Abrir menu principal

Desciclopédia β

Dios1.png Importante! A Igreja Universal quer sua atenção!

Deus quer que este artigo seja ampliado.
Aqueles que o fizerem, serão ajudados pelos seus tentáculos. Os que ignorarem, irão para o inferno pra sempre.
Não seja herege e obedeça a verdade única e divina!


GuardasInglaterra.jpg GOD SAVE THE DESCIC£OPEDIA!!

The Merlim's Order First Class garante que este artigo é 100% inglês. Ele é industrializado, casto, vitoriano e tem a aprovação de £ewis Hamilton.

Se o artigo for sem graça, é apenas humor britânico.
Rainhavitoriapre.jpg


EMI faliu!
Graficozero.JPG Nem o Seu Creysson quita suas dívidas!

Outros que ficaram no vermelho.


60px-Bouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: EMI.

Cquote1.png Você quis dizer: EMO? Cquote2.png
Google sobre EMI
Cquote1.png Você quis dizer: Amy? Cquote2.png
Google sobre EMI

Cquote1.png Nooooooooooooooooooossaaaa EMI. Cquote2.png
Cara do Pânico na Tv sobre EMI

Cquote1.png Nooooooooooooossaaa EMI o cara do chinelo Cquote2.png
Fã do Pânico na TV sobre Citação acima

Cquote1.png Quanta gente! Quanta alegria!. Cquote2.png
Mamonas Assassinas sobre Fila da EMI

Cquote1.png Ta bem mais eu Não toco Raul. Cquote2.png
Pedra Letícia sobre contrato com a EMI

EMI (Sigla de Encosto Musical Internacinal Electric and Musical Industries Ltd) é uma gravadora britânica com sede em Londres, Inglaterra, que mantém operações em 25 Puteiros países; a EMI Group é uma das 4 piores maiores gravadoras do mundo.

Índice

HistóriaEditar

 
Zona Sede da EMI em Londres.

Foi formada em 1931 pela máfia incorporação da Columbia Gramophone Company e Gramophone Company. Em 1957, para repor as perdas de seus negócios ilegais licenciados com a RCA Victor e Columbia Records, afinal, a "Columbia EUA" havia rompido os acordos com a EMI desde 1951, a EMI entrou no mercado americano roubando adquirindo 96% das acões da Capitol Records.

Durante as décadas de 1950, 1960 e 1970, a zona gravadora EMI obteve um grande sucesso no campo de erva da música popular através de suas biqueiras marcas subsidiárias, tais como: Parlophone Records, HMV, Columbia Records da Austrália, Capitol Records e EMI-Odeon, Virgin Records, Apple Records e Copacabana Records. Isso fez da EMI uma das gravadoras mais ruins conhecidas em todo o mundo, com uma lista de alguns dos traficantes artistas mais drogados famosos em suas respectivas épocas.

AtualidadesEditar

Em março de 2006 a zona "EMI Group" entrou em negociações ilegais para a compra da cocaína Warner Music Group - este movimento no mercado pornográfico fonográfico poderia reduzir de 4 "gigantes" do ramo, para apenas 3 - mas de acordo com o site da Warner, a proposta foi rejeitada. Então, a Warner voltou a mesa de negociações oferecendo a compra da EMI, que rejeitou a proposta. Representantes de ambos os lados continuam mantendo encontros e decidindo quem compra quem.

ContratadosEditar

Ligações externasEditar