Abrir menu principal

Desciclopédia β

Mudanças

Alumínio (São Paulo)

716 bytes adicionados, 10h51min de 1 de setembro de 2009
Economia
A cidade também é uma com maior número de bares do mundo, com uma incrível concentração de dois habitantes/bar. Em qualquer ponto da cidade, é muito fácil achar uma birosca, sempre daquele jeito: [[sertanejo|cornonejo]], [[forró]] no último volume, mulher (muito) feia, bêbados, ambiente sujo e encardido; enfim, uma combinação para um pai de família sério nem pensar em passar em frente. Ultimamente, os bares de Alumínio vem recebendo uma nova clientela nada amigável: os [[manos]], que ouvem aquele rap dos Racionais no último volume nos jukeboxes. E quando há alguma batida da Polícia, 75% dos bares fecham as portas e voltam a funcionar no dia seguinte.
 
 
Há também em Alumínio o Campeonato Diário dos Carros de Som: diariamente, todos os carros de som da região circulam pelas poucas ruas de Alumínio, disputando quem faz mais barulho e consegue irritar mais rapidamente a população; não é raro ver cinco ou seis carros de som passando um atrás do outro na mesma rua, anunciando desde ofertas de lojas de [[Mairinque]] até festas de [[putaria|forró e sertanejo]] também em Mairinque. Quem trabalha de madrugada na CBA sofre durante o dia, já que os carros de som não deixam ninguém sossegado; fora também que tem aqueles que usam <S>sucata sobre rodas</s> carro velho com alto-falante para vender praticamente de tudo, entrando no campeonato também.
== Vícios de aluminense==
15 063
edições