Abrir menu principal

Desciclopédia β

Duchambe (tajique Душанбе que significa segunda-feira) é a capital do Tadjiquistão.

HistóriaEditar

 
Um carro rechado do mais puro feno duchambense.

Pouco se sabe sobre a antiga Duchambe, apenas especula-se que aquilo ali foi um mercadinho de feno que funcionava todas as segundas-feira. Devido à sua natureza inóspita, desolada, desinteressante e insignificante, Duchambe atravessou milênios imperceptível à civilização, e até hoje quase ninguém nota ou conhece a existência da cidade.

A primeira vez que Duchambe é citada em algum documento foi em 1920 quando os refugiados de Bucara assentaram-se em Duchambe após a Revolução Bolchevique que nacionalizou todo a cachaça do Uzbequistão tornando o país impossível de se viver.

Duchambe é conquistada pelo exército da URSS que não tem em dificuldade em derrubar o exército local formado por 5 velhinhos montando mulas. Como capital do então Tadjiquistão, é chegada a ferrovia em Duchambe em 1929, e com a ferrovia chegou à Duchambe todo tipo de preso político inimigo do sistema socialista que ganhou a terrível pena de ser exilado no Turcomenistão, considerada a pena máxima pior que a morte. Durante essa época a cidade passa a ser conhecida como Stalinabad.

Em 1990 quando a União Soviética agonizava, decidem voltar ao nome Duchambe porque Stalinabad estava muito zicado, e a cidade foi completamente ignorada quando foi invadida por armênios desempregados. Com o tempo os armênios acabaram ido trabalhar ordenhando vacas e tosqueando ovelhas.

Agora com o Tadjiquistão independente, os políticos de Duchambe poderiam roubar a população à vontade, e de 1992 a 1997 Duchambe atravessa a Guerra Civil do Tadjiquistão marcada pela insatisfação popular pelos impostos sobre o arenque.

Atualmente, Duchambe ganhou o concurso de capital mais tediosa do mundo, vencendo todos os fortes concorrentes dos países vizinhos.

GeografiaEditar

A localização exata de Duchambe ainda não é conhecida, mas é geralmente aceito como no meio do deserto da Ásia Central. Duchambe também é aceito como a capital do Tadjiquistão nos livros que consideram a existência deste país.

EconomiaEditar

Duchambe se destaca em sua indústria têxtil como grande exportador de algodão, seda, pele de ovelha e aqueles tapetes legais de pele de urso.

Vem crescendo na cidade também o lucrativo comércio de feno, material abundante no Tadjiquistão.