Abrir menu principal

Desciclopédia β

Mudanças

Revista VIP

5 505 bytes removidos, 17h08min de 28 de julho de 2017
Kkk eae men bem interessante seu post aí como vc pode ver provocou varias risadas entre o pessoal desse grupo mais eu venho lhe trazer um ultimato aqui que me foi dito e parece que esse seu meme aí é um kibe da south america memes mano n queria falar a
{{Pervertido}}{{Box Revista| imagem = pdlfamosas.jpg| legenda = Para Kkk eae men bem interessante seu post aí como vc pode ver provocou varias risadas entre o homem que quer saber pessoal desse grupo mais| slogan = O prazer de ser homem| editora = [[Editora Abril]]| testadeferro = [[Alguém]]| genero = pornografia ''soft''| origem = {{BRA}}| rival = [[Revista Playboy]]; [[Revista Sexy]] | plagio = FHM; Maxim| objetivo = Iniciar pessoas no maravilhoso mundo da punheta| pubalvo = Pré-adolescentes que não conseguem comprar revista para maiores de 18 anos| nivelcorrupto = {{099}}| aliados = [[Photoshop]]| pioresinimigos = [[Sua namorada]]| leitor = [[Você]]| colunista = [[Qualquer eu venho lhe trazer um]]| secao = a parte ultimato aqui que tem textos| propa = 1 a cada 3 páginas| usoalt = enganar sua mãe que não vê pornografia}}A '''VIP''' é uma renomada [[revista]] mensal [[brasileira]] publicada pela [[editora Abril]] para competir com a [[revista Playboy]], que é visivelmente mais lucrativa, além de mostrar [[mulheres]] totalmente nuas, [[coisa]] que a VIP não faz. Sem contar que, no [[Brasil]], a Playboy passou a ser publicada em [[1975]], enquanto a VIP só surgiu em [[1981]]. Inacreditável que um [[plágio]] desses perdure até [[hoje]], ainda mais saindo pela mesma editora. Por não conter [[nudez]] explícita, a VIP está entre as mais vendidas entre os préadolescentes [[brasileiros]]. Muito conhecida [[internacional]]mente por contribuir na [[Internet]] quando se escreve o nome de alguma [[gostosa]] no [[Google]] e [[você]] encontra aquelas [[bela]]s [[foto]]s da sua [[musa]] de [[biquíni]].==História==A ideia da revista surgiu após tantas [[supermodelo]]s pseudopúdicas recusarem convites para mostrar a perseguida na Playboy, achando que [[aquilo]] vulgarizaria e desvalorizaria demais seu [[trabalho]] no [[mundo]] chique da [[moda]]. Então, algum [[filósofo]] e visionário dono de oficina mecânica inspirou-se nos inúmeros [[calendário]]s de [[pin-up]]s estampando seu estabelecimento e criou a VIP, uma revista tecnicamente não pornográfica onde todas aquelas [[modelos]] posariam seminuas de biquínis me foi dito e ganharia milhões arrancando [[punheta]]s dos pivetes parece que não conseguem uma Playboy ou [[mulher]] mesmo. A revista foi [[pop]]ularizada e esse seu auge ocorreu em [[maio]] de [[2007]], quando inovou trazendo duas opções de capa para os <s>[[punheteiros]]</s> leitores, com duas ex participantes do [[Big Brother Brasil]]. Para se diferenciar mais da Playboy, a revista também passou a ter mais conteúdo [[jornal]]ístico, com [[artigo]]s sobre [[cultura]], diversão, moda e [[sexo]] escritos por [[pessoa]]s banidas da [[Desciclopédia]].==As capas==[[Imagem:Fernanda Vasconcellos VIP 2008.jpg|thumb|left|270px|Uma belíssima modelo rigorosamente selecionada pela revista (depois dessa capa ela virou atriz global...).]]As capas da revista são rigorosamente selecionadas por jurados do [[Silvio Santos]] e grandes nomes do ramo como [[Kid Bengala]] e [[Bengalele Motumbo]]. No final, as capas sempre são [[subcelebridade]]s em decadência desesperadas para ter mais [[15 minutos]] de [[fama]]. É muito provável que a [[gata]] que foi capa da VIP repita o feito dentro de algum [[tempo]] na pseudorrival Playboy, mostrando na segunda revista o que foi [[censura]]do na primeira. A capa mais cobiçada meme aí é a da edição que elege as [[100]] [[mulheres]] mais [[sexy]] do [[ano]], e aquela que ficar em primeiro lugar na lista ganha o [[direito]] de estampá-la e ficar sendo [[inveja]]um kibe da por um bando de [[baranga]]s. Tal competição ocorre desde [[1998]].  As mais sensuais do mundo segundo a revista são [[Luana Piovani]], [[Scheila Carvalho]] (eleita três vezes consecutivas), [[Ellen Rocche]], [[Daniella Cicarelli]], [[Alinne Moraes]], [[Angelina Jolie]], [[Juliana Paes]] (eleita duas vezes consecutivas e mais uma), [[Gisele Bündchen]], [[Grazielli Massafera]], [[Juliana Salimeni]], [[Deborah Secco]], [[Paolla Oliveira]], [[Bruna Marquezine]] e [[Anitta]].  A votação de [[2005]] foi a mais [[polemicuzuda]], pois south america memes mano n queria falar assim mas olha foi a única que teve uma estrangeira como campeã e para mostrar que a revista não tem [[preconceito]]s raciais, [[Glória Maria]] passou na cota para [[negro]]s e também apareceu na lista. Assim, grandes favoritas do público ficaram de fora, apesar de agradáveis novatas como [[Cléo Pires]] terem sido incluídas. De vez em quando, os fotógrafos lembram informação que a VIP também circula no exterior e colocam algumas celebridades internacionais na capa. Já apareceram seminuas nas páginas da revista grandes beldades mundiais como [[Megan Fox]], [[Sharon Stone]], [[Cindy Crawford]], [[Halle Berry]], [[Cameron Diaz]], [[Jennifer Lopez]], [[Sarah Michelle Gellar]], [[Scarlett Johansson]], [[Britney Spears]] e [[Penélope Cruz]]. Dizem que em breve será lançado um concurso que escolherá uma anônima para ser capa da revista, possibilitando que [[putas]] do Brasil inteiro participem. Inclusive [[sua namorada]], seu [[corno]]! ==Nomes==Primeiramente, a VIP era conhecida como VIP Exame, por ser derivada da [[Exame (revista)]], uma publicação sobre [[economia]], e seu ''slogan'' inicialmente era ''"Para o [[homem]] que quer [[saber]] mais"''. Apesar de [[burro]], o povo logo percebeu que o negócio da VIP era [[putaria]], me passaram né então se eu fosse você eu apagava porque o ''slogan'' foi mudado para ''"O [[prazer]] de ser homem"'' e a palavra Exame foi retirada do título pessoal da revista. Atualmente, não existe ''slogan'' nenhum, pois south america memes é desnecessário. Qualquer revista com uma [[puta gostosa]] na capa é autoexplicativa e vende muito bem.{{EditoraAbril}}{{Revistas}}[[categoria:Revistas masculinas|Vip]][[Categoria:Revistas|Vip]]brabo
Usuário anônimo