apenas para decepcionar no final...) Giorno consegue salvar Bucellati com seus poderes curativos mas o dano foi tal, que Bucellati retornou como uma espécie de zumbi. No final eles acabam salvando Trish e Buccellati diz que eles não podem deixar que essa putaria continue e que agora é a hora de acabar com essa bicha, porém, Fugo dá uma de soy rebelde e diz que não vai enfrentar o chefão, sendo o único a arregar enquanto o resto parte em busca de encontrar Diavolo.

 
King Crimson deixando o oco em Buccellati.

Eles acabam encontrando o Polnareff no MSN e ele diz que há um jeito de derrotar o chefão porém só vai contar quando for capaz de vê-los cara a cara, então agora o chefão começa a mandar seus assassinos capengas atrás deles, mas é claro que nenhum deles consegue matar ninguém, eles então tem a ideia de usar o stand do Abbachio para descobrirem o rosto do Diavolo, indo numa praia de nudismo que ele frequentava, Diavolo então decide ir ele mesmo cuidar das coisas mandando sua outra identidade para fazer o serviço: Vinegar Doppio. Doppio não sabe que é o chefe, ele só acha que é o melhor funcionário da máfia, ele tem a bisonha mania de quando Diavolo quer se comunicar com ele, ele pega qualquer coisa perto (sorvete, Sapo, merda de cachorro e etc...) e usa como um telefone e se você insinuar sobre sua dupla identidade ele vai dar um piti e estourar sua cara na parede, quando ele chega perto do grupo ele acaba encontrando com ninguém mais ninguém menos que Rissoto Nero e aí começa a luta (ou melhor dizendo, a ownação).

 
Diavolo chamando Dio pro pau (só nos sonhos dele...)

King Crimson vs. MetallicaEditar

 
Doppio mostrando que diferente da sua outra personalidade, ele gosta de pegar numa perereca.

Risotto começa a interrogar Doppio usando seu encosto, fazendo coisinhas bem leves, como fazer ele vomitar lâminas de barbear, crescer agulhas por debaixo da pele ou fazer uma tesoura crescer dentro da sua garganta, Diavolo permite que Doppio use os braços e a habilidade de prever o futuro do seu encosto e chega até arrancar o pé de Rissoto (mas não importa já que ele bota no lugar no mesmo instante) mas acaba apanhando de qualquer jeito, no final Diavolo toma o lugar quando estava prestes a morrer e usa sua habilidade de apagar o tempo no segundo que o avião de brinquedo do Narancia encheu os dois de bala, fazendo que só Risotto tome os tiros, então ele rouba uma camiseta do cúrinthia de um maluqueiro e mata Abbachio.
O grupo vai até o Coliseu para encontrar Polnareff e acaba enfrentando os dois últimos assassinos da máfia, chegando no coliseu, Bucerrati ferido cego e quase surdo acaba confudindo Doppio por Trish e é carregado pelo mesmo, chegando no lugar aonde eles encontram Polnareff e seu estilo "Tô todo fudido mais ainda sou foda", Doppio vira Diavolo e parte para cima de Polnareff, só que desta vez Pol-Pol-kun estava esperto dos truques da bichona e começou a revidar, só que o fato dele estar aleijado e caolho não ajuda muito a situação, então ele usa a flecha em seu próprio encosto fazendo com que ele digivolva fazendo com que todo mundo (todo o mundo mesmo) tire uma soneca.

A Batalha FinalEditar

 
Giorno e Diavolo em seu épico combate para ver quem é o mais foda.

O encosto evoluido faz com que todo mundo troque de alma, e Polnareff acaba tendo seu espírito transferido para a tartaruga-quarto (e de alguma forma ele consegue falar normalmente) ele então explica finalmente o que ele aprendeu sobre a flecha, a flecha possui um tipo de bactéria espiritual que ataca a alma da pessoa e a força a contra-atacar e evoluir para um encosto (ou morrer tentando), tendo uma segunda dose faz com que o encosto ganhe um novo poder (como o Kira) mas perfurando o próprio stand faz com que ele evolua para a forma requiem, uma forma com poderes ultra fodônicos.
Após uma cagalhada de acontecimentos, envolvendo a morte de um dos membros do grupo, uma invasão de seres do outro mundo e troca-troca de corpos eles acabam derrotando o requiem e todo mundo volta ao normal, porém Giorno consegue a flecha e a usa no seu encosto, se transformando em um super saiyajin flutuando e tudo mais, então Diavolo prevê que vai matar Giorno e então usa seu poder e parte para o golpe final, porém no segundo em que ele vai acertar Giorno, o tempo começa a voltar, aí o requiem sai do estado do "tempo apagado" e humilha Diavolo dizendo que tudo é inútil contra ele, e depois que o tempo volta o normal, ele enche Diavolo de porrada o jogando no rio, quando Diavolo consegue sair de lá ele encontra um drogado e é esfaqueado até a morte, depois ele acorda numa sessão de autópsia e depois na frente de um carro, ele então percebe que o requiem o colocou num ciclo de morte eterno, a última cena que vemos desse ilustre vilão é quando este mesmo se caga de medo ao ver uma garotinha após morrer umas trezentas mil vezes.

 
Diavolo já arrumou um novo patrocinador para o próximo jogo da série.

  FIQUE LONGE DE MIIIIIIIIM!  
Reação de Diavolo ao perceber que vai se morto por uma garotinha de 8 anos

FoderesEditar

 
Diavolo e seu mano Kars curtindo a eternidade adoidado.
 
King Crimson está sempre de mau-humor, nem ele aguenta o Diavolo...

O encosto de Diavolo, King Crimson é capaz de "apagar o tempo", quando ele ativa esse poder, só Diavolo é capaz de vivenciar aquele momento, enquanto para todo mundo é como se fosse um lag, parecido quando você tenta jogar aquele jogo que o seu PC da Xuxa não guenta, e nesse período de tempo Diavolo não pode ser ferido e nem atacar, a estratégia de Diavolo então, é chegar por detrás do inimigo enquanto ele não é capaz de vê-lo e encoxá-lo violentamente sem dar tempo de reação. Ele também pode usar a segunda cabecinha do stand que é capaz de prever o futuro usando seu sedoso cabelo rosa. Além disto ele é forte como uma jamanta, porém parece ser o único stand do mundo que não sabe a arte de encher o inimigo de porrada.

E depois?Editar

Diavolo ficou morrendo por toda a eternidade até ter ficado louco, talvez tenha conseguido se salvar ou pelo menos morrer de uma vez no reset do universo, quem sabe ele não volta a dar as caras na parte 9?

Número de vezes que Diavolo morreu enquanto você lia este artigo:
      

O verdadeiro fim de DiavoloEditar

Ficha de Dados de Vilão: DiavoloEditar

  1. É afeminado? Sim.
  2. Tem uma risada maligna? Sim.
  3. Tem um plano para conquistar o mundo? Sim.
  4. Matou algum personagem principal? Sim, Bruno Bucellati, Narancia Ghirga e Leone Abbachio
  5. Destruiu algum planeta? Não.
  6. Tem soldados? Sim.
  7. Eles são afeminados? A maioria.
  8. Retornou para se vingar depois de derrotado? Não.
  9. Atributos especiais? O único vilão da história que se tornou imortal contra a própria vontade.
CAPTURADO

 

Anunciamos que Diavolo não fará(ão) mais mal a ninguém,
pois se encontra(m) preso(s), morto(s) ou/e finalmente derrotado(s).

Agradecemos à(s)/a(o)(s): Giorno Giovanna pela sua captura.
Obrigado, Giorno Giovanna, certamente as pessoas poderão
dormir mais tranquilas graças a você(s).