Abrir menu principal

Desciclopédia β

Fernão Dias

"Tem certeza que vão achar esmeraldas com esse método?" "Com certeza chefia!" "Sei não, tenho impressão que vou passar para história como motivo de piada..."

Cquote1.png Claro que não encontrei esmeraldas! É muito difícil achar pedras verdes no meio desse mato verde todo! Cquote2.png
Fernão Dias, se justificando

Fernão Dias Paes foi o célebre bandeirante caçador de esmeraldas, desbravador dos sertões, descobridor de Tocantins, Pará e Mato Grosso.

Muitos se perguntam porque Fernão Dias foi caçar esmeraldas se todo bom bandeirante que se prezasse ia procurar OURO, e não esmeraldas. Alguns diziam que foi uma promessa para a sua esposa, Sra. Rosamunda Dias Paes, que ficou em São Paulo sozinha com seus escravos (todos da tribo africana do Bengalelê Motumbo) enquanto o marido abnegadamente ia pros sertões caçar esmeraldas para lhe fazer um colar.

Lamentavelmente, enquanto outros bandeirantes encontravam ouro em Minas Gerais, pertinho de casa, Fernão Dias, com sua mania exótica, rodava o Brasil pelas esmeraldas, chegando até o Acre. Fernão Dias nunca encontrou nenhuma esmeralda. Aliás, de verde, talvez só erva, porque morreu tendo visões de serras de esmeraldas, num evidente sinal de overdose de cachimbo da paz indígena.

Hoje em dia, Fernão Dias está imortalizado na rodovia que liga São Paulo a Beagá. Porém Fernão morre de despeito do Anhanguera e Raposo Tavares, que tem rodovias muito melhores, privatizadas e com pedágio, o que em muito os enriqueceu.

Hoje em dia Fernão Dias jaz no Mosteiro de Sâo Bento, em São Paulo, assistindo missa em canto gregoriano todo dia.