Abrir menu principal

Desciclopédia β

Edson

Esta página não se encaixa na Desciclopédia, ou é sem-graça e sem chance alguma de salvação. Alguém propôs essa página para eliminação. É melhor você ir ver se existe um processo de votação na página sobre este artigo ou predefinição ou não.

Certifique-se de surrar o máximo possível a pessoa que puser esta predefinição e não nomear o artigo para eliminação, ou vice-versa.




Cquote1.png Puta cara guerreiro, meu! Cquote2.png
Boça sobre Edson

Cquote1.png Como é que é??? Cquote2.png
Edson sobre O Rabinho ser broxa!

Cquote1.png Aaaaaaah xuxu, todo mundo sabe que VOCÊ é ativo. Cquote2.png
Chefe da policia sobre Edson

Cquote1.png Na porrada noum denho limitz. Cquote2.png
Edson sobre si mesmo na porrada

Cquote1.png Eu te amo, meu amor! Cquote2.png
Rabinho sobre Edson

Cquote1.png Então vamo transar logo! Cquote2.png
Edson sobre frase acima

Cquote1.png Eu meto bala, entende? Cquote2.png
Edson sobre si mesmo

Cquote1.png Na desciclopedia eo noum denho limitz Cquote2.png
Edson sobre Desciclopédia

Cquote1.png Ele é muito bonito, entende? Cquote2.png
Pelé sobre Edson

Edson é um humilde agente policial que busca por tretas e confusões em locais como boates e qualquer lugar com muita música eletrônica.

Historinha fofixEditar

 
Enquanto jogava baleado com os amigos
 
Edson se recuperando da quimioterapia após detectar câncer de unha
Em uma das favelas do morro do Rio de Janeiro, nasce a criança cujo destino teria sido traçado na maternidade. Apesar dos médicos, paramédicos e enfermeiros estarem sob ameaça dos terroristas urbanos locais, vulgarmente nomeados traficantes (devido á profecia do guru local Gil Brother, que afirmou firmemente a reencarnação do novo messias nesta mesma data), a criança nasceu sem os 3 dentes dianteiros destinados à mastigação de alimentos sólidos e cremosos. Devido à essa limitação, Edson não ingeriu a quantidade necessária de nachos e assim resolveu dedicar sua vida ao futebol de lama rua.
Devido à sua pele clara, muitas vezes foi deixado no banco de reserva, pois subestimavam sua capacidade jogabilística. Edson não se deixou abater por tal acontecimento, assim imediatamente foi ao mercadinho mais próximo e comprou pó de feijão preto. Entrou na internet e pesquisou como mudar a coloração da pele no google, e assim o fez. Muitos o chamaram de Michael Jackson ,sem muitas razões lógicas.
Seu pai tinha doenças bucais tais como eplepsia nervosa da gengiva, e devido à essa triste doença perdeu o paladar e o olfato. Na tentativa de pronunciar um pedido de espera (espera aí, ou peraê), pronunciou pelé. Alguns vizinhos ouviram e então acharam engraçado, assim nomeando o pobre Edson de Pelé.

CarreiraEditar

Edson estreou seu primeiro filme em Tela Class - Garras de Baitola, um filme de ação/aventura policial com muita adrenalina. Concorreu ao oscar disputando com filmes como "Titanic", "A lista de Schindler" e "E o vento levou", na categoria Artista afro-negro mais sensual. Percebam a explosão de sensualidade nas imagens abaixo:

Frases ClássicasEditar

  • "Na porrada não tenho limitss, entende?"
  • "Eo quero arruma um bom namorado pa eu"
  • "Eo meto bala, entende?"
  • "Como vai, entende?"
  • "Entendeeeeeeeeeee..." (enquanto aprende a 'porrar')
  • "Meo nome é Edson, entende?"
  • "Perae, vai mija ou vai cagar?"
  • "Te dô porrada, entende?"
  • "Porque que cê tá falando assim comigo, entende?"
  • "Toma, toma, toma, entende?"
  Ese artigo é um esboço.
Se vozê aumentar ele, Patronzinho vai ficar feliz.