Abrir menu principal

Desciclopédia β

Disfarce

Cquote1.png Ah, não tá feio não, pode tirar... Cquote2.png
Você tentando dar um susto numa criança com sua máscara de Godzilla que já resistiu mais de 8 carnavais
Cquote1.png SOCOOOOOOOOOOOOOOOOOORROOOOOO!!! Cquote2.png
A mesma criança quando você tira sua máscara...

Ah, nada como disfarçar a si mesmo! Um dos pequenos prazeres da vida, ainda mais na infância! Se alguém não gosta de quem as pessoas disfarçadas são, eles podem simplesmente virar-se, cliquar em seus calcanhares três vezes, e PFFF! Darth Vader, presidentes, rainhas, reis, coelhos, e até teroristas! Todos dentro do alcance de qualquer idiota, basta jogar um pouco de dinheiro sobre o balcão da loja de roupas local, por um brilho nos seus olhos e confiança em sua voz e dizer: Eu virei gay! Alguém me seguuuuure!!

Disfarces (aka fantasias, máscaras, esconde-traseiros-vide cueca-, e cosméticos) têm uma longa história e um perfil mais psicológico. Eles aparecem quando você menos espera, ou então pelas ruas com crianças quando elas tentam insistentemente te assustar e você finge que se assusta(ou não) só para fazê-las feliz (ou seja, Halloween, ou Carnaval). Disfarces para desfile, namoro(você se disfarça de namorado fiel todo dia. E ela faz isso com você também...), e, claro, na festa a fantasia de sua Universidade. E o mesmo disfarçe sempre some fora dessas épocas, indo lá para o fundo de seu guarda roupa. Exceto no caso dos cosméticos, na qual é um disfarçe diário das mulheres para esconder a feiúra(como você acha que Gisele Bündchen se sustenta?). Não há nada suspeito neste artigo.Não há nada suspeito neste artigo.

Índice

O surgimentoEditar

 
Shhhhhhhhhhhhh!! Ninguém pode saber quem eu sou!!

Disfarces de todos os tamanhos existem, é claro, mas isso não foi sempre o caso. O primeiro disfarce era, na verdade, bastante reduzido. Quando um homem das cavernas fizeram uma falsa barba para esconder a cicatriz que ele ganhou de um "Vai amor!! de sua amante, mal ele sabia que começava uma tendência(pena que ele não vive hoje para chorar os royaltis referentes à isso)...

Felizmente para ele, quando sua esposa viu ele com aquela barba falsa, em vez de se tornar suspeita, ela de imediato quis um também. Infelizmente para ele, ela o ordenou a fazer um para ela e dizer que era algo muito caro e que era uma tendência mundial. Mas o máximo que ele conseguiu foi colocar um bigode nela(NASCEM AS MULHERES PORTUGUESAS!!).

O homem das cavernas não tinha escolha senão cumprir, e assim, a mulher conseguiu seu disfarce sem nem perceber que também ganhara outro disfarce: uma galhada. E o desfilava com orgulho, se mostrando para as amigas, espalhando a tendência(explicado o porque de MUITAS mulheres portuguesas teremn bigode). E foi assim que um mastodonte com raiva, um homem das cavernas e uma esposa exigente combinaram seus parcos recursos mentais para inventar e popularizar disfarces.

Onde são usados disfarçes?Editar

Hoje existem tantos deles que já há até os que escondem lugares bem adversos e que são tão eficientes que enganam algumas pessoas. Por exemplo, você está em paz andando pela rua da Disney, cuidando da sua vida, cantarolando Oh Happy Day, e de repente algum pobre acéfalo beberrão que largou os estudos salta na sua frente em um uniforme do Pato Donald. Enquanto ele faz macaquices na sua frente, começam os questionamentos internos: É do sexo masculino? É Mulher(se for faço aquela cantada te dou comida, cama e roupa lavada meu bem!!)? É um extraterrestre? O que é que neste calor infernal se veste de Pato Dinald para ganharb poucos dólares!?

 
Nada como um bom disfarca para passar despercebido por onde você vai...

Ou você está lá numa doceria, em pleno carvaval, comprando alguns marshmallows, pensando sobre como devem ser bons os novos sabores (huuuummmmmm, com leve gosto de acerola!!), cantarolando The Scientist e assim comprovando-se que você estava lendo esse pacote de marshmallow de trás para frente, quando de repente um idiota disfarçado de bate-bola proporciona uma pequena explosão nuclear batendo com aquela bola no chão, e olha para você com os olhos do tamanho da bunda de sua sogra e com um lindo sorriso dizendo que você acabara de tomar um susto. Após o susto, e você consegue enxugar o suor de sua testa e acalmar-se para contar até dez e correr atrás desse filho da puta. De repente você está convencido de que a Terra é habitada por demônios do inferno, e que os disfarçes por muitas vezes funcionam.

Algumas pessoas quando se disfarçam mal, e são descobertas,

propõem um acesso de fúria contra você, até dizendo que você tirou a graça(?) da brincadeira, ou então, que é carnaval, cadê o senso de humor!? logo após te dar um susto dando um tapa nas batatas fritas que custaram inacreditáveis 3 reais no Mc Donald's. Ora, com isso você aprende uma lição: carnaval + disfarce escroto + bebida/mal humor= merda. Culpa do homem, que tratou de inventar moda e além de barbas à lá Enéas Carneiro tratou de criar disfarces por completo.

Tipos de disfarcesEditar

 
Para disfarçar suas reais intenções, alguns políticos se disfarçam de modo a que ninguém perceba suas brilhantes ideias. Mas o Tiririca inovou ao se fantasiar de....Tiririca.

Disfarce para festasEditar

Carnaval! Você pode culpa-los para a popularidade dos disfarces. Ao longo dos séculos, em cada massa de terra civilizada(ou não), quando homens e mulheres querem se encher de bebida e passar por tudo o que queriam ser, como se vestir de gay, ou ficar de sunguinha(adocica meu amor, adocica!), ou então se disfarçando de feio mesmo(nem precisa e disfarce, muitas vezes a pessoa é feia de origem), eles colocam rostos falsos, ou então se vestem completamente de algo. Com estes grotescos hábitos de colocar tudo aquilo que a tendem a manter em seu rosto passa serem ridículas mas mesmo assim serem consideradas 'criativas'. As pessoas podem conversar ou agarrar alguém sem medo de ser visto! Mas na micareta você agarra todo mundo e mesmo sem máscara ou outra roupa qualquer você também não é percebido. Não admira que isto se tornou popular e uma tendência que perdurou por milênios. Algumas pessoas gostam tanto disfarces que nunca os tiram(Seu Madruga tinha se disfarçado de pobre em um Carnaval. Gostou tanto que decidiu não só incorporar a roupa, como também virar pobre de vez)!

Disfarce para rouboEditar

 
Típico maloqueiro se disfarçando de viado para passar despercebido pela polícia

Em pouco tempo, pessoas de caráter duvidoso e mentes aguçadasviram o potencial do uso de disfarces na arte viril de roubar dos ricos para dar a si mesmos e suas namoradas. Esta surgiu pela primeira vez há muito tempo atrás, quando os romanos que se vestem como os gregos roubaram os turcos. Hoje assaltantes vestem máscaras. Sim, quem nunca viu aqueles típicas máscaras pretas no qual só dá para ver o olho do cara? Se bem que os neo-ladrões usam a própria arma como disfarce: mostrou a arma, ninguém sabe como ele é, até porque ninguém olha para a cara dele(e se olha, não a olhará mais).

Em todo o faroeste selvagem, onde os homens eram homens e índios foram praticar tiro ao alvo, caixas de banco juraram sobre que um homem, Jesse James, tinha roubado deles. Estas alegações diversas, para grande desgosto do Sr. James, que nunca fez mal a uma alma ou roubou um centavo em sua vida. O que ele fez foi ter a infeliz experiência de posar para um designer de máscara quando tinha 18 anos, um emprego que lhe pagava um par de pinças e um sanduíche de presunto vencido. Meio século mais tarde, ocorreu o mesmo esquema com Al Capone, um distribuidor de catálogo da Vitória Secrets, que não tinha idéia de que ooderia acontecer até que ele foi jogado na prisão por sonegação de impostos. No Brasil, Fernandinho Beira-Mar havia se fantasiado de flamenguista e imediatamente foi preso acusado de tráfico de drogas. O erro foi ter se fantasiado de analfabeto flamenguista para praticar os atos ilícitos, uma vez que de um flamenguista já se espera isso.

Logo mais as pessoas e as criaturas tiveram sua imagem copiada, numa produção em massa de um pedaço de plástico barato com um elástico amarrado ao redor da parte traseira. Quantas vezes o Barack Obama ou o Godzilla já pegaram a bolsa de uma velhinha? Ou Gasparzinho, o Fantasminha Camarada passou e ninguém esteve lá para provar por um banco? Muitas vezes, com certeza.

 
O albinismo pode ser um disfarçe!

Então...Editar

Conclui-se que um disfarce pode ser essencial para uma pessoa. Não vê os Indies? Se disfarçam de cult sendo apenas idiotas que vêem filmes iranianos(WTF?). Ou então um palhaço. Se não fosse o disfarce...Idem à um detetive. E os emos? Todo dia se disfarçam de...opa! Não, eles não se disfarçam, eles são gays de origem mesmo.