Abrir menu principal

Desciclopédia β

Ei, Bolsonaro, vai tomar no cu!

Ei, Bolsonaro, vai tomar no cu! frase escolhida pra animar o carnaval de 2019, nem me pergunte se isso foi divertido ou não, pois pra não variar eu estava em plena elevação espiritual jornada de trampo. Pelas imagens deve ter sido divertido, menos para quem aprecia a forma de governar do presidente eleito, e ele mesmo que achou isso tão feio e indecente, que para dar bom exemplo resolveu disponibilizar a imagem de um cu, e outra de banho de mijo.

Frase bonitaEditar

 
Ele nem se importou.

Os protestos aos políticos, principalmente aos presidentes, são comuns em blocos de rua, mas como dessa vez alguns PMs tentaram conter os protestos, a coisa fedeu ainda mais e começaram a entoar a frase, que nem de longe lembrou os protestozinhos dóceis e chorosos doelenão. Exatamente por ter sido uma forma muito diferente do meloso elenão é que se imagina que não haviam apenas petistas e mesmo deveriam estar entoando muitos eleitores do mito.

Os bolsominions, que são a parte mais febril e calorenta dos eleitores dele, negam veementemente que exista um único eleitor do mito que possa estar arrependido(os produtores de leite e os de soja, discordam), e que isso é coisa de petralha, esquerdopata, comuna e aqueles adjetivos ensinados pelo velhinho invocado Olavo de Carvalho e disseminados pelo seu principal pupilo, Anão de Embu. Segundo eles essa frase não pode ser coisa de brasileiros de bem, não pelo palavrão, já que a maioria dos bolsominions ama insultar com palavrões, principalmente atrás de uma tela, mas brasileiros de bem, que votaram no mito, segundo eles jamais entrariam nisso.

Indagados de porque não houve briga, sendo que alguns carnavalescos devem ter votado no mito, e deveriam ter defendido sua honra ou ao menos dito pras câmeras com gestos ou palavras que desaprovava aquilo. Oras, muito simples, segundo os bolsominions, gente de bem, como bolsominions, não vai a carnaval nenhum, isso é coisa de esquerdalhas sem respeito, e claro, é coisa do demônio.

Carnaval é tão coisa do demônio, que foi usado o capiroto pra vencer Jesus em pleno desfile das escolas de samba. Ainda que Jesus tenha sido socorrido por anjos nesse mesmo desfile, e estavam se referindo ao governo eleito sobre o demônio vencendo, não adiantou explicação. Para os coxinhas mais bolsominions, foi a prova de que esquerdalhas e carnaval pertence ao demônio, não é expressão de nada, senão de tudo que não presta.

Orai, irmãosEditar

Muitos fiéis estavam nas igrejas, enquanto gente demoníaca entoava esse palavrão ao presidente eleito, em plena oração e elevação espiritual, não se sabe se a maioria dos bolsominions estavam orando, mas alguns sem qualquer dúvida, estavam, obrigados pela mãe. A casa do senhor é muito importante, principalmente nesses dias malignos de carnava1. Algumas orações para fazer antítese à frase Ei Bolsonaro, vai tomar no cu, incluíam frases de contraponto, tais como Bolsonaro, lamba a bota do Trump, para nos abençoar. Se sabe que se o presidente do Brasil, bate continência mesmo pra um subalterno de um subalterno do Trump, isso pode nos ajudar a ter um país tão abençoado quanto USA, os olhos podem até ficar mais azuis, garantem os fiéis.

Para que não ocorram mais coisas assim, uma vez que a postagem do Jair Bolzonaro(bolzo nada tem a ver com bozo, essa é a grafia correta, não se sabe porque a mania portuga de trocar z por s ou c), não surtiu qualquer efeito positivo, cogita-se de acabar de vez com isso de carnaval, essa festa do diabo, onde se xinga até mesmo uma pessoa correta e digna como o mito. A ideia de postar a cachoeira de xixi dizem, ter sido de Carluxinho, seu terceiro filho(que segundo alguns, tem essa prática com o primo), mas como não neutralizou a baixaria do xingamento aos seu papi, então está mesmo se cogitando de, em 2020 acabar logo com isso de carnaval e, para unir todo mundo, eles pedem a ajuda das pessoas de bem, que matem esses filhos do demônio que protestam dessa forma.

Ver tambémEditar