Abrir menu principal

Desciclopédia β

Mudanças

Pintinho Amarelinho

3 524 bytes adicionados, 13h38min de 16 de setembro de 2006
m
Revertidas edições por 201.17.196.147, para a última versão por 200.207.144.34
{{c|Ele cabia aqui na minha mão...|Gugu Liberato|Pintinho Amarelinho}}
{{c|Não sou um mero símbolo sexual, eu tenho cabeça!|Pintinho Amarelinho|Pintinho Amarelinho}}
 
== Biografia ==
 
O '''Pintinho Amarelinho''' é um [[ovíparo]] que nasceu na [[Europa]] na época do '''Império das Galinhas'''.
 
Filho do lendário imperador '''Gallus gallus''' com uma [[Galinha]] da corte, Pintinho cresceu convencido de que se tornaria um general do Exército Imperial. Seus sonhos foram destruídos pelo povo da [[Galícia]] que, convencido por seu líder de que a maioria das galinhas e seus descendentes havia sido extinta há 9 mil anos, tomou a terra frangolídea e aprisionou milhares de galináceos em campos de concentração.
[[Imagem:Imp%C3%A9rio_das_Galinhas.jpg|thumb|250px|Rara foto de um campo de concentração pavonista. O imperador deposto Gallo gallus é o primeiro à esquerda.]]
Pintinho e seu irmão de criação, '''Patinho Feio''', conseguiram escapar dos ataques dos pavões e fugiram para as Américas: o pato conseguiu emprego na Disney e o pinto mudou-se para o [[Brasil]] a convite de [[Gugu Liberato]].
 
 
==== Início da Carreira ====
 
No início de sua carreira, Pintinho fez participações no quadro [[Banheira do Gugu]], interpretando um patinho de borracha. Nessa atração polêmica, que gerou controvérsias e discussões éticas entre os brasileiros, Pintinho aparecia nu e contracenava com moças e rapazes em trajes sumários. Apesar das alegações de que se tratava de um experimento científico e de que o nu artístico não corrompe, ele jamais conseguiu se livrar da fama de símbolo sexual.
 
Foi graças a essa fama, aliás, que ele escapou de um dos maiores desastres ecológicos do século: convidado para trabalhar como modelo, Pintinho abandonou a Banheira e aventurou-se pelas páginas da [[G Magazine]] (revista de '''Corte e Costura''' muito popular no Rio Grande do Sul) pouco antes do acidente que transportou para uma dimensão desconhecida 29 mil patinhos de borracha que participavam do programa do Gugu.
 
==== O Auge e o Declínio do Pintinho ====
 
== Letras traduzidas ==
 
O Pintinho Amarelinho foi homenageado por Gugu Liberato duas vezes: na música ''Yellow'', durante a fase em que Gugu era vocalista do '''Coldplay''', e em ''Chicken Dance'', quando era guitarrista da banda '''The Tweets'''.
As músicas que conquistaram gerações foram traduzidas para mais de 200 idiomas - incluindo, é claro, deliciosas versões em português:
 
==== '''Coldplay''', Yellow ====
 
[[Imagem:002musica-messbrasil.jpg]]
 
''Meu Pintinho Amarelinho''
 
''cabe aqui na minha mão''
 
''(na minha mão!)''
 
''Quando quer comer bichinho''
 
''com seu pezinho ele cisca o chão.''
 
''Ele bate as asas, ele faz piu-piu''
 
''Mas tem muito medo é do Gavião''
 
''(Ele bate as asas, ele faz piu-piu''
 
''Mas tem muito medo é do Gavião)''
 
 
----
 
==== '''The Tweets''', Chicken Dance ====
 
 
''Passarinho quer dançar''
 
''O rabicho balançar''
 
''Porque acaba de nascer''
 
''Tchu Tchu Tchu...''
 
''Passarinho quer dançar''
 
''Quer te canto pra cantar''
 
''A alegria de viver''
 
''Tchu Tchu Tchu...''
 
''Seu biquinho quer abrir''
 
''As asinhas sacudir''
 
''E o rabicho remexer''
 
''Tchu Tchu Tchu...''
 
''Joelhinho vai dobrar''
 
''Dois saltinhos só pra ver''
 
''Vamos voar''
 
''É dia de festa''
 
''Dança sem parar''
 
''E depois voar no azul''
 
''Cruzar de norte a sul''
 
''O céu e o mar''
 
== Mais Pintinho ==
 
 
 
{{esboço}}
[[Categoria:Música]]
[[Categoria:Biologia]]
[[Cat:Biografia]]
4 898
edições