Abrir menu principal

Desciclopédia β

End of the Century

Repare que nem fazendo cara de cachorrinho os Ramones ficam menos feios

End of the Century é o sexto álbum lançado pela banda punk norte-americana Ramones. Gravado em 1980, numa época de grande falta de inspiração e vontade de ganhar dinheiro, marcou a tentativa dos músicos tentarem ser uma boy band latina, o que não conseguiram. Poucos anos depois, os Menudos fizeram o mesmo com muito mais sucesso.

Cquote1.png É que o Joey não sabe rebolar! Cquote2.png
Dee Dee Ramone sobre o sucesso dos Menudos

Índice

Lista de MúsicasEditar

  1. Do You Remember Rock 'n' Roll Radio? – 3:50
  2. I'm Affected – 2:51
  3. Danny Says – 3:06
  4. Chinese Rock – 2:28
  5. The Return of Jackie and Judy – 3:12
  6. Let's Go – 2:31
  7. Baby, I Love You – 3:47
  8. I Can't Make It on Time – 2:32
  9. This Ain't Havana – 2:18
  10. Rock 'n' Roll High School – 2:38
  11. All the Way – 2:29
  12. High Risk Insurance – 2:08

História do álbumEditar

Na virada da década de 70, ninguém queria mais saber de guitarras sujas e vocais gritados. O negócio eram baladas e músicas suaves que agradassem às pessoas mais delicadas. As grandes bandas de menininha (como Bon Jovi) começaram a surgir nessa época, dando origem também ao penteado poodle na cabeça, que fez muito sucesso.

Assim, os Ramones decidiram contratar um produtor de álbuns de bolero para ser responsável pela nova obra. Como o uso excessivo de drogas havia feito com que perdessem a noção do tempo, achavam que o século estava acabando em 1979 e por isso resolveram batizar o novo álbum de End of the Century.

Esta foi a produção ramoniana mais mal recebida pelo público punk, véio!, porque era pop demais. O músico e popstar João Gordo, que na época trabalhava como crítico musical na Revista Veja, escreveu uma crítica muito dura a respeito do novo trabalho, chegando a classificar a banda como "traidora do movimento punk." Entretanto, eles tiveram aceitação comercial bem expressiva, vendendo seus discos como pão quente e sendo capas das principais revistas para o público adolescente teen.

Produtos relacionadosEditar

 
Exemplar da Revista Capricho de 1980, com Joey Ramone na capa

Como toda boy band que se preze, os Ramones também participaram de um filme, Rock 'n' Roll High School, do qual fizeram a canção-tema. O filme foi posteriormente refeito; embora mantendo a mesma história (garotos que se reúnem na escola para dançar e cantar), recebeu o nome de High School Musical e fez um sucesso muito maior. Os Ramones foram chamados para participar dessa nova versão, mas não puderam aceitar o convite porque já estavam todos mortos.

Além disso, foi lançada uma linha de bonequinhos articulados representando a banda. Infelizmente, eles não foram bem vendidos porque o modelo de Joey Ramone, totalmente feito de gelatina, não conseguia parar em pé - exatamente igual ao verdadeiro. As crianças, frustradas, resolveram boicotar o produto porque não conseguiam montar a banda inteira.

Entretanto, vários outros objetos obtiveram sucesso comercial muito maior. Foram vendidos estojos, mochilas, guarda-chuvas, álbuns de figurinhas, relógios e muitos outros apetrechos em que os músicos figuravam. Inclusive foi confeccionada uma linha de máscaras com seus rostos, que fez estrondoso sucesso durante o Halloween nos Estados Unidos e na Europa. No Brasil eles não chegaram a ser vendidos, já que o governo militar proibiu a entrada desses produtos.

  Boy Band é coisa de bicha! Se alguém usar alguma dessas coisas, eu prendo e arrebento! Prefiro o cheiro dos meus cavalos!  
General e ex-presidente João Figueiredo sobre os produtos dos Ramones

A vida depois do álbumEditar

Com a fortuna acumulada com a venda de seus discos, os Ramones resolveram gastar: compraram um condomínio em Beverly Hills, dirigiam limusines e compravam as mais caras roupas, drogas e mulheres. Entretanto, ainda lhes restava um sonho não realizado: que suas músicas tocassem no rádio. Eles haviam sido banidos das emissoras americanas depois que o baixista Dee Dee Ramone destruiu o equipamento de uma rádio a cabeçadas. Além disso, seus clipes só podiam ser exibidos na MTV depois das meia-noite, já que a visão de Joey Ramone assustava os espectadores mais sensíveis. Entretanto, eles não davam a mínima, já que tinham fama e fortuna suficiente para fazerem o que quisessem.