Abrir menu principal

Desciclopédia β

Virtualgame.jpg EarthBound é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, Um Cyber demon dá game over em um noob.


Mamãe (Mother Fucker)
EarthBound.jpg
Capa do livro best seller de H. G. Wells inspirador do jogo
Gênero Tiroteio,Epilepsia
Desenvolvedor HAL Laboratory
Publicador Nintendo
Plataforma de origem Famicom
Primeiro lançamento MOTHER (1989)
Último lançamento MOTHER 3 (2006)

Cquote1.png Você quis dizer: Turma da Mônica Cquote2.png
Google sobre EarthBound
Cquote1.png Você quis dizer: Pokémon, sem Pokémons Cquote2.png
Google sobre EarthBound
Cquote1.png Ninten é o caralho, meu nome é Ness,porra! Cquote2.png
Ness em crise na frente de Giygas
Cquote1.png Ness?!Ness, Ness, Ness, Ness, Ness, Ness, Ness, Ness, Ness, Ness, Ness, Ness... Cquote2.png
Giygas sobre frase acima
Cquote1.png Minha mãe é sapatão! Cquote2.png
Nickeo sobre Giegue.
Cquote1.png Como que eu pego a bicicleta? Cquote2.png
Noob qualquer sobre EarthBound.
Cquote1.png eu jogo e ja zerei 100000000000000 vezes esse jogo eu aprovo Cquote2.png
chuck norris sobre EarthBound.

EarthBound foi o primeiro jogo de RPG desenvolvido pela Nintendo que se tornou depois uma série de quase nenhum sucesso e que foi extinta e só ficou mais ou menos conhecida graças ao marketing de Smash Bros.. Como na época ainda não existiam muitos otakus no mundo, portanto ninguém sabia japonês, e por isso houveram muitos problemas na tradução, e até hoje ninguém sabe se o nome da série e dos jogos é EarthBound ou Mother. Inspirado nas visões de Herbert George Wells e nos programas infantis do Discovery Kids, o jogo obviamente foi um fracasso de vendas e popularidade. EarthBound deve seu semi-sucesso totalmente ao Super Smash Bros. (isso porque ninguém escolhe o Ness...).

Criado em 1989, se tornando o mais destacado jogo de RPG, aborta temas em alta na sociedade contemporânea, como sexualidade prematura, aborto, incesto, pedofilia e síndromes psicopatas que acarretam a morte de um monte de personagens, tudo isso, apesar do tema principal ser sobre ovnis.

JogosEditar

 
Ness levando o grupo para atrás da moita para brincarem de médico.

Considerado um dos melhores soníferos para o Famicom, é um monte de conversa (que geralmente é em japonês) que você nunca entende nada, e inexplicavelmente você se vê lutando contra alguns pokémons usando golpes psíquicos e outras coisas bizarras, e depois ter que ir ao supermercado comprar o leite e pão que sua mãe pediu.

Quando um meteoro (outro?!) cai na pacata vila de Onett no quintal do Ness, de dentro dele sai o Superman e começa uma invasão alienígena no mundo inteiro, enquanto um asteroide ameaça colidir com a Terra. O Aerosmith é chamado, e um grupo de pirralhos prematuros agora deve salvar o mundo do maluco Giygas e seu servo, o emo Porky!

Nessa sequencia surgem os digimons para substituir os pokémons que foram extintos, Lucas e seus amigos (que continuam com a mesma aparência) precisam salvar o digimundo da invasão dos Ipods ambulantes marcianos que pulverizam seres vivos com seus raios fuminantes,além de enfrentar outra vez o gordo loiro.

Relações com Pokémon (hummm vitrola!)Editar

Poucos perceberam isso, mas a série EarthBound foi o que deu origem a franquia da Não Intendo que vende milhões a cada ano, chamada de Pokémon. O gameplay e mapas são meio parecidos. A diferença é que Pokémon diz voltar lucro. Mas se você tem mais de três neuronios, vai achar EarthBound melhor do que isso. Alguns acreditam que Pokémon e Earthbound compartilham o mesmo universo, por causa de alguns monstros (vide Giygas/Giegue). Sem falar que alguns acreditam que Pokémon quer dizer 'Pokey's Monsters.

Principais PersonagensEditar

 
Eu falei pra você não abrir as lixeiras...

Típico protagonista de videogame que não fala, não come, não urina, não faz porra nenhuma e só vadia pela cidade Onett, tudo graças a seus incríveis poderes psíquicos. Apesar de ainda ter 13 aninhos.

Irmão do Lucas, graças a Deus,ele seguiu os passos do seu pai,Flint. Mas se acredita que ele seja filho de um alien,Giegue(que supostamente parece mulher). Fez apariação em Mamãe 2 e 3. Quase ja comeu Kumatora e Paula.

Um pirralho loiro, luta na série para conseguir seu espaço, e sonha ser como o Ness quando crescer. Só ficou semi-conhecido porque conseguiu (sei lá eu como) fazer uma aparição como personagem jogável em Super Smash Bros. Brawl.

  • Paula

Personagem com Síndrome de Asperger (sim, aquela que o Sheldon Cooper tem), no jogo não existe preconceitos. Paula possui poderes telecinéticos telepáticos produzidos a partir de seus pensamentos impuros.

  • Jeff

Nerd, passa o dia no computador baixando hentais e outros tipos de pornografia, enquanto faz homenagens à Paula todos os dias no banheiro.

  • Poo

Discípulo da lenda E. Honda, começou a carreira como um dos personagens de Pucca.

  • Venus

Cantora de cabaré frustrada, termina a carreira como prostituta.

  • Pokey Minch

É o personagem mais FDP gordo do jogo, e sua utilidade é... fazer merda! Todo gordo em jogo tem que fazer merda, senão perde o sentido. Acorda Ness na Madrugada pra fumar maconha ajudar a encontrar seu irmão Picky, mas quando volta pra casa recebe dos pais um telefone na orelha porque FEZ MERDA! Aí ele fica puto e decide se rebelar contra o mundo e ajudar Giygas. Depois da morte do Giygas, viaja pelo tempo e leva uma sova do Lucas.

  • Giygas

Ser alienígena e vilão principal do jogo e sem corpo definido, possui uma crise de sexualidade, e não sabe se é homem ou mulher. Durante a luta final, seus extensos diálogos sem o mínimo de sentido dão medo. Boatos dizem que depois da morte, ele virou o Mewtwo.

v d e h