Abrir menu principal

Desciclopédia β

Por incrível que pareça, existe florestas verdes em Finnmark. Ou talvez essa foto seja uma farsa.

Cquote1.png Que lugar inútil, pode deixá-lo com os lapões Cquote2.png
Políticos noruegueses sobre Finnmark
Cquote1.png Obaaaaa! Cquote2.png
Lapões sobre citação acima
Cquote1.png Como pode existir mata nesse lugar? Cquote2.png
Você sobre existência de florestas no Pólo Norte
Cquote1.png Sei lá Cquote2.png
Eu sobre você

Finnmark é um região gelada da Noruega. Ela fica ao norte de todo o resto do país, perdendo apenas para Svalbard no quesito proximidade com a Casa do Papai Noel. Fazendo divisa com 3 países (Finlândia, Rússia e Ártico), deveria ser um lugar com risco de invasão, mas como essas nações sabem que adquirir um pedaço de gelo não ajuda no desenvolvimento, elas deixaram o local com a Noruega.

Sim, realmente há vegetação no pólo norte.

CaracterísticasEditar

A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Finnmark.
 
Maior cidade de Finnmark, com seus moradores ultramodernos.

Oficialmente um condado norueguês, na verdade Finnmark pertence à Lapônia, um Estado formado pelo povo lapão (uma espécie de índios da neve) criado como reserva ambiental. Assim, lá você só encontra aldeias indígenas que nunca viram a civilização, florestas nas áreas menos gélidas, neve e de vez em quando algum porto dedicado a pesca do bacalhau, mas nada mais, nem adianta procurar no Google.

Finnmark é o maior condado da Noruega, ocupando grande parte de seu território. Mas a população de lá não passa dos 3000, chegando a 0 no inverno, quando os lapões migram para lugares mais quentes, como o Caribe. Toda a área ocupada por ele são locais que o governo norueguês não conseguiu inventar uma utilidade para ele, o deixando com os índios escandinavos, que se orgulham de possuírem um território praticamente deles, mesmo que ele não seja atraente.

Incrivelmente, existem florestas verdes em Finnmark. Esse milagre foi possível por causa dos testes de armas nucleares russas no Polo Norte, próximo ao local, fornecendo calor para o crescimento de árvores nesse lugar. As plantas são a garantia da sobrevivência dos indígenas das pessoas que moram por lá, servindo desde alimentação até papel higiênico.

Clima e vegetaçãoEditar

 
Exemplo de arte em Finnmark, considerada muito complexa.

Perguntar sobre o clima em Finnmark é uma das perguntas mais idiotas que existem. Se o estado fica próximo ao Pólo Norte, qual será o clima dele? Tropical? É claro que lá predomina o polar, a tundra e um pouco de taiga, por causa do aquecimento global. Quando ocorre o El Niño, pode ser que lá tenha um pouco de floresta temperada e clima temperado, mas nunca algo mais quente do que isso.

HistóriaEditar

Finnmark foi colonizada durante a Pré História pelos homens do gelo, versão congelada dos homens das cavernas. Eles deram origem aos primeiros pintores, pois treinavam pichação pinturas de bonecos palito nas paredes das cavernas. Fugindo do aquecimento global, o povo Sami (lapões) chegaram a Finnmark, onde estabeleceram aldeias, se instalando por lá.

Os vikings chegaram à região, mas não ficaram porque lá não tinha nenhum povo desenvolvido para guerrear e roubar. Nos anos seguintes, nada aconteceu de interessante. Durante a Guerra Fria, a Rússia testou bombas atômicas perto de Finnmark, mas nada comparado ao que a Nova Zembla sofreu com a Tsar Bomba. Depois da guerra até hoje, novamente nenhum fato interessante que possa ser contado aqui aconteceu.