Abrir menu principal

Desciclopédia β

Dona Emma

Eis a Dona Emma
Eis o "macho" de Seu Emmo.
Visão Aérea do Município de Dona Emma em toda a sua Insignificância Emmo.

Cquote1.png Aonde é que eu tô? Cquote2.png
Infeliz que se perdeu em Dona Emma
Cquote1.png Tem alguém aqui??? Cquote2.png
Outro Infeliz que se perdeu em Dona Emma
Cquote1.png Expressamente proibido usar a segunda marcha ou superior Cquote2.png
Placa de Trânsito sobre orientação para se perceber que se está em Dona Emma
Cquote1.png Eu tenho medo. Não sei como saio desse mato! Cquote2.png
Regina Duarte que também se perdeu em Dona Emma
Cquote1.png Reza pra sai. Reza pra sai! Cquote2.png
Capitão Nascimento sobre a citação acima
Cquote1.png Eu não sei onde fica! Cquote2.png
Lula rindo por que você também não sabe onde fica Dona Emma
Cquote1.png Bem amigos da Rede Globo. Estamos aqui em... em... Onde é que a gente tá? Sô vejo mato! Cquote2.png
Galvão Bueno durante a transmissão do jogo do Corinthians no Campeonato Brasileiro de Botcha sub-QI
Cquote1.png O meu Deus Spock! Onde estou? Cquote2.png
Capitão Kirk teletransportado para Dona Emma
Cquote1.png Está perdido Jim! Cquote2.png
Spock respondendo ao Capitão Kirk
Cquote1.png Perdi minhas botas, muuuuuito antes de chegar lá! Cquote2.png
Judas sobre suas perdas em Dona Emma

O Sábio Monge Chinês Tibetano Nascido em Ribeirão Preto, figura conhecida de Dona Emma. Foto: Biroska Press
A mulher que deu entre outras coisas dadas o nome para a Cidade. Foto: Serviço Português de Pessoas Sumidas e Não Achadas

Dona Emma também conhecida como "um lugarzinho nomeio do mato com algumas casinhas". Esta definição geralmente dá as pessoas a noção que é um motel. Mas um motel tem mais categoria que Dona Emma. Cidade localizada Alto Perdido do Vale do Itajaí.

Diz a lenda que bando de retardados fugiram da Pútia (Prússia) e foram descendo pelo IBOPE até chegarem na região que hoje é Dona Emma.

Todo mundo já ouviu falar dessa querida, pacata e subdesenvolvida cidade, menos Luiza que está no Canadá!

Índice

Dados Gerais

População 465 seres humanos, 214 bois, 156 vacas, 229 bodes, 125 cabras, 97 cavalos e éguas, 850 cachorros e 47 mamíferos que não se encaixam em nenhuma das classificações anteriores!

Atitude: nenhuma que preste.

Definição: um buraco.

Fauna e flora: alemães, melancias e azaleias.

Comunicação: via gritos ou por meio de pombos correios, porque os telefones estão constantemente em recesso e celular, bom, celular você pode usar indo em baixo da exorbitante repetidora de sinal da Tim recém instalada no topo do morro mais baixo presente no município (onde o sinal de celular se propaga por incríveis e longos 70 metros) e mesmo assim a qualidade de sinal é péssima pois os ruídos infernais das madeireiras localizadas ao redor da estrondosa repetidora atrapalham.

Origem do Nome

Na falta de educação, os alemães que não sabiam se eram da Alemanha Oriental, Ocidental ou da Bosta-Hergovina traduziram o criativo nome Dona "Anta" para "Emma". Aliás não sabiam nem que eram seus pais muito menos saber a diferença de uma ema, avestruz ou anta.


Dona Emma - Ontem - Hoje - anteontem.

Dona Emma é a cidade mais preparada para a produção de vegetais ecologicamente incorretos. Não há nada de trangênico (fora os habitantes é claro) em Dona Emma. Devido ao uso grande produção de titica de galinha e bosta de porco, exportam para Florianópolis e os emos para o Rio Grande do Sul.

Dona Emma já foi nada; hoje é aquilo; amanhã será alguma coisa.

Colonização

Dona Emma foi colonizada por refugiados de présidios e bordeis da Pútia (Prússia) e depois por um bando de gente que fala engraçado e dizendo-se italianos. Assim Dona Emma tem duas divisões etnicas:

  • Pútianos: (descendentes de putas da Pútia (Prussia) que depois viria a ser a Alemanha
  • Italidiotas: que não sabem o que são e acham "botcha" a melhor coisa do mundo.

Lendas da Colonização

Diz a Dona Lenda, que trabalha no 1,99 de Dona Emma que quando os primeiros colonizadores chegaram ao Brasil estavam com uma bussola e um mapa tentando achar Pomerode. Depois de noventas dias perdidos, encontraram um Sábio Monge Chinês Tibetano, nascido em Riberão Preto que perguntou:

Se vocês tem uma pulssola e um mala (o mapa, carta geografica, não o Galvão Bueno) pô que ficalam peudidos? A que se respondeu. Mai liber goti, eça porcarria só aponta pro norte e nois que saber pra que lado fica o sul.

Rodovias

Dona Emma é cortada por duas ruas sendo que uma não tem saída e é mão-única. A outra rua, é contra-mão! Ligando as localidades de nada a menos que nada. Dona Emma que está anos-luz a frente do seu tempo não pavimenta com asfalto suas ruas. Deixa elas com parelep.. pedras de calçamento, que fazem o inferno das pessoas que passam por lá. Não há amortecedor que aguente. Isto se dá para o visitantes perceberem que estão em Dona Emma.

Industria

Dona Emma conta com uma magnifica indústria, chamada ESTORRA (assim mesmo, lembre-se eles não sabem escrever), que produz móveis de madeira 100% roubada sem licença e noção do IBAMA. Usando a tecnologia sarrafo.

Governo

O prefeito é Villy Werner Monstro, conhecido protocologista da cidade. A câmara de Dona Emma é localizada aos fundos cancha de Bocha da Gaúcha.

População

A maiorida da população de Dona Emma é esperta por natureza. Existem mais donaemmenses em Blumenau, Joinville, Rio de Janeiro, Ibirama e Florianópolis, onde vão fazer saliência com as mulheres dos pápa-siris do que na própria cidade (háháháhá, cidade, essa foi boa!!!). Isto se deve ao sentimento presente nos habitantes para encontrarem seus verdadeiros pais.

Hino de Dona Emma

Nós somos de Dona Emma, Fiéis idiotas e cornos;

O nosso negócio é Brahma, A mulher nós deixamos pro outros.

Nós somos de Dona Emma, Por que nosso negócio é cerveja;

Quando crescemos vamos pra Florianópolis, Saber quem é nosso pai.

(canta-se este hino na melodia de qualquer música da banda Djavú)

Lema de Dona Emma

Nóis samo do mato mais temo computadô