Abrir menu principal

Desciclopédia β

Diego Milito

Cquote1.png Olha o Milito com a bola aí, ele é perigooooosoooo... Cquote2.png
Galvão Bueno narrando um lance de Diego Milito onde ele escorrega, cai e perde a bola
Cquote1.png AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA! Cquote2.png
Torcida do Bayern de Munique sobre Diego Milito
Cquote1.png Eu não o convocaria para a seleção se ele fosse brasileiro. Ele não se encaixa no perfil de time que eu vislumbro. Cquote2.png
Dunga sobre Diego Milito

Cquote1.png Ele faz mais gols que eu, ganha mais que eu... Pelo menos fica tudo em família. Cquote2.png
Gabriel Milito, zagueiro do Barcelona sobre Diego Milito

Milito comemorando seu quinhentésimo gol decisivo pela Inter.

Diegol Milito, ou o Príncipe, é um ex-futebolista argentino que jogava como centroavante, famoso por defender a Internazionale. Ficou famoso por fazer gols em finais. Ele podia quebrar a bola em todas as partidas do campeonato, mas seguramente na final, mesmo que seja a única vez em que tocasse na bola, fazia o gol decisivo.

HistóriaEditar

 
Na Internazionale, Milito é efetivamente melhor que Eto'o.

A família Milito, que vive em um submundo do interior suburbano da grande Buenos Aires, é reconhecida na Argentina pelo imenso gasto mensal com impostos, devido ao patrimônio de dois de seus membros, Gabriel e Diego. O futebol está presente em suas vidas desde cedo, pois seu pai era o responsável pelo corte da grama no estádio do Racing Club. Os dois guris o acompanhavam, e ficavam brincando com a bola. E assim foi durante anos, e sempre terminava em briga, porque Diego sempre conseguia driblar Gabriel, que retribuía com um chute quádruplo na coluna, e assim cresceram. Essa rivalidade em campo fez com que eles escolhessem caminhos diferentes. Diego tornou-se atacante no Racing, e Gabriel virou zagueiro, pelo Independiente de Avellaneda.

Diego Milito destacou-se pela sorte capacidade de marcar gols em partidas decisivas, o que o levou à jogar na Europa. Primeiramente, defendeu o glorioso Genoa, e o normalmente segundino Real Zaragoza, onde jogou junto do irmão. Eis que, em 2009, acerta sua ida para a Internazionale de Milão.

E em 2010...Editar

Diego Milito, em 31 de dezembro de 2009, foi a uma sessão de macumba em Florianópolis, onde passava férias, como normalmente fazem os argentinos. Fez uma mandinga para que, durante o ano de 2010, conseguisse ter atuações boas e ganhar alguma coisa, para conseguir a convocação para a Copa do Mundo de Futebol de 2010. E não é que deu certo? Ele fez gols em todas as decisões que a Inter participou, e se tornou a segunda pessoa mais importante da equipe durante a temporada, pois o primeiro é o treinador José Mourinho, pelo menos na cabeça deste.

Ver tambémEditar