Abrir menu principal

Desciclopédia β

Férmio

Férmio
Barris de férmio.jpg
Férmio sendo transportando por alguns barris para Goiânia
Símbolo, número Fm, Sem
Série Radioativídio
Principal isótopo 257Fm
Propriedades atômicas
Massa atômica (257) cus
Dureza Uma porcaria
Nível de radioatividade Altíssima, nível Hulk
Nível de toxicidade Altíssima
Propriedades físicas
Comestível? Alta
Inalável? Não
Posso passar na pele? Não
Onde encontrar Bombas atômicas explodidas
ponto de fudição Dado irrelevante
ponto de rebuliço Dado irrelevante
Coisas de quadrinhos
Probabilidade de te transformar num super-herói Nula, só te mata mesmo



Férmio é o centésimo elemento químico da tabela periódica, um dos tantos elementos químicos que nem deveriam existir, mas que por insistência do ser humano foi criado sinteticamente, mesmo que para uso nenhum, criado apenas porque sim, para satisfazer a necessidade de TOC de algum químico que estava incomodado com a existência de apenas 99 elementos.

CaracterísticasEditar

Quase nada se sabe sobre o férmio, muito porque não é necessário se saber qualquer coisa dele, já que não existe, afinal é um elemento fictício, inventado por bombas atômicas. Por não ser um elemento factível, muitas de suas propriedades precisaram ser inventadas, como o fato de que ele provavelmente é um sólido, oxidável e prateado, afinal é um metal e metais são essas coisas mesmo.

Por ser um elemento fictício, tem como característica principal a sua alta instabilidade, pois assim que é criado a primeira coisa que ele deseja fazer é se auto-extinguir da natureza onde ele originalmente não deveria existir, por isso é altamente radioativo, instável, inflamável, explosivo, irritadiço e letal.

HistóriaEditar

Foi produzido pela primeira vez em 1952 pela bomba Ivy Mike que destruiu o atol de Enewetak, um experimento secreto dos Estados Unidos durante a Guerra Fria que visava criar o soro do super soldado, mas no final das contas criaram apenas aranhas radioativas. O nome adotado para o novo elemento descoberto, férmio, foi uma homenagem ao osso da coxa, o fêmur, porque as pesquisas para saber mais sobre esse elemento foi feita nas coxas, tanto que até hoje não se sabe quase nada a respeito dele.

Para criar 1 férmio é necessário combinar um urânio empobrecido com 17 nêutrons, mas como não dá pra fazer isso de bobeira, é necessário primeiro explodir uma bomba de hidrogênio e assim forçar esses 17 nêutrons. Devido a esta dificuldade ninguém produz férmio. Agora o motivo de terem criado este elemento novo foi mesmo meramente para propósitos de porra nenhuma.

AplicaçõesEditar

A única serventia do férmio é compor lixo radioativo, de modo a ser despejado em locais inapropriados e assim executar um maligno plano de eugenia ao exterminar a população mais humilde que vai desenterrar esse lixo em Goiânia e passá-lo a usar como glitter, até começar a vomitar os próprios intestinos e ter uma morte agonizante terrível.