Abrir menu principal

Desciclopédia β

Fernanda Nobre

Bandeira rj.jpg Coé, merhmão, eshte arhtchigo eh CARIOCA!

Não vandalize, senão a chapa vai ficarh quentche, cara. Agora deixa eu irh na praia pegarh um bronze nesse sol de 50 graush, comendo unsh bishcoitosh.

Fernanda Nobre é uma atriz brasileira, muito desconhecida por ter interpretado durante três anos a vilãzinha Bia em Malhação, aquela novela teen da Globo que passa desde 1900 e guaraná com rolha e ainda não tomaram vergonha na cara de tirar do ar e colocar algo que preste no lugar.

Fernanda Nobre Trancoso
Fernanda nobre.jpg
Sentada, de pernas cruzadas, sendo gostosa.
Nascimento 31 de agosto de 1983
Bandeira do estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Ocupação Atriz
Altura 1,57 m.
Olhos azuis
Cabelo loiros

Como sua personagem era uma (pseudo) bad girl, Fernanda tinha que fumar em cena e usar uma pança falsa para simular que estava grávida, então é claro que a atriz já era maior de idade quando a interpretou, mesmo que Bia fosse uma adolescente.

Suas rugas logo começaram a aparecer e os maquiadores não davam conta de cobri-las, pois a Globo só libera maquiagem decente para o elenco da novela das 8 e eles tinham que se virar com os restos que encontravam no lixão do Projac.

Os telespectadores então perceberam que estavam sendo enganados e que os atores de Malhação eram bem mais velhos que seus personagens, e a audiência do programa começou a cair. A solução encontrada pela Globo foi demitir todo mundo e contratar atores mirins de verdade (só não demitiram o Cabeção por ele ser retardado demais e ninguém acreditou que ele já fosse adulto).

Desempregada, Fernanda fez o mesmo que muitos ex globais falidos e fracassados fazem, vendeu sua alma ao diabo e fez um pacto com Edir Macedo, tornando-se propriedade da Record. Mas o salário que passou a receber ali era menos da metade do que recebia anteriormente, portanto, nunca sobrava dinheiro para "contribuir" com os 10% do dízimo para a Igreja Universal. Foi novamente demitida, desta vez acusada de ganância e egoísmo.

Voltou a implorar por emprego na Globo, então foi atirada em um sitcom tosco do GNT, onde permanece até agora.