Abrir menu principal

Desciclopédia β

Doutor Pedrinho

Ponte-HLuz.jpg Se quésh quésh, se non quésh, dish!

Este artigo é catarinense! Já entrou em coma alcoólico na Oktoberfest, sabe o que é boi-de-mamão, tem um poster do Guga e pensa que é alemão!

Venha para o lado barriga-verde da força você também!

NovoWikisplode.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Doutor Pedrinho.

Cquote1.png Por que deram esse nome de Doutor Pedrinho para esta cidade? Cquote2.png
Zéquinha sobre o nome dessa cidade
Cquote1.png PORQUE SIM, ZÉQUINHA! Cquote2.png
Pedrinho (o irmão mais velho do que o Zéquinha) sobre o óbvio
Cquote1.png Porque sim, não é resposta!! Cquote2.png
Marcelo Tas Telekid se intrometendo
Doutor Pedrinho é o irmão mais velho que o Zéquinha um município brasileiro do estado de Santa Catarina.

A sua história

 
O homenageado

O município surgiu no início do Século XX, com a chegada de Germano Rigo, Natal Notari e Fausto Noriller, um bando de vagabundos que não tinham mais nada na vida o que fazer. Os três corajosos sertanistas enfrentaram, protegidos com seus rifles de bala grossa e com um grupos de índios bravos que ajudaram a enfrentar os animais ferozes enquanto abriam picadas nas matas para ver se encontravam um lugar bom para a exploração de riquezas e drogas. Logo vieram os descendentes de italianos e alemães das localidades de Rodeio, Nova Trento e Luís Alves e mais um monte de Zé Ninguém para esta parte da Floresta. Eles se instalaram na barra do Rio Forcação onde suicidas rotinas ocorriam nesse local, onde hoje fica o município de Doutor Pedrinho, nome dado ao distrito em 1949, em homenagem ao pai de Aderbal Ramos da Silva, na época governador de Santa Catarina que ajudavam muito a desviar verbas publicas para os bolsos desses deputados.

Seu turismo

Quem busca aventura, sexo selvagem e contato com a natureza encontra nos inúmeros recantos de Doutor Pedrinho um cenário ideal. As paisagens convidam aos esportes radicais: são cânions, quedas d’água, cachoeiras, ribeirões, tudo numa área verde que abrange 60% do município, mas cuidado que a gente não se responsabiliza por acidentes durante a pratica desses esportes altamente perigosos. Cerca de 400 pessoas visitam a localidade durante o verão, vindas principalmente de São Paulo e do Paraná que vieram só para arriscarem suas vidades nessas loucuras que eles chamariam de diversão, embora alguns deles vieram apenas para o sexo noturno nas matas.