Abrir menu principal

Desciclopédia β

Mudanças

Revista VIP

44 bytes adicionados, 21h36min de 28 de janeiro de 2018
As capas
As capas da revista são rigorosamente selecionadas por jurados do [[Silvio Santos]] e grandes nomes do ramo como [[Kid Bengala]] e [[Bengalele Motumbo]]. No final, as capas sempre são [[subcelebridade]]s em decadência desesperadas para ter mais [[15 minutos]] de [[fama]]. É muito provável que a [[gata]] que foi capa da VIP repita o feito dentro de algum [[tempo]] na pseudorrival Playboy, mostrando na segunda revista o que foi [[censura]]do na primeira. A capa mais cobiçada é a da edição que elege as [[100]] [[mulheres]] mais [[sexy]] do [[ano]], e aquela que ficar em primeiro lugar na lista ganha o [[direito]] de estampá-la e ficar sendo [[inveja]]da por um bando de [[baranga]]s. Tal competição ocorre desde [[1998]].
As mais sensuais do mundo segundo a revista são [[Luana Piovani]], [[Scheila Carvalho]] (eleita três vezes consecutivas), [[Ellen Rocche]], [[Daniella Cicarelli]], [[Alinne Moraes]], [[Angelina Jolie]], [[Juliana Paes]] (eleita duas vezes consecutivas e mais uma), [[Gisele Bündchen]], [[Grazielli Massafera]], [[Juliana Salimeni]], [[Deborah Secco]], [[Paolla Oliveira]](eleita duas vezes), [[Bruna Marquezine]], [[Anitta]] e [[AnittaMarina Ruy Barbosa]].
A votação de [[2005]] foi a mais [[polemicuzuda]], pois foi a única que teve uma estrangeira como campeã e para mostrar que a revista não tem [[preconceito]]s raciais, [[Glória Maria]] passou na cota para [[negro]]s e também apareceu na lista. Assim, grandes favoritas do público ficaram de fora, apesar de agradáveis novatas como [[Cléo Pires]] terem sido incluídas.