Abrir menu principal

Desciclopédia β

Fábula

0547 shrekgato.jpg Pirlimpimpim! Este artigo é encantado!

E o Sr. Crocker acha que há grande concentração de magia.

Cquote1.png Que todos tenham um final feliz! Cquote2.png

Cquote1.png Você quis dizer: Promessas eleitorais Cquote2.png
Google sobre Fábula
Cquote1.png Não ofende, não! Cquote2.png
Eleitor burro falante sobre frase acima, defendendo a moral das fábulas.


Fábula é uma história fictícia que contém animais falantes. Isso significa que Dragon Ball é uma fábula já que tem tartarugas, porcos ,gatos e veadinhos falantes. As fábulas são usadas para passar algum tipo de sabedoria, ou seja no geral tem um moral da história. Se você não gosta de lições de moral, não leia uma história fabulosa.

Índice

Fala burroEditar

 
Lobo passando a conversa na ovelha ou na burrinha(tanto faz).
 
Shrek mostrando sua satisfação em ouvir o burro.

Repetindo: para se caracterizar como sendo fábula, deve-se ter animais falantes, se não não é fábula. Isso é para que não mais se confunda qualquer conto de fadinhas ou qualquer história da Carochinha com fábula, ou seja, dos contos da Carochinha e contos de fadas apenas aqueles com animais falantes tipo você, são fábulas, os outros contos não. Também não conta aquela história com seu primo mudinho, se ele falasse tudo bem.

Algumas vezes os animais conversam entre si mas, outras vezes eles conversam com pessoas, e nesse segundo caso furrie não há mais como dizer que não se trata de um (ou mais) animal falante porque nem tem como se dizer que eles estavam falando a língua dos animais. No geral nessas conversas de humanos com outros animais o animal é mais inteligente e até tenta convencer o humano a não fazer merda mas, ele não precisa ter prisão de ventre, é mais um conselho para que seja racional mesmo.

O burro falante que está sendo homenageado no nome dessa sessão, foi o mais famoso dos animais fabulosos, e agora não sei a história original mas, se você já viu Shrek, ou o Sítio do Picapau Amarelo, vai saber quem é esse burro...

O do Shrek fala até demais e ainda continua sendo burro, já o do Sitio do Pica Pau Amarelo é o personagem mais inteligente dalí. Esse burro serve para algumas coisas na história do Sherek, apesar de ser tagarela e idiota, ele por exemplo conseguiu a proeza de satisfazer a dragoazona sexualmente e, ela acabou não chamuscando ninguém. Obs.: Ela não fala.

FórmulaEditar

 
Cachorro querendo ter uma conversa fabulosa com o outro cãozinho.

Nas fábulas em que aparecem mais animais interagindo com animais, existe uma fórmula padrão, embora tenha uma pequena porcentagem em que muda algumas coisas. No geral é assim mais ou menos: macaquinhos (principalmente os macaquinhos humanos) são burros, burros são raposas, raposas são patas, patas são com ferraduras, cavalos não usam ferraduras, onças usam ferraduras, lobos são onças, onças são caçadas, caçadas são pererecas, pintasilgos são passarinhos com esse nome estranho, pintarroxos tambem, e não são roxos...

Se não entendeu nada, não faz mal, se você ler uma fábula vai entender facilmente esse mecanismo, elas não são difíceis de interpretar. Sim, faça uma visita ao Bosque Encantado e pode até encontrar lá, parentes que você não conhecia mas, nem toda fábula tem cara de bosque encantado, algumas delas tem um jeito de fábula macho, isso até onde uma fábula pode ser masculina.

Falando nisso os coelhinhos das fábulas de onde surgiu Pernalonga por exemplo costumam ser mais espertos ainda que as raposas mas, perdem para as tartarugas, isso porque eles se distraem com qualquer cenourão que vêem, enquanto as tartarugas preferem enfiar a cabeça no buraco. As raposas se saem bem mas, algumas vezes como já mencionado, se tornam patas.

Foi citado o personagem Pernalonga que é um veado coelho humanizado e isso faz lembrar que toda essa bicharada que povoa as animações infantis (ou não), saiu anteriormente das fábulas e, o legado fabuloso são esses desenhos, onde podemos até mesmo encontrar esponjas marinhas que fazem quase tudo que os humanos fazem, inclusive dar a bunda. Isso tudo se deve às fábulas morais e decentes...

Moral da históriaEditar

Toda fábula tem moral da história e é a segunda característica principal, depois de pelo menos um animal falante. Vamos à algumas imorais:

  • Jamais confie em um macaco sem rabo. - Isso parte do pressuposto de que, se o macaco perdeu o rabo ele vai querer pegar o seu.
  • Nunca confie em onça sem pintas. - Quer dizer que se a onça perdeu as pintas vai querer te dar uma pintada.
  • Nunca acredite em palavra de raposa avermelhada. - Isso significa que você não deve confiar em 90% das raposas, o que esse bicho relativamente inofensivo pode fazer, eu não sei.
  • Não vá em conversa de veado. - Isso significa que a biba dá o truque.

Ver tambémEditar