Abrir menu principal

Desciclopédia β

Equilibrium


Inquisicaoespanhola.jpg

A INQUISIÇÃO ESPANHOLA MONITORA ESTE ARTIGO!!!

Significa que o Grande Irmão e os Santos Inquisidores estão monitorando constantemente este artigo para evitar qualquer tentativa de Humor Privado, Politicagem, Patrulhamento Ideológico, Censura ou Apologia com saudável paranóia para manter o espírito desta Desciclopédia que zoa os desiguais igualmente!!! Se quiser evitar problemas... siga as regras.

Alien.gif
T O P | S E C R E T |!
Alien.gif

Atenção! Este artigo é sobre uma teoria conspiratória, então tome cuidado com o conteúdo que estiver lendo.

Enquanto isso, o exército americano está se comunicando com ETs.

Equilibrium
Equilibrium (BR)
Poster de Equilibrium.jpeg
EUA
2002 • cor • 107 min.
Direção Kurt Wimmer
Roteiro Kurt Wimmer
Elenco Christian Bale;
Sean Pertwee;
Emily Watson;
Taye Diggs;
Sean Bean.
Idioma Inglês
60px-Bouncywikilogo.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Equilibrium.

Cquote1.png Você quis dizer: Matrix Illuminati Cquote2.png
Google sobre Equilibrium (filme)
Cquote1.png Você quis dizer: Chacina da Candelária Cquote2.png
Google sobre Equilibrium (filme)
Cquote1.png Quanta matança... Cquote2.png
Você assistindo ao filme
Cquote1.png O que o Akon está fazendo nesse filme? Cquote2.png
Você sobre Taye Diggs nesse filme
Cquote1.png Esqueça Matrix! Esse filme vai surpreender você! Cquote2.png
Cartaz sobre Equilibrium
Cquote1.png Aí sim, fomos surpreendidos novamente! Cquote2.png
Zagallo concordando com o cartaz
Cquote1.png Searching... Seek and destroy! Cquote2.png
Metallica sobre a ideologia política de Libria
Cquote1.png Que barbaridade! Cquote2.png
José Luiz Datena sobre Equilibrium
Cquote1.png ASSASSINOS! Cquote2.png
Luísa Mell após descobrir que animais eram exterminados nesse filme
Cquote1.png Se eu pudesse, eu matarra mil! Cquote2.png
Jeremias dizendo que sonhava em atuar nesse filme
Cquote1.png Trabalhei arduamente nesse filme! Quero meu trabalho reconhecido! Cquote2.png
Morte sobre Equilibrium
Cquote1.png Illuminatis! Coisas do capeta! Cquote2.png
Crente (crente que é crente) sobre Equilibrium

MATRIX EQUILIBRIUM é um filme bastante desequilibrado lançado em 2002 pela Miramax.

Considerado pela grande mídia uma das maiores ejaculações precoces da história do cinema, por se tratar de um Matrix mais violento, Kurt Wimmer teve a ideia de jerico de lançar esse filme enquanto Matrix fazia mais sucesso, ao criar o sloga: “Esqueça Matrix: esse filme irá surpreender você”. Mas, como isso vai acontecer? Ia ser tenso esquecer esse filme, que ainda estava fresco em nossas cabeças! Os caras foram burros mesmo...

O filme, a princípio, não foi aceito pela crítica, considerado “plágio de Matrix”, os irmãos Wachowski agradecem. Porém, muitos anos após o lançamento de Matrix Revolutions, um crítico achou um DVD desse filme sendo usado como nivelador de mesa, já que a da sua cozinha estava um tanto desnivelada, e resolveu assisti-lo, e começou a elogiar o filme, e contou o novo babado a todos os seus amiguinhos críticos de cinema, e todos resolveram elogiar o filme. O boato que rolou nessa época é que os irmãos que criaram Matrix compraram a mídia com medo de que a cópia fosse mais popular, além de ludibriá-los com aquele papo de pílulas azul e vermelha, com a promessa de dinheiro com a vermelha e uma vidinha de merda com a azul (azul? Ia ser legal pras mulheres...)

O filme ganhou diversos prêmios, entre os quais prêmio de “Coreografia de Luta do Ano” pela American Choreography Awards e surpreendentemente o de “Filme do Ano”, pelo Phoenix Film Critics Society Awards, 2 Pinocchios de Ouro nas categorias “Filme mais mentiroso de 2002” e “Cena Mais Mentirosa de 2002”, o Prêmio Chacina da Candelária de “Filme Com Mais Matança de 2002” e 10 NWO Awards nas categorias "Filme do Ano", "Melhor Ator", "Melhor Atriz", "Melhor Ator Coadjuvante", "Melhor Atriz Coadjuvante", "Melhor Cena de Luta", "Melhores Efeitos Especiais", "Melhor Figurino" "Melhor Diretor" e "Melhor Roteiro Adaptado"

A nível de curiosidade, o negão não é o Akon, 2 mulheres interpretavam a esposa do protagonista, ou seja, ele era, simultaneamente monógamo e polígamo. Uma das atrizes foi presa por poligamia (isso dá uma confusão...) e os soldados do filme que são exterminados pelo John após trair o feudalismo paranóico são integrantes de bandas cover do Daft Punk (provavelmente o diretor do filme não era fã da dupla, fazendo com que o protagonista matasse todos e exterminasse todos os covers do mundo) e o nome da droiga seria “Liberty Vallance”, mas, como cobraram praticamente o que foi gasto nesses filmes adaptados de revistas em quadrinhos, tiveram que trocar o nome.

Alguns religiosos, tem ter nada o que fazer e tendo odiado esse filme, procuraram palha em agulheiro e acharam várias mensagens subliminares fazendo relações aos Illuminati e a Nova Ordem Mundial.

O Filme em Si:Editar

  ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que o DeLorean é destruído por um trem, ou que Light morre, e é substituido por sua irmã.

 
 
Mais um dia de trabalho
 
Uma das lutas mais racistas do filme
 
Em Libria o romantismo, assim como todos os sentimentos, era proibido, então, só assinm mesmo que a pegação rolava
 
No final, quando resolveu exterminar todo o elenco do filme

O mundo acabara de sair da 3ª Guerra Mundial, contrariando a conclusão de Albert Einstein: com os recursos que ainda tinham uma 4ª Guerra Mundial não precisaria ser a base de paus e pedras.

Porém, para evitar uma nova guerra, o presidente dos EUA, que nessa utopia também é o ditador do mundo, concluiu que o mundo estava na merda porque todos nós tínhamos sentimentos, alegria, tristeza, raiva, ódio, fome, sede, preconceito e inveja. A 1ª manobra ditatorial dele foi sair fazendo extermínio, matou gays, gays enrustidos homofóbicos, emos, emos enrustidos Antiemos, negros, gente que quer dar para um negão racistas, exterminou comediantes, o pessoal do Metallica por causa de “St. Anger”, do Temple of the Dog por causa de “Hunger Strike”, todos os axezeiros por causa de “Água Mineral”. Ninguém mais podia sentir nada naquela bodega de sociedade feudal moderna.

O Pai, dono do mundo, também se tornou um colarinho branco de sucesso em sua gestão ditatorial, sempre confiscando obras, alegando que ele as queimava, como parte de sua sociedade paranóica que não podia sentir porra nenhuma. Usava Windows Movie Maker para fazer montagens onde queimava essas obras de arte, quando na verdade, todas ficavam com ele. Usava uma versão moderna da Inquisição Espanhola nesse processo.

O filme começa com John Preston e Alec Trevelyan Errol Patridge, integrantes do Tetragrammaton, tropa de elite do Clero e um nome carregado de mensagens subliminares, fazendo uma operação onde confiscariam mais obras de arte e exterminariam uns racistas, emos e comediantes que estavam juntos com essas obras. Ação feita, mas, Alec Errol desvia um livro, cometando um errol imenso. A princípio, John faria vista grossa, mas, como ele revelou spoilers do livro, além de Jon querer pegar a mulher dele após a sua as suas esposas, foi para a vala.

Após ir para a vala, ele, a caminho de renovar seu estoque de Liberty Valance Prozium, conhece seu novo parceiro, achando que ele é o rapper Akon, só não o deixando com raiva porque o negão ia se ferrar. E, dessa vez o convida parta uma operação na casa as mulher que ele queria dar uns pegas, inclusive matando a concorrência.

Essa operação consistia em fazer a limpa em uma fábrica de perfumes e detonar uns gays e uns antiemos, que estavam semeando a discórdia com seus sentimentos. Operação feita e a mulher se tornou a escrava sexual de John, e ainda ganhou um cachorrinho daqueles como os das imagens “ouwnn” do Facebook, que ele não podia ter. Cachorros causam doenças e doenças eram, proibidas naquela sociedade.

Na hora de dispensar o cachorrinho, os integrantes de bandas cover do Daft Punk descobriram que ele estava traindo o movimento, e todos foram mortos.

Depois disso, ele resolveu lutar contra o sistema, começando quando se rebelou fazendo a coisa mais grave daquela sociedade: não tomar o Prozium.

Após isso, dia de operação: as vítimas da vez eram racistas e músicos que escreviam sobre músicas de amor, que já estavam quase mortos e, após matar mais covers do Daft Punk, os entrega de bandeja ao Akon Brandt. Sabendo que estava mais ferrado que loira fazendo strip-tease em bar de negão, ele faz um truque ninja do Japão Feudal e consegue trocar sua arma pela do Brandt, o que seria de muita utilidade no futuro, mas, todo mundo foi para a vala.

Quando desconfiaram que ele só matou Errol para furar o seu olho, o que era proibido, e, como ele já estava traindo o movimento feudal paranóico, esses rebeldes lhe ajudam a escrever uma serenata a sua amada, e ele a cantaria para ela naquela noite, enquanto Brandt, sua babá e o homem do Jesus Negão no feudo nem percebia e estava, com a arma de John, exterminando emos, antiemos, gays e racistas em alguma operação de colarinho branco pro acervo do Pai ficar maior.

Quando a música ficou pronta, ele soube que sua amada ia virar churasquinho, então, correu pra caralho para impedir a cremação, mas, não dando muito certo, então, tem uma grave crise emo em praça pública. Brandt, após voltar da operação cheio de quedros de Leonardo da Vinci, o flagra e o cagueta pro Pai, mas, como Brandt estava fazendo a farra com a arma do John, ele que foi cremado e John promovido e passou a se vestir de branco, mais uma vez, várias alusões aos Illuminati nessa mudança.

Mas, como a vida é uma caixinha de surpresas, Brandt, negão que já é, não podia ficar mais churrasquinho do que ele já é, então, sobreviveu a cremação e conduziu o interrogatório de John. A partir daí, todos os personagens e figurantes do filme foram para a vala, inclusive com a cena que ganhou o Pinocchio de Ouro de “Cena Mais Mentirosa de 2002”, quando ele pegou uma arma com os pés.

O Elenco:Editar

  • John Preston: O protagonista e serial killer do filme, vencedor do Prêmio Massacre de Vigário Geral de “Personagem do Ano” em 2002. Um dos feudos de mais respeito que traiu o movimento porque estava de saco cheio de não sentir nada, de ser praticamente um robô;
  • Errol Patridge: Seu ex-parceiro. Ex porque ele revelou spoilers de um livro a John, além deste querer furar seu olho. Só mais um a ir para a vala;
  • Brandt: O Sistema de Cotas sendo implementado no feudalismo. A babá de John e o único personagem na história do cinema a ser decapitado verticalmente com uma espada. Muito confundido com o Akon no decorrer do filme;
  • Mary O'Brien: Esposa do Errol e a mulher que inspirou toda a cagada que John faz ao longo do filme. Se juntou ao seu marido na vala;
  • Pai: O cafetão do mundo e de todos os personagens desse filme, com sua utopia sem preconceitos contra gays, emos, negros, brancos, índios e preconceituosos. Como o preconceito é a chave do mundo, também foi para a vala.

Conspirações Illuminati e da Nova Ordem Mundial:Editar

 
O que você vê: um cara vestido de branco em frente a um "T" prestes a iniciar uma chacina.
O que teóricos da conspiração veem: um cara que passou o filme todo de preto que trocou a roupa por estar iluminado e prestes a iniciar a NWO em frente a Cruz de Tau prestes a iniciar uma chacina.

Imagino eu que você não achou nada de mais nesse filme, só uma cópia de Matrix mesmo, mas, saiba que, como quase sempre, você está errado. Crentes sem vida social assistiram e odiaram esse filme, então, na falta do que fazer, começaram a caçar mensagens subliminares nesse filme, chegando a várias conclusões.

O nome da tropa de elite é Tetragrammaton, que soa muito parecido com "Pentagrama", a estrela Illuminati, e seu símbolo é a letra "T", que lembra a Cruz de Tau. Tá bom, isso é absurdo. Quer dizer então que pessoas chamadas Tiago, Thais, Tales ou Thainá têm seus nomes como alusões a Cruz de Tau?

Obras e músicas eram destruídas para que não tivesses mais sentimentos, como feito na Inquisição Espanhola. Nada de mais, colarinhos brancos existem para "destruir" essas obras e o que anda tendo de regravação ruim por aí. Também não é nada de mais.

O nome da cidade é Libra, que soa parecido com Libra, o signo do equilíbrio, e o nome do filme é Equilibrium. Agora fiquei com medo.

A política imposta pelo Pai era do Feudalismo, na história, foi no feudalismo europeu que as primeiras sociedades secretas surgiram. O medo aumenta!

Todos os sacerdotes do BOPE Tetragrammaton usavam preto, alusão a um governo das trevas, um novo nazismo inquisitor preconceituoso contra todos, até contra os próprios preconceituosos, isso sem falar que até o figurino foi copiado de Matrix. No fim do filme, após dar sua arma ao Brandt para deixá-lo na merda e ser promovido, ele troca de roupa e, na chacina final e em uma das cenas mais mentirosas da história do cinema, ele está de branco. Aí você deve estar pensando:   Filme racista! Por que ele não matou os principais vilões de preto também?   Não tem nada a ver com racismo (segundo eles. Tem um pouco de racismo lá sim). Ele se vestiu de branco porque se iluminou, e, quando olhou de camarote e com a carrapeta tocando "Anarchy in UK" a merda acontecendo no fim do filme, ele quis iniciar uma Nova Ordem Mundial. AAAAA! Vou me matar!!!!