Abrir menu principal

Desciclopédia β

Fate/Vamos Começar do Zero
フェイト/ゼロ Feto/Zero
Fate Zero.jpg
Saber exibindo seu vibrador de ouro na capa do DVD
Gênero conversa conversa conversa conversa
Mangá
Autor Gen Urologista
Divulgação Kadokawa Shotacon
Onde sai Young Age
Primeira publicação 29 de dezembro de 2010
N° de volumes 14
Anime
Dirigido por Hey! Nhoque
Estúdio UFO table
Onde passa Tokyo XXXX
Primeira exibição 1 de outubro de 2011
N° de episódios 25, se você aguentar até o fim
Filmes -
OVAs -

Fate/Zero é um anime do gênero conversa conversa conversa conversa conversa e que as vezes tem umas porradas genéricas para agradar o público seinen. Foi criado pela empresa que faz material para punheteiros, a Type-Moon, 4 anos após o fiasco do anime Fate/Stay night que até os otakus são obrigados a dizer que foi uma porra. Para resolver as cagadas do anime de 2006 tiveram que descaradamente descartar tudo o que criaram e começar algo novo do zero (Fate/Zero) dessa vez com pompa de superprodução, com lutas em CG, dubladores com voz empostada e aquele enredo café-com-leite com personagens água com açúcar que agrada qualquer otaku, mas que se você analisar minuciosamente vai perceber que tudo ali neste anime não tem pé nem cabeça.

Índice

Batalha do CáliceEditar

 
Os servos são desprovidos de pudor e devem obedecer tudo o que os mestres mandarem. Então já viu no que vai dar né.

Na verdade o nome disso era originalmente "Batalha do Cale-se", no qual sete pessoas com depressão se reuniam para conversas suas lamúrias e encher o saco uns dos outros com suas histórias de gente derrotada até que todos fossem se suicidando um por um e sobrar um vitorioso que suportasse tantos diálogos sem que morresse de tédio. Com o passar das gerações, porém, este significado acabou perdido e agora as pessoas acham que aquela disputa é uma "Batalha do Cálice", na qual magos superpoderosos precisam se matar para ter acesso a um goró que, diz a lenda passada pelas gerações através de Jeremias, é capaz de realizar qualquer desejo, mas nenhuma desses magos esperava que tudo aquilo fosse só um grande hoax e que o goró sagrado apenas te teletransportasse para uma viagem pior que a oferecida por um LSD.

A Batalha pelo Cálice é o grande motor desse anime esquizofrênico e de mal gosto e teoricamente a motivação de todo mundo ali, já que todos os mestres e servos querem o goró do cálice para se embebedarem com cachaça infinita que dizem o item oferecer, mas tal cálice só irá aparecer após todo mundo morrer e só sobrar um, o vencedor! Mas até isso é mentira, como tudo é mentira nessa guerra, pois parece que quem organiza essa disputa é a CBF, o que explica tantas mudanças de regra no meio dos combates, tais como mestres eliminados voltando ao jogo, juiz ajudando jogador, juiz que é pai do jogador, juiz condicionando os mestres a matarem um servo em específico, mestres implodindo prédios inteiros para matar rivais, Portuguesa sendo rebaixada voluntariamente e várias corrupções. Infelizmente só putaria que não aconteceu, porque esse anime não é hentai como as visual novel.

7 mestres magos, um mais burro que o outro, devem comandar respectivamente 7 servos que são a reencarnação dos denominados "Espíritos Heroicos", considerados os grandes merdeiros da história da humanidade que estarão cada um dividido em uma respectiva classe. As classes e seus respectivos servos são: Saber (Carla Perez), Archer (Sou Foda), Lancer (Cristiano Ronaldo), Rider (Gretchen), Caster (Nestor Cerveró), Berserker (Pedro, que roubou o chip!) e Assassin (Menina que apanhou da Jéssica).

Cada mestre possui em suas mãos direitas até 3 selos de comando que os permitem dar ordens irrecusáveis para seus servos, mas só esqueceram alguém de os instruir de usar esses comandos para coisas mais úteis. Chega ao cúmulo de um mestre ordenar para seu servo conquistar o mundo, enquanto outro ordena que seu servo se suicide, e outro que desperdiça todos seus servos enviando-os para o meio do deserto.

Cada servo possui um Fantasma Nobre, que é tipo um Especial de Porrada, algum tipo de golpe secreto que é tão foda que tudo fica em CG naquele momento.

EnredoEditar

Primeira temporadaEditar

 
Caster. Vilão do anime, levando criancinhas pra passear no pântano.

Na primeira temporada passamos os episódios todos sendo introduzidos a todos personagens e suas motivações, o que pode ser uma enrolação de doer o fígado. E sempre que uma luta vai começar e finalmente achamos que algo de maneiro vai ocorrer, algo conveniente acontece que interrompe a batalha e todo mundo sai vivo, para assim durar mais episódios o negócio. Ficamos conhecendo como todos os mestres ali são burros e incompetentes, havendo episódios inteiros de conversas fiadas idiotas que fazem qualquer um dormir.

Mas para aqueles que tiverem paciência de manter assistindo o anime, vão compreender os esquemas furados que os magos e seus servos travam nessa batalha sem sentido na qual o juiz é um padre que de tão corrupto tem até um filho e o usa na competição. Enquanto o protagonista Kiritsugu Emiya fica se preocupando em tentar matar um playboy europeu, Kirei fica fazendo porra nenhuma, Tokiomi fica sentado em casa bebendo vinho, Kariya comendo insetos, Irisviel dirigindo carros sem habilitação e Waver comprando calças jeans para o seu servo Alexandre, o Caster continua raptando criancinhas para transformá-las em cus gigantes, por nenhum motivo em específico, apenas porque decidiram que ele seria o personagem grotesco vilanesco da história, e por isso no final ele consegue invocar um cu do tamanho da cidade inteira, criando o maior problemão para todos.

Segunda temporadaEditar

 
O verdadeiro duelo entre Saber e Lancer.

Por incapacidade do estúdio, tiveram que parar no episódio 13 para terminar o anime só 1 ano depois, precisando assim inventar uma segunda temporada que não estava inicialmente prevista. Aliás, se você estava esperando por sangue, é melhor começar pela segunda temporada, momento que a matança desenfreada finalmente começa após uma temporada inteira de mais pura embromação.

Os dois primeiros a morrer são Ryūnosuke e seu servo Caster, o primeiro com um tiro de sniper na cabeça e o segundo tomando um kamehameha enquanto estava escondido dentro do cu gigante que invocou para devorar a cidade. E assim a matança começa.

Primeiro Kayneth, que por causa da namorada vingantiva que quebrou todos os dedos da sua mão direita (a mão da punheta), ficou com raivinha e foi assassinar o padre depois que este deu as costas a ele (e que mania desse povo ficar dando as costas para assassinos inescrupulosos e desonrados), mas Kayneth, que contraiu poliomielite e está de cadeira de rodas não consegue fazer muita coisa e ordena que Lancer se mate, tudo porque assinou um documento mágico que não prova nada, prova apenas que ele é um imbecil e pode morrer com tiros de sniper na cara.

Depois é a vez de Waver Velvet mandar o seu servo, Iskander, atacar o espírito mais forte de todos, o Gilgamesh, da forma mais burra possível, gastando inclusive três selos de comando para que ficasse bem claro que o grandão deveria efetuar esse ataque da maneira mais idiota, ou seja, correndo em linha reta enquanto toma 500 golpes de lança, para no final tomar uma pirocada no abdome onde foi aberto um rombo e morrer miseravelmente.

Kariya Matou morre após passar tantos episódios consumindo crack sem parar, e seu servo, o Berserker Lancelote também morre idiotamente na luta mais decepcionante do anime contra a Saber, o duelo mais aguardado e ninguém viu a luta porque o Kiritsugu Emiya resolveu beber cogumelo alucinógeno justo naquele momento e ficar viajando na maionese conversando com fantasma da ex-esposa, então quando Emiya acorda de seu transe a Saber já está dando o golpe final em Berserker e ninguém viu a luta direito.

No final o cálice é simplesmente destruído, isso porque sabendo como o anime Fate/Stay Night é uma bosta, precisaram fazer para Fate/Zero um final deliberadamente bem bosta, de modo que os enredos ficassem satisfatoriamente conectados.

PersonagensEditar

MestresEditar

 
Kiritsugu Emiya, o único mago que não leu Harry Potter demais e sabe como uma sniper pode ser bem mais útil que a porra de uma varinha.
Kiritsugu Emiya
Protagonista do anime, é aquele cara que fica pagando de fodão, frio e calculista o tempo inteiro, mas que no final das contas é só um burro cometendo burradas igual seus outros 6 rivais. Na segunda temporada conhecemos sua infância, que ele vivia em Tuvalu, mais precisamente no cenário de Dead Island momentos antes do surto zumbi, vivendo feliz da vida com a sua namoradinha de infância chamada Shirley, guria que trabalhava de assistente para o pai de Kiritsugu e acabou bebendo por acidente um frasco inteiro de Lico de Cair Pinto achando ser a poção da vida eterna. Shirley acabou caindo seu cu e se transformando numa chupa-cabras zumbi, que em questão de minutos infectou a cidade inteira. Mesmo tendo apenas uns 10 anos de idade, Kiritsugu mata o próprio pai por ele ter sido o responsável em transformar sua namoradinha em zumbi louca, e acaba adotado por uma pedófila chamada Natalia que passa a educar o garoto a se tornar um assassino de magos. Kiritsugu então cresceu sendo treinado sobre como ser um assassino sem honra, sendo sempre aquele camper maldito nas partidas de CS, especializando-se em matar os outros com tiros de sniper, envenenando, explodindo prédios inteiros, além de possuir como seu trunfo um revólver que atira balas que causam poliomielite caso acerte um oponente, mas o único que sofreu com isso foi o Kayneth. Para a batalha do Graal ele foi contratado pela família Einzbern para, caso vencesse, poder usar seu desejo de paz mundial. Porém ele acaba se apaixonando pela sua putinha de estimação Irisviel e casa com ela, depois invocando a Saber como serva e eventualmente vencendo a guerra do Graal, não por méritos próprios, mas mais por burrices dos rivais mesmo. O que Kiritsugu não esperava é que o cálice sagrado fosse um grande engodo que realizava desejo nenhum, só ficava de muito papo furado, então frustrado Kiritsugu ordena que Saber atire um Kamehameha no cálice (ou seja lá o que for aquele golpe dourado dela) o destruindo, mas isso faz com que a cidade exploda e todo mundo morra, menos um certo garoto predestinado a se tornar o protagonista mais bundão de Fate/Stay Night, o Shiro Emiya que acaba adotado por Kiritsugu.
Kirei Kotomine
O arqui-inimigo do protagonista, é um padre mamateiro e ainda por cima filha da puta (literalmente, afinal pro pai que também é padre ter filho, só comendo uma puta mesmo). Ele inicialmente entra na guerra do Graal como gaiato, ao descobrir que foi escolhido aleatoriamente a comandar um servo Assassin. Mas como ele sofre de depressão e TOC, além de ser um sociopata-psicopata, ele diz não ter desejos a fazer para o Graal, então inicialmente entra na guerra como escravo do Tokiomi Tohsaka. Mas ao perceber como todo mundo ali no anime são um bando de burros perdendo tempo com coisas inúteis sem nem saberem se matar direito, Kirei então faz o que qualquer pessoa realmente interessada na vitória começaria a fazer, deu facada nas costas de um monte de gente, roubou o próprio pai tornando-se ao mesmo tempo juiz e jogador e ainda roubou o Gilgamesh do Tokiomi. Mas suas garras de Wolverine não o ajudam a vencer o Kiritsugu na luta final, e ele morre tomando um tiro no coração, mas ressuscita porque sim.
 
Foi dar as costas para um psicopata, deu nisso.
Tokiomi Tohsaka
Fica fazendo pose de fodão com aquele terno vermelho, parece um personagem retirado do Ace Attorney, mas na prática não fez porra nenhuma de útil em 25 episódios (isso porque morre bem antes do fim). Dentre suas magníficas habilidades tão temidas por todos no anime estão a capacidade de esculpir My Little Pony em pedaços de cristal e soltar bola de fogo de uma bengala. Fora isso ela passa os dias falando com um gramofone e dando as costas para pessoas psicopatas o esfaquearem por trás, como acabou acontecendo. Mesmo conseguindo o servo mais forte de todos, o Gilgamesh, acabou perdendo a guerra por ser burro demais.
Waver Velvet
Garotinho que leu muito Harry Potter e agora tem sonhos grandiosos de tornar-se o bruxo mago mais poderoso do mundo. Mimado, chato, grosseiro e burro, só conseguiu invocar um servo e entrar para a guerra porque roubou o próprio professor em Hogwarts. Acabou invocando o Rider Iskander, que diferente do filme não é o Colin Farrell, mas sim algum lutador ruivo e lenhador de WWE. Passa o anime inteiro só choramingando, comprando calças para seu servo, tudo para no final desperdiçar seus três selos de comandos dando ordens extremamente imbecis para Colin Farrell Iskander, ordenando-o conquistar o mundo.
Kariya Matou
Este é um pobre coitado que teve vida sofrida do começo ao fim no anime. Filho de um velho pervertido e asqueroso que é dono de um restaurante chinês, daí seu apreço em cultivar insetos nojentos, Kariya inicialmente decidiu se rebelar contra a sua família nojenta para ir ficar na friendzone da Aoi Tōsaka, a esposa de Tokiomi Tohsaka. Como ele sempre teve um espírito de corno dentro de si, gostava de cuidar da Rin e da Sakura, as duas irmãs filhas de Aoin e Tokiomo, como se fossem as filhas dele, enquanto o pai Tokiomi estava comendo a Aoi ou falando naquele maldito gramofone. Quando descobre que seu pai sequestrou Sakura e jogou a menina num porão cheio de baratas, ele fica furioso e decide entrar na guerra pelo graal no lugar da Sakura, mas para adquirir o poder necessário de controlar o berserker ele precisa comer umas lesmas, deixar baratas percorrerem seu sistema cardiovascular e ficar sangrando muito enquanto manca por aí. Claro que morre no final de overdose de comer tanta lesma.
Ryūnosuke Uryū
Apenas um jovem psicopata que gosta de raptar e assassinar criancinhas e que foi escolhido aleatoriamente para ser o mestre do Caster. Para ele Deus com certeza existe e é alguém muito legal, pois fez questão de criar vísceras em cores bem vibrantes, o que torna assassinatos cruéis muito belos de se executar. Como ele não é mago e só está ali pela zoeira, é o primeiro a morrer com tiro de sniper na testa.
 
Lancer se auto suicidando-se após receber ordem para tal de Kayneth, que achou que com isso alcançaria a cura para a sua poliomielite.
Kayneth El-Melloi Archibald
Loirinho metido a lorde inglês que tem ar de superior e é o mestre do Lancer, até parece grandes coisas no início, especialmente quando decide ir para o combate direto, invadindo a mansão de Kiritsugu usando como arma uma amoeba prateada que tem o poder de cortar tijolos e lajes como se fossem feitos de papel. Mas toda sua marra acaba quando ele toma um tiro enfeitiçado e contrai poliomielite, ficando paralítico de cadeira de rodas e um inútil a partir de então. No final ele ainda cai no truque mais barato possível, assinando um documento que não prova nada, para ordenar que o Lancer cometesse suicídio numa vã tentativa de salvar sua esposa desmembrada, só pra tomar tiro de sniper e morrer mesmo assim.
Sola-Ui Nuada-Re Sophia-Ri
Namorada de Kayneth, mestra mais imprestável do anime, tornou-se a nova mestra do Lancer quando Kayneth ficou impossibilitado na cadeira de rodas, mas a vadia não fez nada de útil, ela é tão fraca que cortaram o braço dela fora e ela levou uns 10 segundos para perceber isso. O autor dessa joça claramente quando criou essa personagem imaginou que ela talvez pudesse ser utilizada numa recriação da lenda de Diarmuid Ua Duibhne, mas a execução foi uma grande porcaria.

ServosEditar

 
Quando falaram que a Saber tem a habilidade de pilotar e dirigir qualquer coisa.
Saber (Arturia Pendragon)
Rei travesti da Britânia. A waifu oficial de 80% dos otakus ao redor do mundo, a grande protagonista da história, como ela está ali para agradar todas as categorias possíveis de fãs, até yuri ela agrada quando se veste naquele terninho de homem e fica dando em cima da Irisviel. Ela é a serva do Kiritsugu Emiya, fato importantíssimo que escondeu durante todo o Fate/Stay Night, e depois ainda se diz honrada. Mas é isso que ela é, uma garotinha chata pra cacete que só sabe falar de honra, mas é a mais fraca dentre todos os servos, tanto que apanha aos montes, só sobrevivendo até o final porque é a protagonista mesmo. Na hora dos combates se equipa com um vestido-armadura que limita totalmente seus movimentos, deixando-a ainda mais fraca, mas além de saber as técnicas de Jesus de andar na água e usar uma espada invisível, o seu Fantasma Nobre é o golpe da Excalibur, um Kame Hame Ha gigante que é capaz de cortar ao meio até mesmo um monstro em formato de cu de 100 metros de altura.
Archer (Gilgamesh)
Rei da Babilônia, um loirinho arrogante que se acha a última pica do universo. É um metrossexual considerado o mais forte dentre todos o servos, mas como é arrogante demais considera que nenhum daqueles "vermes" é merecedor de tomar golpes de seus tesouros, afinal tem como técnica de combate a habilidade de abrir portais dimensionais que teletransporta toda sua coleção de centenas de brinquedos sexuais para o campo de batalha, arremessando esses brinquedos todos como se fossem arpões assassinos. Mas sua principal técnica mesmo é a capacidade de materializar suco de uva em qualquer lugar que esteja, por isso ele acaba sempre sendo o servo mais cobiçado quando uma batalha pelo Graal começa.
Lancer (Diarmuid Ua Duibhne)
Personagem histórico de alguma lenda irlandesa que ninguém conhece, algo sobre ter se apaixonado e comida a filha do chefe, e acabou condenado por desonra. Apesar disso é menos mulherengo do que as histórias contam, e quem shippa ele com a Saber são os fãs em suas fanfics mesmo. Usa como arma dois consolos gigantes especialmente forjados para satisfazer qualquer mulher, inclusive princesas, um com o poder de atravessar qualquer roupa íntima e um outro capaz de romper qualquer hímen, sendo que este segundo ele usou para ferir a mão esquerda da Saber, impedindo-a de bater siririca, afinal a protagonista é virgem e precisa se aliviar de alguma maneira. Apenas deu azar de pegar um mestre burro que na hora do aperto forçou Lancer cometer suicídio.
 
Como essa camiseta tamanho M não rasgou até o final do anime, ninguém sabe.
Rider (Iskander)
É o Alexandre, o Grande, só que não é o Colin Farrell ou qualquer bixona como vemos nas estátuas e livros, mas sim um brutamontes ruivo que definitivamente não parece ser macedônio, parece mais um lenhador canadense de Yukon. Por ser da classe Rider tem à sua disposição dois búfalos alados que usa para puxar seu trenó voador, sendo ele o servo menos discreto do anime, gostando de andar por aí nas Lojas Americanas saqueando comprando coisas fúteis, beber vinho do Gilgamesh e falar muito alto. O seu Fantasma Nobre é a capacidade de teletransportar todos seus inimigos para o meio de um deserto fictício onde centenas de minions atacarão com suas lanças. Na medida que o anime se desenrola percebemos o motivo de Iskander ser tão burro e estúpido, porque durante sua vida o seu sonho era chegar no Japão (o que chama de Okeanus, ou oceano) a pé a partir da Macedônia, e obviamente morreu no meio da jornada.
Caster (Gilles de Rais)
Um fiel seguidor da santa Joana d'Arc, um bruxo facilmente reconhecido por sua ptose nas pálpebras o que permite a fácil identificação da sua real identidade como sendo a reencarnação do Nestor Cerveró. Como parece ser o mais comum de todos os Casters em Fate, esse aqui também é todo vilanesco, psicopata e ainda por cima pedófilo. O sonho de sua vida é um dia conseguir comer a Arturia, e ao encontrá-la fica sempre todo atiçado, chamando-a no nome de sua antiga amante, a Joana. O seu Fantasma Nobre é a primeira edição do livro Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban que tem o poder de garantir mana infinita para o seu portador, e Caster passa a usar esse suprimento eterno de magia para sacrificar criancinhas e criar monstros em formato de cu com tentáculos. No final da primeira temporada vira um monstro gigante que come até um F-15 Eagle, sendo impedido apenas graças ao golpe apelão da Saber.
 
Falaram que tudo o que Berserker toca vira a sua arma, que tal então tocar um F-15?
Berserker (Lancelote)
Bicho que está sempre com raiva e necessitando urgente de um suco de maracujá com propofol, é um cavaleiro negro que está sempre cercado por uma fumaça preta feita de CG, que é sua própria bufa, sendo essa desregulação intestinal a origem dele estar assim sempre constantemente puto da cara, parece até um um certo chefão de Dark Souls. O seu poder é o de transformar tudo o que ele toca em uma arma indestrutível, e esse soube usar seu poder com estilo, afinal decidiu ir tocar num caça F-15. Ninguém sabe como morreu, já que a luta não foi mostrada integralmente, mas tomou uma apunhalada da Saber.
Assassin (Hassan-i Sabbah)
Apenas a reencarnação de Altair do primeiro Assassin's Creed, é disparadamente o servo mais fraco e inútil de todos. Originalmente servindo Kirei, dançando e rebolando no jardim de Tokiomi, logo descobrimos que esse servo na verdade são centenas de fracotes tarados pervertidos, seres que ficam nas sombras só vigiando a vida dos outros. Todos voyeurs morrem de uma vez só quando são engolidos pelo deserto de Iskander.

Outros personagensEditar

Irisviel von Einzbern
Esposa de Kiritsugu Emiya, ela é uma homúnculos, ou seja, uma boneca sexual criada artificialmente apenas para suprir desejos de eventuais compradores otakus. Apesar de ser estéril, ela conseguiu dar origem à uma filha, tudo porque o esperma do Kiritsugu Emiya era mágico. O seu poder é basicamente o de conseguir fazer bondage com cadarços brilhantes. Ela foi, porém, criada com defeito, e acaba morrendo no meio do caminho quando bizarramente se descobre que ela é o cálice sagrado de que tanto falam, vai entender a lógica disso. A sua única utilidade real no anime é deixar aflorar o fetiche de Kirei sobrechoking, já que basta o padre ver essa mulher, já está com as mãos no pescoço dela estrangulando-a.