Abrir menu principal

Desciclopédia β

Eleição presidencial no Brasil em 2006

(Redirecionado de Eleições Brasileiras de 2006)
Wikify.png Por favor, alguém arrume este pobre artigo segundo as diretrizes estabelecidas no livro de estilo antes que alguém infarte lendo esse artigo mal formatado...
AVISO: NÃO REMOVA ISSO ANTES DE TER CERTEZA ABSOLUTA QUE O ARTIGO JÁ FOI COMPLETAMENTE "WIKIFICADO", SENÃO VOCÊ PODERÁ SOFRER AS CONSEQUÊNCIAS!
Dica: não sabe como wikificar um artigo? Então leia AGORA o nosso Tutorial Wiki! Ou peça ajuda para os usuários mais experientes...

Índice

CandidatosEditar

Nossos candidatos são pessoas honestas, capazes de fazer tudo pelo um Brasil lindo e feliz. Começaremos falando que nenhum é capaz de trair a confiança dos brasileiros, e com certeza querem mudar o nosso país.

Conheceremos alguns deles:

Luiz Inácio Lula da SilvaEditar

 
Lula terminando a Faculdade

Ex-operário, sempre lutou pelos ideais trabalhistas (poder viver sem fazer nada, até cortou um dedo pra conseguir). Ele é diferente dos outros candidatos porque tem apenas nove dedos em sua mão. Segundo a essa enciclopedia, Lula seria a "reencarnação" do Getúlio Vargas.

 
Um pra mim e otro pra eu
 
E o mensalão ó...

Hoje, busca a reeleição, está dominando os horários políticos com uma musiquinha escrota que começa com "É lula de novo, com a burrice do povo", mesmo no seu tempo de socialista-que-odeia-ricos-e-empresarios-que-exploram tinha uma musiquinha onde, todo o Projac apareceu num vídeo de 1989, cantando uma letrinha que muitos vovôs socialistas cantam hoje para seus netinhos: "Lula lá (uh!), brilha uma estrela..."

Em 2005, Lula inovou o vocabulário brasileiro, ele e seus amiguinhos inventaram a palavra mensalão (segundo um dicionário tosco seria uma mesada grande) onde um publicitário mineiro carequinha e feioso se tornou a lenda e a celebridade instantânea daquela época. Lula simplesmente disse que não sabia de nada.

Lula, já foi tema do cinema, e é a estrela do filme "Mandato 2 - A missão" interpretado por Chuck Norris no site Charges.com.br.

 
Eu não comeria isso se fosse você!

Geraldo AlckminEditar

Esse aí é dos bons. Doutor na área da medicina, Geraldinho foi o político mais novo do Brasil, foi prefeito com apenas 19 anos de idade. Nessa época Geraldinho mamava na mamadeira e implantou a lei do "gugu dádá".

Segundo muitas bocas, Geraldinho é um verdadeiro capeta, atuante numa religião anticristo. Fiquei com tanto medo dele, que nem falarei mais sobre ele.

Na propaganda eleitoral, Geraldinho garante que é médico. Na boa, se ele foi prefeito com 19 anos e seguiu na política desde então, quando foi que ele arranjou tempo para ser médico?

 
A pequena Helô, sem os óculos. Ela vai pro céu exigir redistribuição de nuvens.

Heloisa HelenaEditar

Nordestina arretada, seu primeiro plano é comprar roupas novas e dar uma ajeitada naquele visual, que precisa muito. Pois com o seu salário de presidenta, poderá comprar roupas novas. Ela é fruto do Lula, e é considerada junto com um homem esquisito chamado de Babá e uma tal de Luciana Genro, como os "filhos rebeldes do PT". Como são brancas demais e gostam de uma boa praia, fundaram o partido PSOL, que tem como principal objetivo fornecer ao eleitor filtros solares e informação sore o astro-rei.

Fez primeira comunhão, sim. Desde então, nunca mais trocou de roupa.

Namoricou pelos cantos do Senado com o Luiz Estevão e atualmente dá umas voltas com Ken Loach (não conhece esse importante cineasta? vai pesquisar no Google!!!)

 
"Peguei esse pernilongo aqui ontem, para ensiná-lo a ser mais educado."

CristóvamEditar

Esse aí é educado demais. Só fala em educação, educação. Não arrota na mesa, cumprimenta os mais velhos, e segura os peidos quando tem vontade e, não atrasa o aluguel, não fala "pra mim fazer", não coloca o cotovelo na mesa e o melhor, não fala palavrão. Educação, fale com Cristóvam.

Veja mais detalhes no seu verbete próprio, mas com muita educação, por favor: Cristóvam Buarque.

EymaelEditar

Ele é um democrata cristão e fala umas poesias esquisitas e, como Lula, há anos tenta uma boquinha no Planalto.

Sua principal proposta para essa eleição é ser um presidente que diga: "agora é comigo!", seja lá o que isso queira dizer...

Luciano BivarEditar

Tudo o que se sabe sobre este foi presidente do Sport Club Recife. Nunca teve muitas chances de vencer a eleição, porém sua principal meta com esta candidatura seria alavancar sua carreira política posteriormente, conseguindo quem sabe uma vaga como dublê do Juca de Oliveira.

Ana Maria RangelEditar

Esta foi candidata, mas poucos se lembram dela. se dizia carioca, mas para ser tão desconhecida assim, é provável que tenha nascido no Acre ou Suriname.

Rui Costa PimentaEditar

O PCO apresenta um protesto na Wikipédia contra o TSE, que tomou uma atitude sequer adotada pela Ditadura Militar, e [...FIM...]

 
Eleições 2006

William BonnerEditar

É o candidato surpresa da Globo. Quando todos acham que a vênus platinada (quem quer que seja essa daí) ia ficar no seu canto, contemplando a "festa da democracia", ela ataca mais uma vez. No lugar de tentar manipular o resumo do debate, como na eleição do Collor, ela resolveu ir além: colocou o seu candidato em tempo integral, aparecendo todos os dias na telinha, e podendo falar muito mais do que aqueles míseros minutos que cada mané tem direito segundo o TSE.

Tem como propostas aumentar a qualidade do sono dos brasileiros e brasileiras, através do programa "Boa noite!". Terá como vice Pedro Bial, que ocupará o ministério dos poetas charlatães, para esculpir poemas a torto e a direito, com aquele grau de qualidade duvidoso de sempre. O vice-presidente fará também a cobertura dos processos de cassação na Câmara, no Big Brother Brasília. Esse programa vai ser ao contrário do BBB já conhecido, já que no regular o voto popular é para excluir os participantes, mas eles entram escolhidos a dedo por quem realmente tem o poder nas mãos.

Outros candidatosEditar

Além desses, há outros candidatos, que conseguem ser ainda mais infelizes que os acima.

 
"Meu nome é Enéas!"

EnéasEditar

  Miasmas pútridos emanam do Congresso em Brasília, contaminando o ar da Metrópole. Mas o meu nome não exala odor mefítico, porque não chafurda no pântano da ignominia. Meu nome nunca esteve ligado à imundicie, por isso não aparece em lista alguma de deputados suspeitos de furtarem o fruto do trabalho do povo.  
Enéas sobre sua candidatura no horário político

Um homem culto, considerado um dicionário ambulante. Já tentou ser presidente e falava na proposta da criação da bomba atômica brasileira. Realmente foi uma bomba, caiu nas pesquisas na mesma hora. O nome dele é Enéas, 5656.

Em 2005, ele teve uma leucemia, razão pela qual perdeu a sua barba(e a vida). Mas com barba ou sem barba, o nome dele é Enéas, 5656. E obviamente ele estará nos sufrágios gerais presidenciais de 2010(no céu ou no inferno).

Angela GuadagninEditar

Deputada e dançarina, é candidata do PT para a reeleição. Foi conhecida mundialmente pela criação da dança da pizza, que foi sucesso durante o ano. É conhecida como a vaca amarela.

ClodovilEditar

Ex-apresentador de programas de fofoca, conhecido pela sua lingua solta, diz que Brasília nunca mais será a mesma, ui! Será que ele vai ordenar a todos a ser Boiolas??

Paulo MalufEditar

Cidadão honesto, trabalhador, limpo e que "estupra mas não mata". Ajudou São Paulo a ser a bela maravilha que é hoje.

Jânio QuadrosEditar

Vai pegar a vassoura e enfiar no rêgo dos desonestos. Hahaha... Proibiu o uso de sunga, da calcinha, da cueca, do maiô, de camisas-pólo, as brigas de galo, as mesas-redondas domingo à noite, a água com gás, a cerveja sem álcool, os jogos da Copa da UEFA, as punhetas de 10 minutos, os salgadinhos Torcida e vai proibir mais, muito mais!! Visitará de surpresa escolas, hospitais, prisões, bordéis, puteiros, bocas de fumo, locais de execução do Esquadrão da Morte, bem como outros serviços públicos oferecidos à população. Odeia comunistas, crentes e santistas, e na verdade seu grande amor e amante é a inseparável garrafa Jack Daniels que mantém desde os tempos de vereador e autor de dicionários vernaculares e linguais de Kama Sutra. Tem problemas com hemorróida (quando incha e fica aquela bolha aberta, nossa senhora, manda demolir pontes e demitir a peãozada) e suspeita-se que seja emo, mas se provar isso, será "sumariamente exonerado dos quadros funcionais da municipalidade. Tê-lo-ei dito!"

Candidatos que não tiveram sucessoEditar

Sílvio SantosEditar

É o 26, é o 26 com Sílvio Santos chegou a nossa vez... Ele tentou ser presidente em 1989, porém teve a sua candidatura cassada pelo fato de ter comprado um partido. Foi nessas eleições que ele aprendeu o que é Reforma Social e Justiça Social, que ele não sabia. Para votar no Silvio Santos, marque o nome do "Correia".

Candidatos à nova forma de política no brasil: ReinadoEditar

Roberto CarlosEditar

Ninguém melhor pra reinar o Brasil nessa crise toda do que ele: Roberto Carlos. Já considerado rei entre nosso povo, vem sido adorado por senhoras de 40 anos, emos e gays. Já se candidatou a presidente da república, mas um cão muito idólatra de Roberto Carlos, entre a multidão, estava tão eufórico com a tão sublime presença que comeu sua perna, sendo assim a verdadeira história da perna de pau de Roberto Carlos. Com isso, ele decidiu deixar pra outra ocasião.

Eleições para Ditador do Brasil

OBS: As eleições em itálico foram via modo "indireto" (ou seja, usando um cheat code):

18911894189819021906191019141918191919221926193019341938194519501955196019641966196919741978198519891994199820022006201020142018