Abrir menu principal

Desciclopédia β

Mudanças

Alumínio (São Paulo)

Sem alterações no tamanho, 00h22min de 7 de maio de 2009
sem sumário de edição
[[Imagem:Alumínio letreiro poluição.JPG |thumb|right|Chegada de Alumínio, com as nuvens de ar puro ao fundo da paisagem]]
Alumínio é uma cidade onde não há absolutamente nada, exceto uma empresa que <s>sustenta</s> tem grande participação na estrutura da cidade (que por sinal é uma porcaria), e uns clubezinhos matusquelas que servem para entreter um povinho que se diverte até com [[Afogamento de Formigas|briga de formiga]]. Os humildes cidadãos de Alumínio são presenteados diariamente com um ar totalmente des'''poluído''', liberado por uma empresa totalmente <s>endividada</s> comprometida com <s>o próprio lucro</s> a fauna, a flora e os habitantes desta incrível (?) cidade.
{{CorTitulo|red|o '''C'''ocô e a '''B'''osta do '''A'''ntónermírio}}
== História =={{CorTitulo|red|o '''C'''ocô e a '''B'''osta do '''A'''ntónermírio}}  
[[Imagem:Poluição1.JPG‎|thumb|left|CBA]]
Alumínio foi <s>fundido</s> fundada em 1900 e guaraná com rolha, por uma empresa que produzia (adivinhem) alumínio, comandada por um [[Antonio Ermírio de Moraes|senhor feudal]]. Após dar um tapa na pantera, ele resolveu <s>socar</s> construir sua fábrica (em um momento de pura alucinação) em buraco lotado de mato, <s>no Acre</s> em [[Mairinque]]. Posteriormente, a instalação desta empresa atraiu hordas de <s>escravos</s> colaboladores vindos do Nordeste, que começaram a <s>impestar</s> viver no bairro.
1 415
edições