Dercyclopédia


Bem-vindo(a) à Dercyclopédia

A bosta da enciclopédia de merda livre de qualquer porra de conteúdo de bosta que qualquer filho da puta pode editar.

58 842 merdas escritas · 196 781 fotos da perereca da vizinha

Ajuda

Encoxada

PQP, não pergunta, caralho!

Pau na mesa

Teatro

Contribuir

A bosta do artigo desse mês
Touro mecânico fazendo mais uma vítima em seu expediente

O touro mecânico é uma antiga engenhosidade de repressão e tortura inglesa criada no final da Idade da Pedra (ou não), que veio a se tornar extremamente popular em parques de diversão e presídios de segurança máxima dos Estados Unidos. Consiste em uma máquina amaldiçoada que simula um chifrudo furioso encarnando uma entidade de algum boneco de posto (ou de uma traveca prostituta) que balança e chacoalha mais que o avião da Chapecoense, ou o seu irmão com epilepsia assistindo o fatídico episódio perdido do mal de Pokémon, tentando derrubar e jogar o pedaço de estorvo montado nele na parede ou, como na maioria dos desenhos animados, lá na dama-da-noite que o concebeu. Ainda é um "brinquedo" muitíssimo usado em festinhas infantis, sendo uma garantia segura de entretenimento para os pimpolhos e para o tiozão de cara suja que controla a bagaça, que pode tacar moleques fedorentos no chão à vontade sem ninguém ligar pro 190.

Nos anos de 1900 e lá vai o touro, antes do tempo em que minha vovó jogava pelada FUTEBOL na esquina, um certo mecânico barrigudo, sem muita criatividade na cachola e com muita merda acumulada nas tripas, teve a ideia incrível e totalmente aleatória de construir um tipo de carrossel inovador para os pimpolhos se divertirem porque para os macacos é que não seria. Porém, o senhor em questão tinha um leve grau de esquizofrenia combinado a um quadro crônico de Alzheimer, e criou uma espécie de boi com tremores generalizados e com movimentos de um dublê de filme pornô, o que cagou todo o projeto e fez com que o homem obeso desistisse da ideia rapidamente.

Compartilhe: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter



Putas que foderam as merdas que aconteceram desde a ultima vez que a sua mãe trepou com um gorila viado


A bosta do dia de hoje da merda de todos os cornudos chifrões é...


Falando nisso, seu corno filho da puta cagão que nao sabe porra nenhuma,sabia que a sua mãe tá dando o cu pra todo mundo e que quem escreveu também está


Imagens da porra
 
Que porra é essa?
Dercygonçalves.jpg
Bem vindo porra nenhuma! Vai te foder! Aqui é uma (des)enciclopédia mantida por um bando de corno que fica apagando o que eu escrevo. A Desciclopédia é um site de humor merda e quem leva essa porra a sério merece ir à merda também. Todas as porcarias que tem aqui convergem para uma desgraça: ser engraçado e não só um besta! É uma coisa do caralho, mas que dá numa porra diferente. Quer dizer que, no âmbito da Desciclopédia, só pode valer alguma merda as críticas que se refiram à qualidade divertida de um artigo. Não tem, portanto, porra de sentido algum tentar defender essas pragas de méritos morais ou artísticos de algo que você adora chupar (banda, filme, personalidade, programa, game, etc.) e que tenham sido sacaneados num artigo da Desciclopédia. E antes que me esqueça, vai pra puta que te pariu com essas merdas aí.


Ainda quer participar? Caralho ein...
Filho da puta é quem lê essa porra que nem eu, caralho de bosta voadora. Dentre as porras de diversas páginas de ajuda por aí, estão as que explicam como criar um tolete de artigo, editar uma desgraça de artigo ou meter uma caralha duma imagem. Se tem dúvidas, pergunte de uma vez e mostre a rola da sua apnião.


Comunhão dos cornos
A comunidade é igual um pinto, crescendo dia após dia. Porém, precisamos de mais filhos da puta para podermos ampliar o número de merdas escritas em língua portuguesa e expandir, melhorar e consolidar a bosta que já existe.


Projetos irmãos o caralho, porra!
A Desciclopédia existe graças a uma entidade arrombada chamada Fundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo merda:



__