Abrir menu principal

Desciclopédia β

Mudanças

Johannes Kepler

786 bytes adicionados, 09h04min de 15 de julho de 2018
sem sumário de edição
Após a cruzada, Kepler se mudou para uma cidadezinha africana chamada Malambabau. Lá, era [[professor]] numa universidade. Lá Kepler iniciou também a sua carreira política, mas como era estrangeiro, o cargo máximo que ocupou foi Deputado. Apesar disso, Kepler revolucionou a pequena cidade africana. Em sua homenagem, a cidade foi renomeada, e até hoje ela é conhecida como Johannesburgo.
Ele podia ser fodástico na matemática, mas ele era um azarão no resto. Ele casou duas vezes, mas não foi feliz porque não assumia que era [[gay]]. As duas mulheres dele morreram, os filhos morreram, e no final, ele morreu também. Resumo de vida: ele se fudeu.
Johannes Kepler (1571-1630):
Filósofo inspirado em obras greco romanos como "a cabana solitária" de Freud do século XXII. Esse ideário vem de artigos científicos que na época foram questionados pelos exaltadores dos deuses Zeus e Afrodite, o que no qual resultou na morte de Freud (200A.c 100D.c).
Revoltado com os acontecimentos históricos da época Johannes Kepler buscou reinvindicar os conhecimentos da antiga era. Por isso, várias obras fora publicadas secretamente em folhetins para a Igreja não descobrir sua conspiração de ideais. Contudo, Sócrates(general do exército da Igreja) delatou a existencia de suas ideias para o Rei e a Igreja e com isso Johannes Kepler foi torturado em seu orifício anal com uma faca de 4 gumes até sua morte que veio 5 dias depois.
 
Usuário anônimo