Abrir menu principal

Desciclopédia β

Fade to Black

Este artigo é sobre um HIT!

É uma música chata, repetitiva e seu vizinho adora. SOLTE O SOM!

Music madonna.jpg

Cquote1.png A banda toda chorou depois que escutou a música pela primeira vez. Cquote2.png
Lars Ulrich sobre Fade to Black.
Cquote1.png BUÁ! Sniff... Cquote2.png
Headbanger sobre Fade to Black.
Cquote1.png Um dos melhores solos que eu já ensinei a tocar ouvi. Cquote2.png
Mestre Paraense da guitarra sobre Fade to Black.

Fade to Black é a primeira música do estilo balada sertaneja da banda Metallica. A letra e a parte inicial instrumental da música são bastante introspectivas (leia-se depressivas) e por isso a música foi um sucesso instantâneo, já que esse povo só anda deprimido por falta de sexo . É uma das poucas da música da banda onde se usa violão e uma das poucas power ballads assim como Nothing Else Matters e Welcome Home (Sanitarium). A música está contida no álbum Ride the Lightning.

ComposiçãoEditar

Lars e James tinham a Dona Morte como seus personagem favorito da Turma da Mônica e por isso decidiram escrever uma canção relacionada com essa ilustre homenageada acima citada, resultando no resultado Fade to Black. James pegou um violão e começou a tocar uns acordes bem tristes o que fez que Kirk ligasse sua guitarra em seguida e improvisasse um solo de banda de frescos melódico para manter a melancolia da composição. Foi tocando que a música foi criada, depois era só colocar qualquer aleatória e fazer sucesso. Detalhe: a música fica fodástica depois do segundo refrão (que em questão não é cantado).

Letra e traduçãoEditar


Life it seems will fade away
A vida parece que vai desbotar
Drifting further every day
Deslizando mais a cada dia
Getting lost within myself
Ficando perdido em mim mesmo
Nothing matters, no one else
Nada importa, ninguém mais nem a tua mãe?
I have lost the will to live
Eu tenho perdido a vontade de viver (temos um suicida aqui)
Simply nothing more to give
Simplesmente nada mais para dar
There is nothing more for me
Não há nada mais para mim (ele não tem mais dinheiro pra ir no bordel)
I need the end to set me free
Eu preciso do fim para me libertar dessa emice sem fim


Things aren't what they used to be
As coisas não são como eram antes (tudo muda, meu filho)
Missing one inside of me
Com saudades de alguém dentro de mim (deve ser do negão gigolô)
Deadly loss, this can't be real
Perda mortal, isso não pode ser real
I cannot stand this hell I feel
Eu não suporto esse inferno que sinto (porque ele quer trocar de sexo e se sente aprisionado no corpo)
Emptiness is filling me
O Vácuo está me preenchendo ("Vácuo" é o nome de um negão gigolô)
To the point of agony
Ao ponto da agonia
Growing darkness taking dawn
A escuridão crescente engulindo o amanhecer (Nossa... que poético!)
It was me, but now he's gone
Ele era eu, mas agora se foi


No one, but me, can save myself, but it's too late
Ninguém, exceto eu, pode me salvar, mas é tarde demais (eu sei... depois da meia-noite é mais difícil, não é?)
Now I can't think, why I should have even tried
Agora não posso pensar, por quê eu deveria ter ao menos tentado virar macho antes de ser frutinha


Yesterday seems though it was never existed
O ontem parece que nunca existiu (Então vivemos realmente numa "Matrix"?)
Death greets me warm, now I just say goodbye
Morte me acolhe calorosamente, agora eu só digo adeus (Vá com Deus!)
Goodbye!
Isso é tudo, pessoal. Tchau-tchau!

Seção especialEditar

Só quero dizer que eu acabei de escutar a música agora e estou me debulhando em lágrimas... BUÁ!!!! É muito triste...