Abrir menu principal

Desciclopédia β

Konalisa.jpg Made in Nihon <o/

Este é um artigo kawaii ¬¬ com tecnorogia japonesa, né? (ou não ;D)
Caso você não seja um otaku, pode não entender nada xD~~
Mas se vandarizar, o exército de Moru Moru vai pra cima de você ;D

Arband.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!

Cquote1.png Você quis dizer: Fátima_Bernardes Cquote2.png
Google sobre Fatima
Cquote1.png Ai, Fatima! Eles fazem o melhor fanservice! Cquote2.png
Fangirl sobre Fatima
Cquote1.png Que minas gracinhas! Cquote2.png
Um Desavisado sobre Fatima
Cquote1.png O Lay é tão kawaii! u.u Cquote2.png
Outra Fangirl sobre Fatima
Cquote1.png Aquilo não pode ser homem. Cquote2.png
Pessoa normal sobre Fatima
Cquote1.png Isso aí é coisa de viado. Não é? Não é? Cquote2.png
Dado, dessa vez, querendo dar para o Hitomi
Cquote1.png Ai eles são tão kawaii! Beija o Sanaka, Lay! Beija! Beijaaa! nhaa u.u Cquote2.png
Yaoi fangirl sobre Fatima


Fatima
Fatimaband.jpg
{{{legenda}}}
Origem Recolhidos no lixo
País Japão
Período desbundaram debandaram
Gênero(s) J-Rock
Gravadora(s) Várias
Integrante(s) Hitomi Sanaka, Mizuha, Lay e Daisuke, Naum 4GE(Shige)
Ex-integrante(s) {{{exintegrantes}}}
Site oficial {{{site}}}


O Fatima é uma banda de JRock do estilo Visual Gay que tinha, mas acabou. Infelizmente eles desbundaram desbandaram e não foram mais vistos depois de uma história cheia de lágrimas, corações partidos, faniquitos, baixarias e toda aquela viadagem tragédia que vocês podem imaginar.

O negócio é vender fitinha.

O Fatima foi inicialmente criado por Hitomi, Mizuha, Lay e Daisuke a partir do nome do cachorrinho fofo de Mizuha, que tinha morrido atropelado. O objetivo da banda era servir de coadjuvante nos shows de bandas muito mais organizadas, de melhor música e mais importantes que eles como, por exemplo, o KSete. Infelizmente o plano não funcionou muito bem porque os integrantes tinham sido recolhidos em um abrigo de mendigos e mantiveram todos os hábitos do tempo duro em que tinham que pedir esmolas, comer sopão e usar roupas usadas doadas pelo Exércido da Salvação. A banda logo assumiu sua vocação de desmembramento, Daisuke caiu fora porque não suportava o excesso de perfume vagabundo que Lay usava.

Não ajudava o fato de Hitomi gostar de cheirar lança-perfume e estar apaixonado por Lay. Menos de nove meses depois de formada, a banda trocou tudo de novo, reafirmando sua vocação para dança de cadeiras: Hitomi trocou de nome para Sanaka, e o Naum, aquele fofo, se tornou o baterista, revelando uma tendência precoce a tocar em bandas envolvidas em putaria que não duram nada.

Naum não aguentou a quantidade de fanservices que os integrantes do Fatima tinham que promover, deixando a banda e se juntando aos ANaInerS e um novo baterista, Towa (não confundir com o Torans do ANaInerS, faz favor, que ATora não é a mesma), recebeu as roupas usadas de furry de Naum e assumiu seu lado feminino a bateria. Foi num dos shows que Sanaka teve a ideia de começar a vender as músicas em fitinhas cassete, já que eles não fechavam contrato com nenhuma grande gravadora, nem a PSCompany, que pega tudo quanto é viado banda Visual Kei que aparece, queria saber eles.

A Banda em uma de suas emcarnações formações.

Em 2004 parecia que tudo finalmente estava indo bem finalmente, um pouco depois da hospitalização de Sanaka, que teve uma ligeira overdose de lança-perfume (afinal, cheirar tudo aquilo e ainda cantar não é mole, não), o amor era lindo entre Sanaka e os demais membros da banda, as fitinhas cassete recicladas vendiam e a banda ainda não tinha trocado de membro nem uma vez naquele ano. Já podiam começar a se considerar um grupo que tinha dado certo.

A alegria não durou porque Lay resolveu trair fazer uma leve troca de casais de bandas participando ao mesmo tempo de uma suruba um outro projeto que envolvia a banda Bluck Tlick e membros diversos de mais seis bandas de Gay Rock. Sanaka ficou aborrecidíssimo com aquilo e mudou seu nome para Kanoma. Ele resolveu ter uma conversa muito séria com Lay porque não estava mais aguentando aquela zona aquela falta de atenção da parte dela dele. Lay candidamente defendeu seu direito de trabalhar ao mesmo tempo em vários projetos, afinal, apesar de ainda se vestir como uma mendiga não queria mais levar aquela vida de sopa com pão e vender fitinhas cassete. Dessa vez Kanoma se emputeceu de vez e trocou de nome para Samara. No último concerto ao vivo, Samara tascou um beijo de língua em sua amada Lay e saiu do palco sob uma cortina de fumaça gritando "Eu Voltarei!"

As fitinhas cassetes vendem bem no mercado negro até hoje.


DiscografiaEditar

 
Rapadura é doce mas não é mole não, meu irmão.

São todos shingrus (singles, termo anglófono adaptado para o japonês que singifica álbum simples) menos 'Exit', único álbum real da banda. A banda costumava vender fitas cassete em suas apresentações até gravar Exit. Daí acabou.

 
Miyavi tirando uma casquinha do irresistível Sanaka Samara
(1998.12.09) Downer - Afogados
(2001.12.09) Star Spangled Butterfly - Sou Uma Borboleta Espancada
(2002.04.05) Mr. Imbalance-44 - Tome Limão, A Minha Cabeça Dói, com o inesquecível sucesso Me Humilha que eu Gosto, Querida
(2002.05.11) Aishuu No Teihen - Acho que Não Tem, título autoexplicativo
(2003.03.08) Noble King Snake - A CobraVai Fumar, título autoexplicativo
(2003.04.05) SSB
(2003.08.25) Blind: O Meu É Blindado, obrigado, título autoexplicativo
(2004.03.14) Shizumu Taion, Pediu, Tocou, Ganhou, título autoexplicativo
(2004.11.26) Tsumugi Ito, Joguei Fora Seu Telefone, a banda já demonstrava sinais de desentendimentos entre os membros com beicinhos e picuinhas.
(2004.12.06) Kesenai ame, Diz Que Você Me Ama, última tentativa do vocalista Kanoma em convencer Shige, aquela gracinha, a não abandoná-lo.
(2005.04.27) Exit - Tem Mas Acabou: era para ser o primeiro álbum do Fatima. Não aconteceu. Tinha, mas acabou. Ainda existem alguns exemplares em fitas cassete por aí.

Lgações ExternasEditar