Abrir menu principal

Desciclopédia β

Edson Celulari

Bandeira do Estado de São Paulo.svg.jpg Salve, mano! Este artigo é paulista: não gosta de gaúcho nem de carioca e se acha um puta trabalhador, né, meu! E não tá completo, pois o vacilão foi tomar um chôps e dois pastel, meu!

Edson Telefone Celulari é um famoso ator brasileiro, que é bastante querido principalmente entre as mulheres que já têm uma certa idade mais avançada e acompanharam o início de sua carreira, quando era um dos maiores galãs das novelas. Também é muito conhecido por ter sido o marido da Cláudia Raia durante um tempão, até que o casal encheu o saco um do outro e decidiu se divorciar, trazendo a maior alegria para a vaca da tua mãe, que acreditou ter alguma chance.

Edson Francisco Celulari
Bdacfcdb edson celulari.jpg
Edson Celulari boladão
Nascimento 20 de março de 1958
Bandeira do Brasil Brasil
Ocupação Ator
Signo Peixes
Cabelo Grisalho

Cquote1.png Alô? Faz um 21! Cquote2.png
Ana Paula Arósio sobre Edson Celulari
Cquote1.png Ele vai fazer é um 69 comigo! Cquote2.png
Cláudia Raia sobre Edson Celulari

HistóriaEditar

 
Edson Celulari pegou Cláudia Raia quando a mesma ainda era uma reles puta paga da Playboy que atendia pelo nome "Maria Cláudia".

Edson Celulari nasceu há muito tempo atrás, na cidade paulista de Bauru. Teve uma infância completamente inútil, já que nem mesmo a Wikipédia possui qualquer tipo de informação relevante sobre tal época. Certamente, se ele não fosse tão velho, teria sofrido quando ainda era um guri retardado com piadinhas infames a respeito de seu sobrenome tosco. Mas para a sorte dele, ainda não haviam inventado o telefone celular, portanto ele foi poupado do bullying.

Durante a sua adolescência, mais precisamente aos 16 anos de idade, passou a fazer parte de um grupo de teatro amador que ficava se apresentando nas horas em que o semáforo fechava e atrapalhava todo o trânsito. Por causa disso, foram todos denunciados à prefeitura local e acabaram sendo expulsos, fugindo então para São Paulo. Lá, Edson Celulari montou uma escola profissional de arte dramática, onde se dedicaria seriamente à profissão para não correr mais o risco de ser linxado publicamente.

À medida que foi crescendo, Edson Celulari tornou-se um homem muito bonito, e chamava atenção por onde passava. Várias mulheres chegavam a desmaiar com sua beleza descomunal, e as mais putas atiravam-lhe calcinhas usadas com o número de seus telefones escritos nelas. Lembrando que ainda não existia celular, eram telefones convencionais mesmo.

Em 1978, fez sua grande estreia na televisão brasileira fazendo uma participação em Salário Mínimo, antiga novela da falida Rede Tupi. Fazendo jus ao título da atração, seu papel também foi completamente mínimo, sendo que nem sequer tinha nome. Porém, no ano seguinte, interpretou alguém um pouco menos figurante, em uma novela que ninguém lembra da mesma emissora, chamada Gaivotas.

A partir de 1980, foi contratado pela Rede Globo, onde começou atuando na telenovela Marina. Depois, fez mais algumas participações medíocres em obras como Plumas e Paetês e Ciranda de Pedra, até que finalmente ganhou um papel decente em O Homem Proibido. Desde então, tornou-se um dos globais campeões a receber cartas de fãs apaixonadas, além de começar a disputar o interesse de outras emissoras rivais.

Em 1988, teve uma rápida passagem na Bandeirantes, que o convidou para estrelar a minissérie Chapadão dos Bugres, em que interpretou um índio viciado em maconha. Porém, como o salário virou uma bosta, ele logo retornou para a Globo, que lhe deu o papel de protagonista em Que Rei Sou Eu?.

Edson Celulari novamente deu uma de traíra em 1990, quando foi para o SBT, que estava fazendo sua estreia no mundo das novelas com Brasileiros e Brasileiras. Porém, o fracasso de audiência foi tão grande que Silvio Santos achou melhor desistir de produzir aquelas porcarias e investir na compra das novelas mexicanas.

Após passar um tempinho fora do ar, Edson Celulari mais uma vez retornou à Globo em 1992, quando conheceu sua futura esposa Cláudia Raia.

TretasEditar

 
Produto licenciado por Edson Celulari.

Edson Celulari e Cláudia Raia interpretaram o casal de protagonistas da novela Deus Nos Acuda, o que acabou fazendo com que ambos se apaixonassem de verdade um pelo outro. Porém, Cláudia Raia tinha a maior fama de galinha, já que havia sido casada anteriormente com Jô Soares e Alexandre Frota. Mesmo assim, Edson Celulari decidiu arriscar e pediu a colega em casamento.

Ambos mantiveram uma relação estável de 1993 a 2010, chegando a ter dois filhos. Porém, como o meio artístico é a maior putaria, eles acabaram metendo chifres simultâneos um no outro: ela com Jarbas Homem de Mello, ele com Karin Roepke. Assim, para evitar maiores fofocas que eventualmente poderiam vir a ser publicadas no site da Fabíola Reipert, Edson Celulari e Cláudia Raia optaram pelo divórcio.

Atualmente, Edson Celulari é namorado de uma atriz desconhecida que é bem mais jovem e certamente está apenas usando-o para emplacar na carreira. Ou não, visto que mesmo estando coroa, ele continua inteiraço.

Ver tambémEditar